Na última terça-feira eu assisti o lançamento “O Mistério do Relógio na Parede” a convite da ESPAÇO/Z e da UNIVERSAL PICTURES na pré-estreia em Curitiba.

O filme com direção de Eli Roth (O Albergue, de 2005 e Bata Antes de Entrar, de 2015) é a adaptação de um dos livros da série infantil, “Coleção Aventuras de Lewis Barnavelt”, do escritor John Bellairs, publicada no Brasil pela Editor Record. Os livros narram as aventuras do jovem Lewis Barnavelt e contam com mais de 10 histórias diferentes.

A adaptação se concentra no seu livro homônimo e nós apresentaJack Black, Cate Blanchett e Owen Vaccaro nos papéis principais, mas claro, não podemos esquecer de Kyle MacLachlan (Twin Peaks) que também tem um papel muito importante em toda essa história.

“O Mistério do Relógio na Parede” é um daqueles filmes para assistir com as crianças no Halloween. Apesar de alguns momentos bem estranhos e sombrios, o filme mantem o clima de comédia com uma relação divertida entre Jack Black e Cate Blanchett que tem uma sintonia interessante com seus personagens.


Lewis é nossa clássica criança prodígio que acaba descobrindo uma força muito maior do que imaginava dentro de si, e durante o filme tenta consertar seus erros de criança mostrando que pode sim ser um bruxo e parte daquela família diferente com seu tio.

O que mais nos chama atenção em “O Mistério do Relógio na Parede”, é justamente a forma com que ele conversa sobre família, perdão, medo e luto. Eu gosto muito de obras que trabalhem o luto de uma forma saudável com crianças, pois é algo difícil e complicado onde a magia e a fantasia pode ter um papel fundamental para nos ajudar a sobreviver e a passar por isso.

Minhas coisas preferidas no filme são a discussão sobre família, pessoas que não se encaixam em um padrão e por causa do destino acabam se juntando e formando sua própria forma de família, a perda e a forma de lidar com o terror juvenil, com um gore divertido e bizarro com aquele ar de Halloween curtirem a adaptação. Sem falar de toda a magia que nos encanta independente da idade, já imaginou morar em uma casa mágica?



Apesar de alguns temas bem trabalhados o filme tem algumas cenas desnecessárias que acabam quebrando o clima de alguns momentos importantes na narrativa. É um bom filme para descontrair e curtir no cinema com um pacote de pipoca.  Aliás, tem Cate Blanchett que é sempre maravilhosa!

Título original: The House With a Clock in its Walls
Data de lançamento
 20 de setembro de 2018 (1h 46min)
Direção: Eli Roth
Elenco: Jack Black, Cate Blanchett, Owen Vaccaro e outros
Gêneros: Fantasia, Família

SINOPSE E DETALHES:

Lewis (Owen Vaccaro), de apenas 10 anos, acaba de perder os pais e vai morar em Michigan com o tio Jonathan Barnavelt (Jack Black). O que o jovem não tem ideia é que seu tio e a vizinha da casa ao lado, Sra. Zimmerman (Cate Blanchett), são, na verdade, feiticeiros.

CONFIRA O TRAILER:

Aproveite para nos acompanhar nas redes sociais!