Literatura Nacional

Análise – Outlast

É reconfortante para um fã de survival horror ver que o gênero esta voltando à ativa. Os desenvolvedores indie vem fazendo um ótimo trabalho ao longo dos anos, coisa que as grandes empresas tem esquecido, usando desculpas que é um gênero que não rende e que o investimento não vale a pena.

Outlast vem de um grupo de desenvolvedores que, digamos, manja das paradas. Pessoas que trabalharam em grandes empresas como a Ubisoft e resolveram criar sua própria desenvolvedora indie, Red Barrels, e apostaram no cenário do terror virtual, e eles não poderiam ter escolhido lugar melhor. Você encarna um jornalista independente, Miles Upshur, que recebe uma dica anônima que ele achará a matéria de sua vida investigando o abandonado asilo Mount Massive. O que o infeliz não foi avisado, é que esse manicômio foi fechado por maus tratos aos seus residentes e massivos assassinatos no local. Após ser encurralado e preso, é sua responsabilidade descobrir o que aconteceu no local e tentar sair com vida.

Que lugar acolhedor <3

Que lugar acolhedor <3

A mecânica do game é muito simples, mas também muito eficiente. Você não pode lutar contra os residentes do local, apenas fugir e se esconder nos lugares apropriados. Miles tem à sua disposição uma câmera, que é a chave para todo o gameplay. Com ela em modo normal, você pode gravar imagens grotescas do local, dependendo do que for gravado, será adicionado na sua lista de documentos rascunhos do que Miles esta pensando. Nos lugares escuros, sua única ferramenta é a visão noturna da câmera, que usará muito da bateria da mesma, forçando o jogador a usar estrategicamente o aparelho para não ficar na mão em momentos cruciais.

A ambientação é completamente opressora, tanto pelos lugares escuros e inquietantes, quanto pela situação em que encontramos os pacientes, fruto de experimentos macabros. O game se desenvolve muito bem, desafiando cada vez mais o jogador a dar o próximo passo. O final, sem spoilers, pode ser bem impactante, mas já esperado, se você recolher todos os documentos e anotações de Miles, além das interações com alguns residentes específicos do local.

Outlast é necessário para os fãs de terror e uma ótima pedida nesse mês de Halloween. Esta disponível para computadores e ganhará uma versão para PS4 ano que vem. Ganha quatro xícaras de café, porque é preciso uma bebida reconfortante depois da pressão psicológica que você passará no Asilo Mount Massive.

Nope

Nope

You Might Also Like

No Comments

    Leave a Reply

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.