A maldade explicada de forma impressionante em “Manson” de Jeff Guinn

A maldade explicada de forma impressionante em “Manson” de Jeff Guinn

 A Darkside ganha o meu coração toda vez que me manda os melhores livros de surpresa. Assim como quem não quer nada eu chego em casa e tem um pacote lindo preto e cheio de suspense. Já sei logo de cara que é deles e fico feliz.

Quando a biografia do Manson chegou eu abri o paco e abracei o livro, estava desejando ler desde que eles avisaram que publicariam ela no Brasil. Confesso que essa ação assustou minha mãe quando ela entrou na sala e eu estava abraçada ao livro. “Anna, você está abraçada com uma biografia de um psicopata. Onde eu errei?”. Acho que consigo entender quando minha mãe diz que depois de Insanas eu comecei a assustar ela. Mas podem ficar despreocupados, tá bom, eu só estava abraçada por um simples motivo: a edição está L-I-N-D-A! ?.

 Manson não é simplesmente uma biografia de um assassino e um líder de culto. É uma história da cultura norte-americana da Grande Depressão ao final do século XX. Um estudo fascinante da ambição, avareza, mesquinharia, controle da mente, celebrifilia (um desejo intenso e patólogico para se relacionar com uma celebridade), sexo, narcóticos, racismo e abuso de poder. É a história dos ex-presidentes Richard Nixon e Lyndon Johnson, de Martin Luther King, do Vietnã, do movimento ativista estudantil da nova esquerda Students for a Democratic Society, dos Panteras Negras, da cultura lisérgica e de uma nação em processo de degradação.

 Como alguém pode fazer tanta maldade?

IMG_1347

Uma das coisas mais fantásticas nessa biografia – além de todo o seu projeto gráfico – é o estudo de Jeff. Se você está acostumado com biografias que se prendem apenas no ser em questão, vai se surpreender com o estudo histórico de ambiente e contextualização feita por Jeff para tentar te explicar como um menino aparentemente tão inocente e com um futuro tão brilhante virou o temido Charles Manson. O ser que assustou o EUA e o mundo com seus crimes.

IMG_1345

Charles Milles Manson é um dos psicopatas vivos mais lembrados. Motivo? Ele é aquele cara que você já deve ter ouvido e pode até não se lembrar, mas cometeu inúmeros assassinatos nos Estados Unidos na década de 60. Entre eles o da atriz Sharon Tate, esposa de Roman Polanski. Tate estava gravida de oito meses e foi morta pela “Família”. Grupo do qual Manson era o “guru espiritual” e ordenou que de forma cruel. Esse “todos” incluía Sharon que estava dentro da casa e não foi poupada.

Manson foi condenado à morte no ano de 1971. Após algum tempo sua pena foi transformada em prisão perpétua e até hoje, a mente que mentiu e convenceu várias pessoas da sua ideologia está presa na Penitenciária Estadual de Corcoran, na Califórnia.

IMG_1341

A biografia é realmente excelente. É um livro para pegar com calma, sentar na sua poltrona e conhecer, praticamente estudar. É algo incrivelmente forte e em alguns momentos vai te chocar de uma forma impressionante. Vale a pena a leitura, a compra e todos os centavos.

Obrigada Darkside. ?

IMG_1344

 ISBN: 9788566636314 | Ano: 2014 | Páginas: 520 | Editora: Darkside Books

editoras

CLIQUE AQUI PARA COMPRAR 

Baci ;*

Aproveite para nos seguir nas redes sociais!
Facebook Instagram Twitter Tumblr Google + ? Pinterest Youtube ?Blogvin Flickr

Anna Schermak
Anna Schermak

Criadora do @pausaparaumcafe, social media, formada em marketing, rata de biblioteca, intolerante à lactose e a pessoas de mau humor.

6 comments

Leave a comment
  1. Nicolas Ueda

    12 de dezembro de 2014 at 21:53

    Hahahahahahahahaha, fico imaginando a situação da sua mãe entrando no espaço, e vendo a filha abraçada com um livro de psicopata. Que tipo de fã clube é esse? :p

    Eu sinceramente não tenho muita curiosidade ou vontade de conhecer a história do assassino. Mais por opinião própria, por mais que constantemente eu pense no que se define o que é certo e o que é errado nos dias de hoje. Por que, por exemplo, matar e influenciar milhares de pessoas é algo tão monstruoso no âmbito social comum, mas em situações de conflitos e guerras, é algo tão aceitável, e até ignorado por muitos?

    Mas enfim, sei que é uma visão bem superficial. É necessário se ver e analisar todo o contexto das situações, e pelo visto o livro traz isso de forma bem legal.

    • Anna Schermak

      16 de dezembro de 2014 at 10:23

      Minha mãe só se assusta com minhas loucuras. Tadinha ?
      Com certeza é necessário analisar todo o contexto. E isso é realmente interessante. Os meus livros preferidos são sempre os que trabalham com temas mais pesados. Acho que toda maldade deve ser lembrada. Pois se você esquece. Você as comete.

  2. Paty

    16 de dezembro de 2014 at 09:50

    Olha só, procurando resenhas de um livro, fui parar em um blog, que me mandou pro face, que me mandou pra outro blog, que me mandou pra um sorteio, que me mandou pro skoob, que me mandou pro livro “O Irressistível Café de Cupcakes”, e como eu tinha jogado no google o título, vim parar aquui, ufa! Hahahahaha!

    E essa ladainha toda, foi só pra comentar que coisa engraçada é o destino, porque eu me apaixonei pelo Pausa Para Um Café ?. Quanto amor em um cantinho só! E o melhor é que quase todos os livros que amo, possuem resenha aqui, e os que quero ler também, hahahahaha ?. Inclusive este do Manson! Estou loooooouca pra ler, o livro ficou realmente lindo! Passei em uma livraria esses dias e fiquei namorando ele um tempão!

    Bom, é isso =P, e parabéns pelo blog 😉

    Beijos!

    • Anna Schermak

      16 de dezembro de 2014 at 10:21

      AAAAAAAAAAI MEUUUUUUUU DEEEEEEEEEEUS ????

      Eu fiquei tão feliz em saber que você chegou aqui pelo “O Irressistível Café de Cupcakes” pq é um livro que eu tenho um carinho mais do que especial. Seja bem vinda Paty ?
      Espero te ver muito por aqui e poder te dar dicas cada vez melhore de leituras.

      Essa Pausa Para um Café também é sua, lindona ?

  3. Diego

    16 de dezembro de 2014 at 23:08

    Não tenho medo de fantasma, nem de filmes de terror ou livros.
    Entretanto, tenho muito MUITO muito medo de Serial Killers 😡
    Sei lá, eles existem, saca? hahahahah x) minhas paranoias!

    Um livro com uma história forte, mega densa. Quero começar em janeiro a leitura, estou agora em Serial Killers – Made In Brazil, e um pouco enjoado com tantas mortes.

    Ana, sua linda, seu cartão chegou hoje <3333 muito amor nessa vidaaaa! Vem logo pra eu te dar um abraçãaooooo :DDD

    Beijos, Di 🙂

    • Anna Schermak

      24 de dezembro de 2014 at 11:08

      E eu que tenho medo de tudo? #comofaz? hahahahaha
      Mas eu acho fascinante a mente dos serial Killers. Tanto que os meus livro preferidos sempre tem um ou outro.

      Também li Made in Brazil, e eu embarquei na leitura logo em seguida pq tava no clima.
      Fico feliz que você tenha gostado. Mandei com todo o carinho. <3 <3
      Dia 10 to aqui e você me abraça o quanto quiser. :**

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.