25333237012_3141084562_o

A Raquel do Pipoca Musical me indicou muito esse livro e como eu já tinha uma ótima experiência com Jack London depois de ler Caninos Brancos. Apostei que seria uma ótima chance de conhecer ainda mais o autor e aproveitei essa linda edição de bolso da Editora Zahar para adentrar nesse aventura pelos sete mares com Jack London.

Em “O Lobo do Mar” conhecemos o jove intelectual Humphrey Van Weyden que é resgatado após a embarcação que ele estava naufragar. Obrigado a integrar a tripulação da escuna de caça Ghost ele se vê abordo de uma verdadeira aventura. A rotina do Ghost não é como ele imagina e tudo que acontece ali com a dura rotina dos tripulantes importa pela tirania do capitão Wolf Larsen está muito além da imaginação de Humphrey poderia imaginar.

IMG_5607

O Lobo do mar é  o encontro entre duas concepções de mundos diferentes que se abraçam em discussões impressionantes sobre o valor da vida, a civilidade, o moralismo e muitos outros assuntos. São duas pessoas comuns com opiniões diferente sobre diferentes aspectos da vida humana em que seus atos estão em todos os momentos impedindo-os de mudar e encontrar um meio tempo.

Jack London presenteia o leitor de “O Lobo do Mar” com inúmeras reflexões sobre a vida e a condição humana. Muitas pessoas podem ler este livro e ter opiniões completamente diferentes sobre os personagens que nos são apresentados. A escuna Ghost é um campo de estudo sociológico para que o leitor possa estudar as diferentes atitudes que seres humanos podem tomar, quando postos em situações extremas.

A violência é constantemente discutida e vivenciada. É um livro que explora isso de uma forma positiva para mostrar ao leitor o quanto podemos mudar quando expostos a diferentes situações.

IMG_5612

IMG_5609  IMG_5611

O livro me surpreendeu muito e foi uma leitura incrível. Eu amava mais a cada página, mas senti que o final deu uma desandada. A partir do momento em que os tripulantes do Ghost encontam um bote com outras pessoas, mais para o final da história, Jack perde a mão.

Essa parte da história pode não te incomodar como me incomodou, mas senti que o final poderia ser muito melhor com um pouco mais da essência do começo do livro, a violência, as cenas do embate que a gente esperava desde o início, participar melhor daquele momento e não só ver a decadência de um dos melhores personagens de longe. Isso me decepcionou, mas não estragou a experiência incrível de leitura que foi todos os embates entre Wolf e Hump.

O livro na edição de luxo de bolso da Zahar é incrível. nas fotos acima vocês puderam conferir vários detalhes que torna o livro um excelente volume para aquisição.

IMG_5606  IMG_5610

Em resumo, é uma história longa com algumas partes mais lentas, mas apaixonante. Se você se deixar abraçar por essa história, vai terminar um livro que te mostrará muito sobre a vida, sobre as pessoas e sobre o mundo em geral. É um olhar diferente sobre coisas que raramente paramos para pensar tão profundamente.

IMG_5608
ISBN-13: 9788537814536 | ISBN-10: 8537814539 | Ano: 2015 | Páginas: 456 | Editora: Zahar

Jack London: Pseudônimo de John Griffith Chaney, foi um escritor americano, autor de mais de 50 livros, dentre os quais, The Call of the Wild, White Fang e The Sea-Wolf. Foi o autor mais bem pago dos Estados unidos e o americano mais lido no exterior. Após anos de problemas com alcoolismo, faleceu aos 40 anos.

{ Esse livro foi enviado pela editora Zahar para resenha no blog. Em compromisso com o leitor, sempre informamos toda forma de publicidade realizada pelo blog

CLIQUE AQUI PARA COMPRAR 

Baci ;*

Aproveite para nos seguir nas redes sociais!
Facebook ☁ Instagram ☁ Twitter ☁ Tumblr ☁ Google +  ☁ Pinterest ☁ Youtube  Blogvin ☁ Flickr

Captura de Tela 2017-06-29 às 10.53.35