IMG_7258

Talvez você se pergunte o motivo pelo qual eu resolvi fazer isso agora, afinal todo mundo já usa leitores digitais e isso Não é nenhuma novidade. Mas a verdade é que foi recentemente que eu notei a diferença que essa maravilha da tecnologia tinha feito com a minha vida. Mas antes, vamos a um rápido panorama sobre como o meu estilo de leitura vem mudando.

Faz mais ou menos uns dois anos, eu comecei a trabalhar em casa. Antes disso eu “perdia” mais de duas horas em ônibus todos os dias. Eu não usava meu Kindle no ônibus pois tinha medo de ser roubada, então virei especialista em surfar no ônibus com algum livro em mãos. E sinceramente? Essa época era o céu pra mim. Eu lia mais de 15 livros por mês pois tinha um tempo enorme para ler, eu esquecia da vida no ônibus, coloca meus fones apenas para não me importar com as conversas e lia muito. Chegava a ter dois livros na bolsa pois um livro podia acabar no meio do caminho e eu não sabia mais andar de ônibus sem ler.

Mas quando vim trabalhar em casa, o amado “Home Office”, minha média de leitura caiu drásticamente. Tinha meses que eu não conseguia mais terminar dois livros. Eu descobri que eu não lia mais durante a semana, com um horário louco em casa e o cansaço, o blog e o canal, eu simplesmente parei de ler a mesma quantidade de livros de antes. Em uma breve análise isso nem era tão ruim assim. Eu diminui as parcerias e trabalhei no meu ritmo. Só que como eu demorava muito mais pra ler um livro, aquela famosa ressaca era frequente e eu trocava um livro pela netflix com frequência.

Mas tudo piorou quando eu finalmente descobri uma vida fora de casa. Comecei a sair mais o que me tirou os fins de semana que eu passava jogada na cama e realmente lia alguma coisa. Sabe o que dizem sobre vida social e leitura? Elas só não combinam pelo motivo que não dá pra você ler no meio de uma festa ou um bar com os amigos.

Foi nesse tempo que eu tava entrando em colapso que aproveitei uma promoção para comprar a versão mais nova do meu leitor digital. Fiquei toda felizona com meu brinquedo novo, com luz pra ler a noite e até dicas de leitura pra quem está aprendendo a ler em inglês. Achei aquilo uma coisa incrível. E sabe o que aconteceu? Eu tava terminando livros muito mais rápido e lendo muito mais.

Eu realmente comecei a comprar livros que eu já tinha a edição física, em versão digital. Simplesmente pela facilidade de ler que eu tinha agora. Eu sim estava cansada para deixar a luz acessa e ler algumas páginas de uma diagramação ruim e letras pequenas depois da meia noite. Mas com o Kindle eu não tinha esse problema. Ele não era pesado, eu podia mudar a fonte, a iluminação e se eu dormisse enquanto lia ele desligava sozinho para economizar energia.

Não, isso não é propaganda do Kindle, não temos nenhum dinheiro envolvido aqui. Muito menos é um ódio aos livros físicos. Nada substitui aquela edição de luxo que eu tenho dos meus livros preferidos. Mas o Kindle abriu novas portas e isso me fez mudar a forma com que eu leio, a forma com que eu consumo livros e até mesmo me ajuda a dar novas chances a autores que eu jamais ia ler pelo preço acessível e convidativo de algumas obras.

Sei que muitos ainda tem uma rejeição aos leitores digitais. Mas eu só queria dizer que para algumas pessoas eles podem sim ser aquilo que salva as leituras atrasadas e as ressacas literárias e se a gente pode usar a tecnologia a nosso favor, por qual motivo, não usar?

E respondendo a pergunta do título. Os leitores digitais mudaram a minha forma de leitura quando me deram mais uma opção de unir tudo o que eu precisava no momento. O momento de leitura que eu podia (e queria), com minha vida social, meu trabalho e transformar tudo em um mundo harmonioso de boas histórias que eu li, vivi e descobri.

Aproveite para nos seguir nas redes sociais!

Facebook ☁ Instagram ☁ Twitter ☁ Tumblr ☁ Google +  ☁ Pinterest ☁ Youtube  Blogvin ☁ Flickr

Captura de Tela 2017-06-29 às 10.53.35