25425512286_533fc83b58_o

Por indicação da Joyce, a mesma pessoa que me indicou “A Visita Cruel do Tempo”, resolvi embarcar na leitura de “A Desumanização” de Valter Hugo Mãe, um livro cheio de profundidade e discussões atuais, de um autor que todo mundo falava e eu demorei muito para finalmente descobrir o quão incrível ele era com as palavras.

IMG_5604

Valter Hugo Mãe é um autor português idolatrado por muito de seus fãs. É aquele tipo de autor que todos querem ler tudo e ficam ansiosos em busca de um novo livro, de um novo exemplar. Eu nunca tinha me aventurado em uma de suas histórias. Sabia que ele tinha inúmeros livros e vários amigos e amigas minhas o amam. Mas eu passava longe, com um certo receio. Um dia eu finalmente comprei “A Desumanização” na Arte e Letra e ao final da leitura percebi que eu estava completamente perdida. Aquele era o meu fim!

O motivo era claro: Valter Hugo Mãe é um autor único. Daqueles que é uma viagem sem volta, você começa em uma de suas histórias e quando viu, já se colocou em dívidas buscando todas as suas outras obras. Talvez pela delicadeza, por sua acertividade com as palavras, ou com a suavidade de debater temas tão fortes e arrebatadores.

IMG_5602

Antes que vocês reclamem: EU NÃO RISQUEI O LIVRO, eu risquei o flag que colei no livro para poder fazer a anotação, tudo bem? Não precisamos ficar nervosos.  Deixa eu voltar para a resenha agora. 

“A Desumanização” é seu quarto romance. Lançado no Brasil pela Cosac Naify, A desumanização se passa na paisagem inóspita dos fiordes islandeses e surpreende o leitor ao ser narrado por uma menina de 11 anos que nos conta, de maneira muito especial, o que lhe resta depois da morte da irmã gêmea.

Trabalhando a morte e como lidamos com ela de uma forma sensível, delicada e cheia de surpresas, Valter Hugo Mãe conseguiu me apresentar uma escrita com a qual eu não estava acostumada e mesmo assim me deixou apaixonada. Talvez pela inocência que rodeava cada página do livro, ou pela suavidade com que os acontecimentos se seguiam. “A Desumanização” é um livro que discute não só a morte, mas a vida e as consequências de se estar vivo. 

IMG_5598      IMG_5597
IMG_5599

Ao terminar a leitura cheia de marcações, eu só conseguia pensar como esse é um daqueles livros que nós encontramos poucas vezes pela nossa vida de leitor. “A Desumanização” é um livro que nos segura, nos coloca no lugar e nos faz olhar para os personagens com humanidade. Eles não são estranhos, são nós mesmos, um pouco diferentes e as vezes mais inocentes e humildes. Mas com as mesmas histórias e percas.

A Desumanizacão é um livro pesado, com cenas fortes e corajosas, mas com palavras reconfortas e decisivas. É um livro para se conhecer o autor, amar sua obra e se aventuras em novos livros de Valter Hugo Mãe. Mais uma leitura que eu vou recomendar para sempre.

IMG_5600

ISBN-13: 9788540506541 | ISBN-10: 8540506548 | Ano: 2014 | Páginas: 160 | Editora: Cosac Naify

Valter Hugo Mãe nasceu em Angola, em 1971. Vencedor do Prêmio Literário José Saramago em 2007, é autor de a máquina de fazer espanhóis (2010) e de outros três romances: o nosso reino (2004), o apocalipse dos trabalhadores(2008) e o remorso de baltazar serapião (2006). Valter é também poeta, artista plástico, DJ, vocalista da banda de rock Governo e editor – publicou em seu país autores brasileiros como Ferreira Gullar e Caetano Veloso. Em 2007 atingiu o reconhecimento público com a atribuição do Prêmio Literário José Saramago, durante a entrega do qual o próprio José Saramago considerou o romance o remorso de baltazar serapião um verdadeiro “tsunami literário”.

CLIQUE AQUI PARA COMPRAR 

Baci ;*

Aproveite para nos seguir nas redes sociais!
Facebook ☁ Instagram ☁ Twitter ☁ Tumblr ☁ Google +  ☁ Pinterest ☁ Youtube  Blogvin ☁ Flickr

Captura de Tela 2017-06-29 às 10.53.35