Acompanhe no youtube
inscreva-se

Livros do Dante – Além da Divina Comédia #LendoDante

Livros do Dante – Além da Divina Comédia #LendoDante

Você sabia que Dante não é só Divina Comédia? E é sobre isso que vamos falar nesse vídeo (e post) do projeto #LendoDante. Aqui vamos falar um pouco mais sobre todos os outros livros do poeta italiano tão amado por sua Divina Comédia. 

Os Livros são: De vulgari eloquentia (“Sobre a Língua vulgar”); Vita Nova (“Vida Nova”), Le Rime ou Canzioniere – (“As rimas”), Il Convivio – (“O Convívio”) e De Monarchia – “Monarquia”.

De vulgari eloquentia (“Sobre a Língua vulgar” ) é um ensaio escrito por Dante em Latim, considera-se que ele foi escrito pouco tempo depois de Dante ser Exilado, provavelmente entre 1302 e 1305. Nesse ensaio temos um estudo sobre a relação do Latim e a língua vernácula e uma análise sobre o gênero literário “canzone”.  Aqui Dante inova ao mostrar que em sua opinião a língua não é algo estático, ela está em evolução e precisa de contextualização histórica. Hoje infelizmente é mais fácil encontrar esse livro em italiano ou edições muito antigas para o Português

IMG_6888

Vita Nova (“Vida Nova”), é provavelmente o livro mais conhecido do Dante, depois da Divina Comédia. Encontrado facilmente em edições antigas ou no livro “Retrado do Amor Quando Jovem”, publicado pela Companhia das Letras. A Vida Nova é uma leitura obrigatória para os fãs da Comédia, pois muitas coisas que vemos no Inferno, no Purgatório ou no Paraíso, tiveram origem aqui.  Nesse livro autobiográfico temos uma narrativa que reúne prosa e poesia alternadamente. A linguagem aqui utilizada por Dante segue o modelo do Doce estilo novo ( ou Estilo novo doce como podemos ver em alguma biografias).  Aqui, Dante vai falar muito de Beatrice Portinare e acredita-se que ela tenha sido escrita entre 1292 e 1293.  E se você gosta de curiosidades, podemos lembrar que Anthony Hopkins cita um verso de Vita Nuova no filme Hannibal, após participar de um espetáculo em Florença. 

 Le Rime (“As rimas”): nessa obra temos uma coleção de poemas do Dante que foram escritos ao longo de sua vida e narram experiências da vida do Dante e que foram reunidos posteriormente por críticos modernos. Nesse livro encontramos poemas de amor dedicados por Dante a uma mulher chamada Petra.

Il Convivio (“O Convívio”):  Acredita-se que esse livro tenha sido escrito durante o Exílio de Dante (1304 e
1307).  Como o termo “Convivio”vem do Latim “Convivium” e significa “banquete”, você encontra em algumas traduções, o livro com esse título (O Banquete) . Considerado o livro mais filosófico de Dante, é escrito em língua vulgar (dialeto fiorentina). 

IMG_6889

De Monarchia  (“Monarquia”):  Aqui temos a obra política de Dante, mesmo que dizer isso talvez seja errado, pois todos os seus livros retratam seu conhecimento e interesse pela política. Escrito em Latim, esse texto apresenta um tratado sobre o poder secular e religioso. Escrito entre 1310 e 1314 conseguimos verificar aqui muito das opiniões políticas de Dante durante seu exílio.
IMG_6886

Espero que vocês gostem e possam aproveitar para conhecer um pouco mais sobre as outras obras do poeta.

CONFIRA AQUI MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O PROJETO #LENDODANTE

Espero que todos vocês nos acompanhem nessa jornada. Espero por vocês!

Aproveite para nos seguir nas redes sociais!

Facebook ☁ Instagram ☁ Twitter ☁ Tumblr ☁ Google +  ☁ Pinterest ☁ Youtube  Blogvin ☁ Flickr

Relacionados

Leave a Comment

Leave A Comment Your email address will not be published

CRÔNICAS

sonhei com você.

Acordei hoje com um sorriso amargo. Sonhar com você está sempre repleto de dualidade, ao mesmo tempo que gosto daquela sensação de proximidade, fico triste pela saudade que bate mais forte depois de uma noite inteira sonhando com você.

Read More