25536922080_777d242101_o

Pensei muito sobre se leria ou não o livro. No final acabei aceitando que eu não iria aguentar a curiosidade e no fundo, queria muito assistir o filme. Então comecei a leitura de “Como eu Era Antes de Você” ás 21h e fui até as 2h da manhã até terminar.

Com uma narrativa que caminha de um jeito gostoso nos apresentando os personagens e contando os motivos por estarem naquele lugar onde os encontramos na vida, o livro se torna fácil e gostoso de ler, não é um livro que você se importa com as horas passando no relógio. Ele é envolvente principalmente por causa dos personagens e da diferença de personalidade de cada um.

IMG_5632

“Como eu Era Antes de Você” conta a história de Loisa (Lou) Clark, uma mulher de 26 anos que se vê desempregada e com a família (pai, mãe, sobrinho e irmã) passando por algumas dificuldades. Louisa precisa de um emprego e depois de várias tentativas acaba encontrando o trabalho de cuidadora. É um trabalho temporário por 6 meses para cuidar de um tetraplégico de 35 anos. Will Traynor é rico, inteligente, mal humorado e está preso em uma cadeira de rodas após sofrer um acidente indo ao trabalho em um dia de chuva.

Nem Will, nem sua família aceitaram muito bem toda essa mudança drástica que o acidente causou. Mas Will já sabe como acabar com todo esse sofrimento e aí que nossa maluca e cheia de um estilo só dela, Lou, entra na história.  Louisa aparecesse e se empenhasse para convencê-lo que a vida pode sim ser vivida, mesmo se estando em uma cadeira de rodas.

IMG_5626

Apesar de toda a sinopse que sugere um final feliz, casamento, flores e filhos brincando no quintal, JoJo Moyes consegue fazer algo diferente (talvez não tão diferente, mas por mudar um pouco, a gente já agradece).  Eu não estou aqui para te contar como isso acaba, mas para dizer que eu realmente gostei disso.

Minhas histórias de amor preferidas envolvem Dante e Beatrice e Romeu e Julieta, então quando começo a ler um romance, eu quero drama. Eu quero ver amores impossíveis e finais destruidores. Quero acabar no chão do quarto deitada em posição fetal acreditando que nunca vou ter um amor assim. Quero que o livro me faça sentir, chorar e depois me mate aos poucos com minhas esperanças sendo destruída por um autor muito cruel. Poucos conseguem então eu já me preparo para ler esses livros em momentos que estou mais sensível e facilitar o trabalho.

Moyes talvez não conseguiria esse resultado se eu não estivesse sensível. Mas ela me tocou fundo em muitos sentimentos e é por isso hoje que eu estou tentando (juro) te convencer a ler o livro. Talvez de uma forma só dela, a autora tente nos mostrar um preconceito tão intrínseco em nossa sociedade. Aquele primeiro julgamento que a gente teima em manter. As oportunidades que a gente perde por achar que merece isso ou aquilo e nunca tentar nada diferente daquilo que acredita ser o certo.

IMG_5631

Nem todo mundo é 100% bom ou mau. Todas as pessoas tem seus motivos para fazer muitas coisas e muitas vezes a gente tem que ter consciência que isso não nos diz respeito. Nós não somos seres únicos e especiais em que todos devem pensar antes de fazer qualquer coisa. Muitas vezes precisamos ser egoístas e olhar para nossos desejos. No final, todo mundo vai saber ligar com aquilo. Você só precisa ousar um pouco mais que o normal para enfrentar seus medos e dizer sim para algumas escolhas alheias.

Isso não quer dizer que você concorda com aquela opinião, mas faz com que pelo menos aqui, olhe com um olhar de empatia para as escolhas de Will. A gente para muito para se colocar no lugar de Louise e dos familiares o quanto é “injusto”. Raramente perguntamos para a pessoa que está sofrendo o que é realmente certo ou injusto com ele.

No final de “Como eu Era Antes de Você”, Jojo Moyes tem um pedido muito simples. Fazer com que seus leitores se perguntem o que realmente querem e o que o outro precisa.

“Como eu Era Antes de Você” estreia nos cinemas no dia 16 de junho de 2016 e você já pode conferir o primeiro trailer aqui.

IMG_5625

ISBN-13: 9788580573299 | ISBN-10: 8580573297 | Ano: 2013 | Páginas: 320 | Editora: Intrínseca

Jojo Moyes nasceu em 1969 e cresceu em Londres, no Reino Unido. Estudou jornalismo e foi correspondente do jornal The Independent até 2002, quando publicou o seu primeiro romance, Sheltering Rain, foi então que resolveu dedicar-se à escrita.

{ Esse livro foi enviado pela editora Intrínseca para resenha no blog. Em compromisso com o leitor, sempre informamos toda forma de publicidade realizada pelo blog

CLIQUE AQUI PARA COMPRAR 

Baci ;*

Aproveite para nos seguir nas redes sociais!
Facebook ☁ Instagram ☁ Twitter ☁ Tumblr ☁ Google +  ☁ Pinterest ☁ Youtube  Blogvin ☁ Flickr