IMG_5792

Depois de ler “Nessuno Si Salva da Solo” de Margaret Mazzantini, fiquei curiosa para saber mais sobre suas escritas, Descobri que a Companhia das Letras já tinha lançado dois de seus livros no Brasil e assim, mais do que depressa, corri atrás desses livros. Comecei minha jornada por “Não se Mexa”.

“NON TI MUOVERE” (Não se mexa)  venceu o Prêmio Strega 2002 de melhor romance, foi lançado em 2003 no Brasil com a tradução de Eduardo Brandão, e é um romance pouco comentado no mundo online assim como muito dos italianos que conhecemos.

IMG_5787

Neste romance, Margaret conta uma história com ares de arrependimento. Quando uma garota avança um sinal fechado em um cruzamento movimento de Roma sofre um acidente, muda tudo para muita gente.  Enquanto a filha, a jovem que sofre o acidente, passa por uma cirurgia de vida e morte, seu pai, médico que no momento, sem poder fazer nada, começa um longo monólogo sobre uma história secreta de sua vida.

Com esse monólogo do protagonista a história ganha vida e percorre todos os caminhos de Roma, das periferias, as festas. Dos hospitais ao mar.

IMG_5788

Em uma história com apenas um ponto de vista, sentimos falta de outra opinião, sabemos da culpa que o personagem carrega, mas não deixamos de julgar os atos mesquinhos do pai de família bem sucedido em sua profissão.

Margaret narra fatos da vida cotidiana de um jeito simples, transformando algo que muitas pessoas já passaram ou encontram na vida, em uma grande história. É uma narrativa íntima, envolvente e interessante. Não temos heróis ou grandes personalidades. Temos pessoas medíocres, relacionamentos fortes e muitas vezes absurdos. Temos o julgamento do leitor em cada situação apresentada, somos juízes de crimes que nunca tiveram um culpado, somos jogados em meio ao tsunami da vida e perdemos todas as nossas forças ali no meio.

IMG_5789

Não gosto de Timóteo, odeio suas atitudes, me machuca a forma condescendente com que ele narra sua própria história. Mas eu gosto do livro, do que ele passa e de como desconstrói um mundo perfeito sem deixando marcas cruéis de uma realidade comum. Margaret sabe conversar com o leitor sobre relacionamento, sobre a mesquinhez dos sentimentos humanos e apresentar isso ao leitor de uma forma sutil.

IMG_5790

Margaret Mazzantini: Nasceu em Dublin, Irlanda, em 1961, filha do escritor Carlo Mazzantini e de uma artista plástica irlandesa. Vive em Roma, onde se diplomou em artes dramáticas em 1982. Seu primeiro romance, Il cantino di zinco (Marsílio, 1994) se transformou num sucesso de público e crítica. Para o teatro, escreveu a peça Manola (Mondadori, 1998) e o monólogo Zorro (2000). Não se mexa venceu o Prêmio Strega 2002 de melhor romance.

{ Esse livro foi enviado pela editora Companhia das Letras para resenha no blog. Em compromisso com o leitor, sempre informamos toda forma de publicidade realizada pelo blog

CLIQUE AQUI PARA COMPRAR 

Baci ;*

Aproveite para nos seguir nas redes sociais!
Facebook ☁ Instagram ☁ Twitter ☁ Tumblr ☁ Google +  ☁ Pinterest ☁ Youtube  Blogvin ☁ Flickr

 

Captura de Tela 2017-06-29 às 10.53.35