O Festival dos 100 anos da Batalha da Meia Noite aconteceu há quase um ano. Grinderold passou a ser governada por Ancel, descendente de Agar que assumiu após a morte da rainha Batilda Hayhurst.

A Rainha Ancel governa a capital com mãos de ferro e é conhecida por seus castigos severos para com todos aqueles são contra o seu governo. Algumas pessoas fazem fofocas pelas tavernas, mas muitos acreditam que o mau que chegaria no aniversário de 100 anos da batalha da meia noite teria sido a morte da rainha, e sendo assim, agradecem que Ancel tenha tomado ao trono. Mesmo que isso tenha sido meio inexplicável. A menina não estava morta?

[korra_small_gradient_separator]

A estalagem do Mago Sonolento é um edifício de dois andares com paredes de pedra, com um telhado de telha cinza e mesas e cadeiras de madeira. As acomodações consistem em vários quartos com camas e colchões de pena, uma cadeira e uma pequena mesa. Esta estalagem já pertenceu  a um mago, e os clientes às vezes experimentam sonhos estranhos ou proféticos.

Era mais um dia comum na estalagem, alguns aventureiros deixavam um Bárbaro desconcertado pelo quão bêbados estavam, um capitão da guarda da cidade comia sua refeição em silencio e um grupo de 4 elfos conversavam bebendo vinho em um canto mais isolado.

Nosso grupo de aventureiros está dividido em duas mesas no centro da taverna. Taxi, um jovem tabaxi conversa com um novo hóspede da estalagem, N’Jorn é um humano que usa vestes vermelhas e chegou recentemente na taverna.

Na mesa ao lado, Paco, um meio sátiro alpaca, também conhecido como Ministrel Melancólico  está sentado com seus novos amigos Geffen e o paladino Skamus.

– Cara a gente podia tentar de novo fazer um dueto – Geffen puxa sua flauta sugerindo a Paco para começarem uma música.

– Vamos vamos sim, mas eu pedi para tocar faz pouco tempo e eles não deixaram – responde Paco

– Cara, não canta as tuas músicas – responde Geffen – eu conheço umas músicas mais animadas, eu já falei para você, você é bom mas precisa trocar de tema.

– Mas eu me identifico tão bem com as músicas dele – diz o paladino com uma voz um pouco triste.

– Cara você tem a alma de um poeta, só falta aprender esconder isso atrás de uma música alegre.

A noite era agradável com tudo ocorrendo normalmente, os jovens aventureiros pediam suas comidas para jovem halfing atendente da estalagem chamada Cori. 

– Desculpe interromper, vocês gostariam de algo para comer? Hoje temos Bagre grelhado, batatas assadas, grão de bico, aveia e Bolo de maçã! – diz Cori.

– A batata é batata doce? – pergunta Paco

– Infelizmente não – responde Cori

– É que eu ro numa dieta que é só batata doce – continua Paco

– Bora rachar um bagre – interrompe Geffen fazendo o pedido pelo grupo.

Mas antes da comida chegar, o dono da hospedaria sai gritando pela porta da cozinha entrando no ambiente onde os aventureiros estavam.

– LEVARAM O MEU FILHO! E AQUELES IDIOTAS NÃO FAZEM NADA! AVENTUREIROS? MERCENÁRIOS! ONDE ESTÃO? EU PRECISO DE AVENTUREIROS! SE FOSSE O FILHO DE UM NOBRE ELES ENVIARAM AJUDA! EU OFEREÇO QUARENTA PEÇAS DE OURO PARA QUEM FIZER O RESGATE. MALDITOS GOBLINS!

– PRA ONDE ELES FORAM ?- pergunta Geffen saindo em direção a porta não antes de gritar – PACO FORMA DE ALPACA!

Nossos aventureiros e dispõem a ajudar o taverneiro e negociam o valor da recompensa, por 40 peças de ouro, eles partem em busca do filho o taverneiro que foi sequestrado por goblins.

Enquanto o Ranger N’Jorn procura rastros para serem seguidos, o grupo entra em uma conversa sobre a missão em que se meteram:

“Por que será que sequestraram o filho do taverneiro” – pergunta Geffen
“Não importa”, diz Skamus, “eles são goblins, é o filho do taverneiro….”
“Mas eles entraram na cidade para sequestrar ele? O que será que aconteceu?”, continua Geffen, “Eles sequestraram e pediram dinheiro? Ele podia ter dado as 40 moedas para eles em vez de pagar a gente”
“Pode ser que ele tenha feito algo”, comenta Paco, “O taverneiro tava meio nervoso, ele praticamente expulsou a gente”
“Será que é por que estávamos cantando?”, Pergunta Geffen
“O filho existe?”, se questiona Skamus

O ranger acaba com a conversa quando encontra a trilha de sete goblins  que os leva até a entrada de uma caverna onde são recebidos por estes goblins batedores, a luta começa com ataques dos monges, Taxi e Geffen tem sucesso nos ataques e são ajudados pelo ranger N’Jorn que acerta uma flecha em um dos goblins. O Paladino acerta seu martelo atacando os inimigos e o Bardo usa sua magia e consegue derrubar os batedores que sobram na entrada da caverna, o provável Covil.

O último dos goblins está muito assustado para atacar o grupo de aventureiros e fala em goblin sobre um presente para alguém enquanto nossos aventureiros adentram a caverna onde enfrentam outros goblins até chegar ao final da taverna e encontrar uma cena bizarra onde um estranho casamento acontece.

O filho do dono da hospedagem é facilmente identificado, este está com uma maça na boca e será o prato principal do banquete. Com um pouco de luta e muita lábia do bardo, os aventureiros conseguem salvar o jovem e escapar sem danos daquela escura taverna.

O retorno dos aventureiros a taverna é tranquila, todos começam a interagir melhor como um grupo até o Taxi ficar ofendido por ser chamado de “jovem” e se sentar na mesa ao lado sozinho. Mas não por muito tempo. O taverneiro volta agradecido trazendo o pagamento do grupo e uma deliciosa refeição para todos e promete que no dia seguinte ele fará uma grande festa em comoração pela volta de seu filho e convida os heróis para se divertirem com as diversas atrações da festa.

“Teremos um cigano lendo mãos e fazendo um jogo de cartas chamado jogo das confissões, competição de pinga anã e muitas charadas na tenda ao lado de fora, venham e divirtam-se”.

A noite acaba com cada aventureiro indo para seu quarto descansar, alguns tem sonos tranquilos, mas Skamus e Taxi são perturbados durante toda a noite com imagens de guerras e lutas que atrapalha o sono e não permite que eles descansem completamente, mas mesmo assim eles aproveitam a festa oferecida pelo taverneiro.

Nos cochichos e conversas na taverna surgem alguns boatos, um deles fala sobre a possível busca da Rainha Ancel por um marido. A outra sobre possíveis novas leis da rainha que mostram um governo cada vez mais cruel e contra opiniões divergentes a da governante e por último o grupo é informado pelo taverneiro que em  uma região um pouco distante um grupo de fazendeiros sofre com ataques noturnos de uma besta feroz. Nos últimos meses eles perderam cerca de 40 animais, eles procuram ajuda urgentemente.

Taxi, Skamus, Paco, Geffen e N’Jorn resolvem verificar os boatos e ajudar os fazendeiros, mas não antes de uma noite tranquila de sono.


Ps: Alguns acontecimentos de A Busca das Relíquias interferem nos acontecimentos dessa aventura.

Ps: A aventura “Um Casamento Indigesto” é usado como base para a batalha dos goblins com os aventureiros.