46

Results

Author

Larissa Siriani

[Séries] 5 situações de crise de todo seriador
[Séries] 5 situações de crise de todo seriador

Esses dias me encontrei numa situação em que meus nervos afloraram e eu tive vontade de chorar. Sabe aquelas pequenas dificuldades que transformam a sua vida de seriador num pesadelo? Pois então. E aí pensei: por que não falar disso no Pausa?

Então hoje trago aqui 5 situações de extremo nervoso que você, meu caro(a) amigo(a) seriador(a), com certeza conhece, muito bem, até. Porque, afinal... quem nunca?

1) Baixar o episódio errado

Você esperou uma semana pelo novo capítulo da sua série preferida. Você ficou encarando o BitTorrent com fervor, tentando forçar o download a correr mais rápido. Você soltou fogos quando o download acabou. Você abriu o vídeo. E você descobriu que, na verdade, tinha baixado o episódio da semana passada.

Assinale a alternativa correta:

a) você grita NOOOOOOOO

b) você se sente o vencedor do prêmio Nobel da estupidez

c) você coloca o novo episódio, certo, desta vez, pra baixar, sentindo que vai morrer antes que o download termine

d) todas as alternativas

2) O episódio saiu, a legenda não

...

[Séries] Arrow
[Séries] Arrow

Minha história com Arrow começou em 2012, na estreia da primeira temporada da série. Eu tinha acabado de terminar de assistir o final de Smallville (super atrasada, eu sei) e estava com uma necessidade básica de novas séries de super heróis. Fiquei sabendo dessa série sobre o Arqueiro Verde e pensei "por que não?" Baixei o piloto. Assisti. Não gostei, particularmente. Não vi mais nenhum episódio.

Pulando pra 2014, em Agosto deste ano fiz uma viagem com algumas amigas saindo de Caraguatatuba, no litoral paulista, até Paraty, no Rio. Na volta, tivemos um dia de preguiça na qual uma dessas amigas - a Carol ? - nos convenceu a assistir Arrow porque era uma das séries preferidas dela, com o ship mais genial do mundo. Ela falou tanto, que acabou me convencendo. Então demos play no primeiro episódio. Só paramos à noite, depois de ver mais 11 capítulos.

De forma resumida, Arrow é a história do milionário Oliver Queen, que volta para Starling City, sua cidade natal, depois de passar cinco anos perdido numa ilha deserta. Ele e o pai sofreram um acidente de barco, do qual ele foi o único sobrevivente. Finalmente em casa, Oliver esconde um segredo da família; ele está em busca de vingança. Seguindo uma caderneta de nomes fornecida pelo seu pai, Oliver irá vingar Starling punindo todos aqueles que, de alguma forma, falharam com seus cidadãos. Assim começa a história do vigilante de Starling City que, mais tarde, será conhecido como Arrow - o Arqueiro Verde.

Contei toda essa história de como vim a conhecer a série porque acho essencial citar neste post que eu não queria gostar de Arrow. Eu sou uma pessoa tendenciosa quando cismo com uma certa opinião, e teimosa feito uma porta. Já tinha visto o piloto, e não tinha ficado satisfeita com nada sobre ele; de fato, se eu me lembro bem eu sequer terminei de ver o primeiro episódio quando estava sozinha, de tão chato que eu tinha achado. Então isso prova não somente que os poderes de persuasão da Carol são incríveis, como que Arrow é um seriado tão fantástico a ponto de me fazer mudar de ideia.

...

[Séries] Manual de Sobrevivência à Fall Season
[Séries] Manual de Sobrevivência à Fall Season

Setembro começou! Sabem o que isso significa?

AS SUAS SÉRIES PREFERIDAS VÃO VOLTAR! Isto é, a menos que uma delas tenha sido cancelada. Se for o caso, sinto muito. um minuto de silêncio.

Mas se você, como eu, está animado a ponto de correr em círculos sem saber o que fazer, eis a solução! Vamos com mais um guia prático de sobrevivência por esta que vos fala...

Assista a todos os trailers

Isso dificilmente vai te ajudar a sobreviver - na verdade, as chances são de que te mate mais rápido. Mas se você não viu ainda os trailers das novas temporadas, isso vai te ajudar numa preparação psicológica pra tudo que está por vir. Go for it!

...

[Séries] O Retorno de Doctor Who
[Séries] O Retorno de Doctor Who

Sabe quando você espera muito por uma coisa e quando ela chega... bom, não é tudo isso? Fiquei um pouco assim com esse retorno da nova temporada de Doctor Who.

Mas estou me precipitando. Vamos começar pelo começo.

Deep Breath, episódio que inicia essa oitava temporada, começa tão surreal quanto já era de se esperar: um dinossauro (mais precisamente um tiranossauro rex) está no Rio Tâmisa, assustando os moradores da Londres vitoriana, e Madame Vastra, Jenny e Strax são chamados. Eles tentam se aproximar quando o bicho cospe alguma coisa. Uma cabine telefônica azul.

Começa então uma longa maratona para cuidar de um Doctor que não quer receber cuidados. Ainda desorientado pela regeneração, ele insiste em ajudar o dinossauro mesmo que todos os seus amigos (cujos nomes ele confunde o tempo todo) digam que ele precisa descansar. Antes, contudo, que ele ou qualquer um possam ajudar o pobre réptil, o bicho entra em combustão instantânea - um estranho fenômeno que vem se repetindo em escalas alarmantes na cidade, e que o Doctor, é claro, decide investigar.

Apesar de eu não ter gostado muito do episódio em si, ele foi tão cheio de referências que é impossível não se deixar tocar, mesmo que só um pouquinho. Com tiradas que fazem menção desde o cachecol do 4º Doctor, até o clássico e adorável episódio da segunda temporada, The girl in the fireplace e, é claro, passando pela inevitável semelhança do novo rosto do Doctor com um certo personagem de Fires of Pompei (season 4), os mais de 60 minutos do episódio são um lembrete constante do que forma o Doctor - constante até demais, se vocês querem saber. Num dado momento, eu estava um pouquinho cansada de certas autoafirmações que o roteiro parecia querer esfregar o tempo todo na minha cara: que o Doctor é velho, mas que idade não é tudo, que ele de certa forma se lembra de tudo que aconteceu nas suas regenerações passadas, que ele e Clara não são um par romântico. Também não ajudou muito a insistência cega da Clara (personagem de que eu já não gosto) em ficar negando a nova faceta do Doctor, e todas as lições de moral meio zzzzzz que surgiram daí. Sabe quando parece que estão tentando te forçar a acreditar numa coisa que, na verdade, você já aprendeu há muito tempo? Pois é. Hora de superar, galera! Moving on!

...

[Séries] Season Finales Inesquecíveis
[Séries] Season Finales Inesquecíveis

Eu acompanho muitas séries, e já assisti muitas outras que acabaram ou foram canceladas. O ponto alto de quase qualquer série costuma ser, inevitavelmente, as season finales - a expressão usada pra definir o último episódio da temporada. Ao longo desses anos, fui acumulando algumas favoritas, então pensei: por que não listá-las no Pausa? Acho que vocês vão me entender!

CUIDADO: Esse post pode conter alguns spoilers sobre as séries mencionadas, então você sempre pode pular as que não quer estragar antes da hora ;)

1) Fringe 3 x 22: The Day We Died

Esse é o nome de episódio/season finale mais real que eu já vi na vida, porque, de fato, aquele foi o dia em que nós morremos. No final daquela terceira temporada, depois de todos os perrengues com o universo alternativo, Peter é preso a uma máquina pra tentar consertar as coisas e é apagado da linha do tempo de todo mundo!! Assim, PUF, sumiu! Foi um dos episódios em que eu mais gritei na vida, porque apenas não conseguia aceitar.

2) Hannibal 2 x 13: Mizumono

Como vocês devem se lembrar pela minha review, o final da temporada passada de Hannibal não apenas me deixou gritando como também espalhou meu coração no ar, aos pedacinhos. Sabe aquele final em que todo mundo é esfaqueado e fica à beira da morte e aí acaba e você não sabe quem continua vivo? Pois então. É.

3) House 4 x 16: Wilson's Heart

Bem na temporada afetada pela crise de roteiristas dos EUA, veio a melhor finale da história da série. Ela foi, na verdade, dividida em dois episódios massacrantes, nos quais House tenta se lembrar, à partir de técnicas nada ortodoxas e potencialmente perigosas, do que aconteceu durante um acidente num ônibus no qual ele estava. Foi a primeira vez que eu chorei assistindo uma série, e demorei horrores pra parar depois disso.

4) Doctor Who 4 x 13: Journey's End

Eu gosto muito das finales de DW de uma maneira geral, mas é inevitável não tomar a quarta temporada como favorita. Não apenas ela traz basicamente todos os companions e os melhores personagens de volta, como também tem toda a ação e reviravoltas e amarrações característicos da série. Tudo na medida certa.

5) Once Upon a Time 3 x 22: There's no place like home

O final desta última temporada de OUAT destruiu meu coração por inúmeras razões. Depois de acidentalmente voltarem no tempo, Emma e Hook acabam mexendo em algumas coisinhas do passado e trazendo de volta pessoas que não deviam. O episódio todo foi permeado de emoções e a cara da Regina nos minutos finais vale por uma vida inteira de dor, se vocês querem saber.

...

[Séries] 5 regras da amizade entre seriadores
[Séries] 5 regras da amizade entre seriadores

Como seriadora, é inevitável que eu acabe conhecendo outras pessoas que tem os mesmos vícios que eu. Muitas das minhas amizades (especialmente as virtuais) começaram baseadas em alguma série em comum, e evoluíram a partir daí. E este contato próximo com outros seriadores, embora benéfico, pode trazer certos riscos à saúde mental dos envolvidos. Por isso o Ministério da Saúde vulgo eu bolei algumas regrinhas pra facilitar a vida de todo mundo. Partiu?

1) Se eu te indicar uma série, você assiste;

Não importa se você vai gostar. Gostar não é o ponto. Mas se eu disser que você PRECISA assistir, faça um favor à nossa amizade e assista a droga da série. Nem que seja pra me falar que não gostou. Se eu estou indicando, é porque te conheço o bastante pra achar que é uma boa ideia.

2) Respeite meus ships;

É muito difícil manter um relacionamento saudável com alguém que não shipa o mesmo casal que você, eu sei. Mas é possível ter prazer anal continuar amigo de alguém que não shipa o mesmo que você, desde que todo mundo se respeite. Sem ship-war, sem ficar gritando MAS ELES COMBINAM MUITO MAIS. É difícil, eu sei, mas você consegue.

3) Não me dê spoilers - a menos que eu implore;

Nada pior que aquele amigo sem noção que já chega na voadora comentando o último episódio da sua série preferida... SEM PERGUNTAR SE VOCÊ ASSISTIU. Respeite meu espaço anti-spoilers, por favor?

4) Compartilhe novidades comigo;

Sabe aquele famoso "você viu [insira qualquer coisa aqui]?" Essa é a minha parte preferida das amizades com seriadores! Adoro quando as pessoas vêem alguma coisa nova sobre a série, e se lembram de compartilhar comigo ou me marcar na postagem. Nada pior do que você ser o último a saber da nova adição do cast, ou o último a assistir o trailer da nova temporada. Um mention não faz cair o braço.

...