14493524317_1afc983f95_o

Eu sei que estou cutucando o vespeiro, mas algumas coisas precisam ser ditas e como eu acho que não tenho medo, vim aqui para falar sobre elas.

Sei que muita gente pode ficar até um pouco chateada, mas vamos sempre encarar com o meu lado profissional. Quando eu escrevi esse post com dicas para conseguir parceria com editoras eu contei que trabalho com autores e em uma agência onde já selecionei alguns blogs para ações diversas. Então estou aqui novamente para falar o que noto e coisas que me fazem desistir de um blog como leitora, profissional e amiga blogueira. Espero que vocês gostem e possam mandar de indireta para o amiguinho que não é legal no blogosfera.

Se você quiser conferir outros posts da categoria Dicas Para Blogs, antes de ler esse,  você pode conferir nos links abaixo os temas que já comentamos por aqui!

O manual da boa vizinhança para blogs literários.

Antes de mais nada, acho que o primeiro passo para se ter um bom convívio nesse mundo chamado internet é não pensar somente em você. Respeito, bom senso e educação são coisas que nunca devem ser esquecidas. Mas como todo mundo aprendeu com a mamãe, eu agradeço por não precisar lembrar isso

1. Onde começa e acaba o respeito: Acho que um dos pontos básicos para começar é saber que o respeito é importantíssimo quando se trata de blogs. Se você não gosta da pessoa, não tem problema. Eu mesma não gosto de um milhão de pessoas, mas nem por isso eu falto com o respeito com cada uma delas. Quando a gente aprende a forma que gosta de ser tratado, começa a tratar os outros da melhor forma possível também. Eu posso não curtir a atitude da fulana com uma editora, mas não é por isso que eu preciso ir lá xingar ela, falar que ela é burra, feia e gorda, né?

2. ELE NÃO É BOM E TEM EDITORA PARCEIRA: E você é um chato por ficar caindo sempre no mesmo mimimi! Hey, parou né? O que será que ele tem de bom que uma editora pode ter reparado? Será que você não pode tentar mudar e procurar algo para melhorar? Até assumir o erro, buscar ser humildão e ir lá pegar umas dicas com o cara? Não custa, não dói e você não vai ser menos blogueiro(a) por pedir dicas ou ajuda.

3. Humildade, volta aqui!: Um dos ensinamentos mais preciosos que eu tive com a minha família é ter humildade. Saber admitir os erros, saber ver o valor em cada pessoa que te acompanha. Não importa se ele é o zezinho da esquina ou a menina que mora nos EUA e descobriu seu blog. Cada um tem importância. Esquecer das pessoas que te ajudaram desde o início também não vai fazer nada além de mostrar que você pode ser um pouco ingrato. Não responder uma pergunta simples por alguém por puro “Ah não quero” pode só mostrar que você esqueceu das coisas que te levaram a chegar no ponto que está agora. É obvio que chega um ponto que é impossível responder e fazer tudo. Mas tentar já mostra o quanto você é uma pessoa que vale a pena acompanhar.

4. Problemas pessoais VS Blog: Se você está puta da cara com algo, nem aparece nas redes sociais. O blog também é trabalho de certa forma, e as pessoas não sabem como você está do outro lado da tela. Se você entender algo errado e partir com quatro pedras na mão pode acabar estragando a sua imagem por algo que poderia ser facilmente evitado.

5. Não queira ter a última palavra. Respira e responde depois: Acabou entrando sem querer em uma briga e bafafá e agora tá incomodando? Esfria a cabeça, pensa melhor sobre o assunto e depois volta a responde. Você não precisa discutir. Nem sempre ser melhor que alguém é brigar mais no twitter, com um bom momento de paz, a gente consegue ficar longe de barracos e consegue levar uma vida mais calma. (Sim, eu não gosto de barracos, acho desnecessário e passa uma imagem negativa do blogueiro, se você gosta bem… legal, nós temos opiniões diferentes e isso é bacana, não precisamos discutir por causa disso).

6. Pense no amiguinho antes: Antes de falar, comentar, julgar e atirar cinco pedras: PENSE! Eu sei que vocês que estão lendo, as vezes nem precisam realmente ler isso. Mas algumas pessoas esquecem que do outro lado da tela existe outra pessoa, com sentimentos e será que é preciso fazer alguém se sentir mal ou criar inimizade assim, de graça?

7. Não preciso ser amigo de todo mundo, porém não sou obrigado a odiar: É obvio que tem pessoas que você gosta mais que outras, assim como blogs que você gosta mais do que outros. Mas será que você precisa perseguir aqueles que não gosta para apontar qualquer erro? Vamos ser mais livres ♥.

8. Não preciso ter opinião formada sobre tudo: Já dizia Raul.

9. Os blogs podem ganhar dinheiro: CARALHO! Desculpa. Me exaltei, mas me revolto muito nessa parte, se o blog é verdadeiro, avisa a publicidade, o publieditoral e tudo mais, qual é o problema da pessoa ganhar dinheiro com a indicação? Ou você acha que a novela/série e filme também não faz isso? Desculpe mas aquele close no banco, loja ou carro na hora que o ator gatinho ta passando na rua não foi avisado e é propaganda que a gente aceita de boa.

10. Editoras tem preferencias e nem sempre é você: Isso infelizmente é uma verdade e é triste eu sei. Eu também queria que certas editoras me amassem, mas não funciona assim eu preciso aceitar. E sabe o que mais: TA TUDO CERTO NISSO.

11. Apontar o erro não te faz mais sagaz: apenas mais chato e caga regra.

12. Esse post não deve ser levado como regra de vida: Eu não to certa nem nunca vou estar em tudo na minha vida. Mas a única coisa que sempre presei como um dos maiores tesouros do mundo foi o bom convívio. Se eu não tenho algo que me estressa, eu gosto ainda mais de estar no meio. De conversar, de brincar e ser amiga. Acho que isso foi o que me levou a fazer esse post e comentar sobre isso por aqui. Ter amigos, conversar com sinceridade e ser algo divertido é o que faz a blogosfera valer a pena. E como eu acredito vocês, acho que não vamos precisar botar qualquer coisa daqui em prática, pelo simples motivo de que: Já fazemos todas ♥

Então é isso. Vou ficando por aqui, acho que já fiz um post grande o suficiente para ser odiada até o fim do mundo. HEHEHEHEHEHEHE
Mas brincadeiras a parte, espero que gostem e que possam ver que pequenas atitudes podem mudar o nosso convívio e construir uma blogosfera mais harmoniosa. Não vou pedir paz e amor, até pelo motivo de que se todo mundo se amar, uma hora vai parecer falso demais. Mas a gente pode se respeitar mais e ser FELIZ!

Aproveite para nos seguir nas redes sociais!
Facebook ☁ Instagram ☁ Twitter ☁ Tumblr ☁ Google +

Captura de Tela 2017-06-29 às 10.53.35