Literatura

Bruno Bettelheim e a psicanálise escondida no “era uma vez…”

Eu geralmente sou criticada quando digo que não leria algo para os meus filhos que eu li quando criança. E que tomaria mais cuidado com algumas coisas que os pequenos possam ler. Não é por ser chata, mas por saber o quanto algumas histórias conseguem mexer com a gente que eu quero esperar para que eles conheçam.

Em A Psicanálise dos Contos de Fadas, vemos um pouco sobre isso. Como as crianças são impactadas pelas histórias dos Contos de Fadas e até como eles foram sendo modificados ano após ano.

Em A psicanálise dos contos de fadas, Bruno Bettelheim faz uma radiografia das mais famosas histórias para crianças, arrancando-lhes seu verdadeiro significado. O autor mostra as razões, as motivações psicológicas, os significados emocionais, a função de divertimento, a linguagem simbólica do inconsciente que estão subjacentes nos contos infantis.

Era uma vez…

IMG_1009

Eu escolhi ler este livro porque gosto de descobrir o significado atrás daquilo que estamos acostumados a não questionar. Sempre fui uma menina questionadora, desde pequena. Talvez culpa de um tal livro que li quando pequena com uma menina de cabelos loiros e um gato muito estranho.

A Psicanálise dos Contos de Fadas é uma leitura agradável. Algumas vezes eu me sentia incomodada em como o Bruno conseguia ser até meio neurótico enquanto dissecava os contos de fadas para suas narrativas. Em muitas coisas nós chegamos a conclusões parecidas, em outras, totalmente diversas.

Gosto de livros em que as opiniões do autor caminham com fervor durante a narrativa. Construindo e desconstruindo pontos de vistas que nós leitores, podemos ter. Bruno conduz bem o livro, a sua maneira. Construindo seu interesse e te mostrando significados.

O livro é bem longo, e na minha opinião, precisa de dedicação. Não é um livro para ler em um mês como eu li. Ele requer mais tempo, para conseguir absorver ainda mais seu conteúdo e informação.

“Cada conto de fadas é um espelho mágico que reflete alguns aspectos de nosso mundo interno e dos passos exigidos por nossa evolução da imaturidade à maturidade.”

Se você gosta do gênero e tem um fascínio por Contos de Fadas, eu acho que não tem livro melhor para você pedir de amigo secreto esse ano. Aproveite a minha dica e não se arrependa. É uma leitura muito curiosa e esclarecedora em grandes momentos.

IMG_1008

Edição: 26  | Editora: Paz e Terra | ISBN: 9788577530380 | Ano: 2014 | Páginas: 448

Psicólogo de origem judaica, Bruno Bettelheim nasceu em 1903, em Viena. Filho de uma família judaica, viveu um ano nos campos de concentração nazis de Dachau e Buchenwald (1938-39). Após atravessar esta experiência traumatizante, Bettelheim emigrou e radicou-se nos Estados Unidos, construindo uma carreira notável como investigador, professor e psicólogo em prestigiadas instituições norte-americanas: Universidade de Chicago e Rockford College , entre outras. Retirou-se do ensino em 1973 e morreu em 1990.

editoras

CLIQUE AQUI PARA COMPRAR 

Baci ;*

Aproveite para nos seguir nas redes sociais!
Facebook Instagram Twitter Tumblr Google + ? Pinterest Youtube ?Blogvin Flickr

You Might Also Like

4 Comments

  • Reply
    Nicolas Ueda
    13 de novembro de 2014 at 05:57

    Eu acho que já comentei aqui, até porque eu me repito demais nos argumentos. Mas eu não gosto muito dos contos de fadas, por principalmente sentir que eles dialogam com uma sociedade que é diferente da dos dias de hoje. Penso que as crianças de hoje não devem entender a mensagem que as histórias passam de forma plena, não como na época que foram criadas. Acho que deveriam existir histórias que dialogassem com elas melhor.

    Mas gostei desse aspecto do livro de que a sua opinião e a do autor divergiam em alguns momentos. Acho legal isso, faz perceber que o livro incita a formação de opinião própria sobre o assunto, e não te faz querer acreditar só naquilo que diz, como por exemplo nas biografias, falando de forma superficial.

    • Reply
      Anna Schermak
      13 de novembro de 2014 at 08:10

      Já comentou uma vez. Mas acho que foi no Literariocast. Eu tenho medo de alguns contos de fada pra falar a verdade. E esse livro me deixou com mais medo ainda

  • Reply
    Raquel Moritz
    13 de novembro de 2014 at 19:12

    Tem cara de ser aqueles livros-consulta, né? Não necessariamente algo literário, mas algo pra consultar sempre que você lembrar de algum conto legal. Achei interessante, tenho ele aqui e estou ansiosa pra começar a fuçar. 🙂

    Bjs <3

    • Reply
      Anna Schermak
      13 de novembro de 2014 at 19:48

      Comece a ler! Ai vou te convidar pra gravar um literariocast de histórias de contos de fadas que queremos gravar.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.