likecrazy

Eu amo estar na bad e deitar no sofá com alguma coisa deliciosa para comer e se despedaçar um pouco mais com histórias de amor que a gente sabe que não vai viver nunca. Mas eu amo muito mais, aqueles filmes com finais duvidosos, aqueles amores despedaçados, aquele que machuca, que a gente sente de verdade. Não tem alegria em um amor totalmente feliz na ficção. Eu gosto de sentimento e do que ver um filme assim faz com a gente.

Eu gosto de drama. Eu gosto de acabar um filme e ficar olhando pro teto sentindo tudo aquilo que acabei de ver. Mas desculpe, eu nunca fui mesmo de fazer sentido.

Então vamos deixar de falar de mim e falar sobre “Like a Crazy”, um daqueles filmes que você acaba finalmente decidindo ver na Netflix e quando vê, aperta o cobertor mais forte pois o tapa na cara é grande.

Like Crazy (2011) dirigido por Drake Doremus  conta co Anton Yelchin, Felicity Jones, Jennifer Lawrence, e Alex Kingston no elenco. Ganhou o Prêmio do Júri do Festival Sundance de Cinema de 2011 e também conta com diálogos improvisados que completam muito bem o clima do filme.

“Like a Crazy” acompanha um casal que acabou de se conhecer e descobriram que foram feitos um pro outro, a única coisa que eles não contavam era que por causa de um atraso no viso eles ficaram em continentes diferentes e teriam que lidar com toda essa distância. E se você não sabe, namoro a distância é mais complicado do que parece (e eu tenho propriedade pra falar sobre o assunto).

Durante todo o filme temos um casal tentando lidar com o difícil trabalho de ser um casal. De ter que lidar com a troca de mensagens, com se falar de vez em quando. Quando se está longe o “Oi, tudo bem?” começa a ficar mais difícil, falta contato, falta abraço, falta olhar nos olhos e sentir o eu te amo sem dizer.

O filme mostra todas essas dificuldades, a traição que aos poucos chega, um casamento para tentar lidar com todas as situações absurdas como se essa fosse a melhor escolha. O filme é todas aquelas escolhas erradas que você sabe que vai acabar em um pote gigante de sorvete. É a vida que quase dá certo em alguns momentos e é a nossa auto sabotagem agindo em todos os segundos.

O filme não é um dos melhores filmes que você pode assistir por amor, mas ele é delicado, tem um sentimento muito forte em tudo e se você está naqueles momentos da vida onde só um filme assim salva, esta pode ser a escolha certa. Então aproveita a dica.

Direção: Drake Doremus
Produção:  Jonathan Schwartz, Andrea Sperling
Roteiro: Drake Doremus, Ben York Jones
Elenco; Anton Yelchin, Felicity Jones, Jennifer Lawrence, Alex Kingston
Gênero: Drama romântico
Música: Dustin O’Halloran
Cinematografia: John Guleserian
Edição: Jonathan: Alberts
Companhia(s) produtora(s):  Super Crispy Entertainment
Distribuição: Paramount Vantage
Lançamento:  Estados Unidos 22 de janeiro de 2011 (Sundance), Brasil 25 de outubro de 2012 (DVD premiere)
Idioma: Inglês
Orçamento: US$250,00o

Aproveite para nos seguir nas redes sociais!

Facebook ☁ Instagram ☁ Twitter ☁ Tumblr ☁ Google +  ☁ Pinterest ☁ Youtube  Blogvin ☁ Flickr

Captura de Tela 2017-04-11 às 09.34.46