IMG_6086

Através de uma hábil composição literária, que capta os mistérios da nobre psicologia e os apresenta numa atmosfera de sonho lúcido, que assim posso dizer. É desses livros diferentes, que não se esgotam com a leitura. O abraço agradecido e o velho bem querer. – Carlos Drummond de Andrade.

Adalgisa Nery é um nome que nos lembra poesia, com tantas obras lançadas contendo contos e poesias, é difícil nos recordarmos de seus romances, A Imaginária e Neblina, livros que mostram tanto quanto suas poesias, a qualidade de sua escrita e a força de suas palavras.

Em meio a tantos homens, Adalgisa se destaca por trazer a sensibilidade feminina pra literatura em uma época conturbada, em pleno despertar da ditadura, lança Neblina e a dedica para um amigo querido, mas que era conhecido como “dedo duro” da ditadura. Por causa desse acontecimento, Neblina foi se dissipando aos poucos enquanto a autora recebia recado de amigos escritores como Drummond que lhe confessavam o quanto sua obra os impressionada.

IMG_6088

IMG_6090

Uma autora que já mostrava a força da mulher na literatura há muitos anos é novamente publicada pela Editora José Olympio em novas edições e Neblina chega as prateleiras das livrarias para mostrar o poder do romance para falar com sensibilidade de como as coisas se esvaem como a neblina, aos poucos e com suavidade.

Narrando a história de uma protagonist que ao sofrer uma complicação cirúrgica e ficar na cama, fragilizada por essas dificuldades, se mostra poética e incisiva ao mostrar seu profundo desprezo pela própria família, que tenta se aproveitar de sua condição.

Um livro calmo e sincero para conhecer ainda mais as mulheres da literatura nacional, para você que está em busca de ler mais mulheres e transformar suas leituras, Adalgisa Nery é uma escolha certa para quem gosta de narrativas com mais destaque na linguagem.

IMG_6087

Ano: 2016 | Páginas: 142 | Idioma: português | Editora: José Olympio

Adalgisa Maria Feliciana Noel Cancela Ferreira (Rio de Janeiro, 29 de outubro de 1905 — Rio de Janeiro, 7 de junho de 1980), mais conhecida como Adalgisa Nery, foi uma poetisa modernista e jornalista brasileira, mais conhecida por suas obras Ar do Deserto, de 1943, Mundos Oscilantes publicado entre 1937 e 1952, e A Imaginária, de 1959.

{ Esse livro foi enviado pela editora José Olympio para resenha no blog. Em compromisso com o leitor, sempre informamos toda forma de publicidade realizada pelo blog

CLIQUE AQUI PARA COMPRAR 

Baci ;*

Aproveite para nos seguir nas redes sociais!

Facebook ☁ Instagram ☁ Twitter ☁ Tumblr ☁ Google +  ☁ Pinterest ☁ Youtube  Blogvin ☁ Flickr

Captura de Tela 2017-06-29 às 10.53.35