[Resenha] 60 Contos Diminutos de Marília Pirilo | @EditoraBiruta

[Resenha] 60 Contos Diminutos de Marília Pirilo | @EditoraBiruta

Um livro que ou você ama, ou você ama!

“60 contos diminutos” são minicontos para ler a qualquer hora. Textos curtos, rápidos, de poucas linhas. Recortes da realidade, pequenas histórias do cotidiano. Espaços provocadores, deixados ali de propósito porque algumas vezes muito mais interessante que mostra é apenas surgir e deixar ao leitor a tarefa de “preencher” as lacunas e entender a história por trás da história. São 60 contos para fazer pensar, questionar, concordar ou discordar. Para imaginar diferente, se identificar, dar de ombros, destestar ou adorar.

Eu adiei fazer a resenha desse livro, sempre fico querendo fazer resenhas que façam vocês saírem correndo em disparada para a livraria comprar o livro (quando os livros são bons).

Felizmente janeiro foi um ótimo mês para as leituras, li um total de 15 livros e destes talvez eu possa reclamar apenas de 1. E confesso, fazer resenha de livro bom é pior do que fazer resenha de livro ruim.

Quando é ruim a gente fala mesmo, é o natural da vida, é mais fácil criticar do que elogiar. E hoje eu quero elogiar tanto esse livro que acabou ficando difícil demais fazer essa resenha.

Mas vamos começar pelo que mais chama atenção nesse livro: a arte gráfica.
O livro é feito/escrito por uma ilustradora, a Marília Pirilo,  além de ilustrar divinamente este pequetito livro, a Marília também escreveu seus contos diminutos.

Não tem como pegar esse livro e não se apaixonar pela delicadeza pintada em azul e branco! Marília brinca com os itens de seus textos para completar os textos com ilustrações lindas e com personalidade.

O livro tem cara de moleskine, eu me senti lendo o diário de alguém que gosta muito de desenhar e aos poucos além de escrever bem, foi distinguindo textos e desenhos para criar algo novo e diferente.

O livro é pequeno, poucas páginas, um livro para se ler em menos de uma hora. Eu li antes de dormir, tentando fazer o nome do livro ter sentido, lendo um conto por minuto.

Recomendo o livro a todos que puderem e quiserem ter mais um livro de cabeceira ou dentro da bolsa que retrate o espirito juvenil.

Os contos são as vezes doces mas em outros pontos fortes, com algumas “pegadas” diferentes em temas que nos fazem pensar, como a morte que é trabalhado em um texto.

Não são apenas 60 contos, são OS 60 CONTOS!
O livro é um ótimo presente para todas as idades, impossível não querer levar para casa. Impossível alguém ficar de cara feia ao receber esse lindo livro em formato de moleskine super cult.
Ou melhor ainda. Tem na família ou conhece aquela criança/adolescente que adora desenhar? Esse é o presente certo!

Minha nota é cinco xícaras de café em uma xícara de ilustração azul! A Marília merece todos os meus elogios depois desse lindo trabalho 😉

Anna Schermak
Anna Schermak

Criadora do @pausaparaumcafe, social media, formada em marketing, rata de biblioteca, intolerante à lactose e a pessoas de mau humor.

7 comments

Leave a comment
  1. mrs. baggins

    5 de fevereiro de 2013 at 16:11

    muito boa resenha!

  2. Kelry Caroline

    5 de fevereiro de 2013 at 23:54

    O livro é muito fofo, me apaixonei.

  3. Aymée Meira

    7 de fevereiro de 2013 at 00:02

    é um tipo de livro que me cativa facilmente.
    os livros da editora surpreendem na parte criativa…
    adoooooooooro *-*
    beijos

  4. Monica Silva

    7 de fevereiro de 2013 at 00:44

    Apaixonei!! Capa, diagramação e a idéia de ler coisas que nos façam pensar e aprender me agradaram muito… vá já pra listinha livro lindo!! rsrsrrs

  5. Talita Silva

    7 de fevereiro de 2013 at 13:10

    Livros de contos são adoráveis para se carregar por ai, sempre dá pra encaixar um ou outro dentre o seu tempo na rua. Resenhas sempre nos deixando pobres, a cada resenha que leio aqui eu tenho que sair correndo da internet correndo se não acabo gastando o que eu não devo gastar haha As ilustrações do livro são lindas mesmo. Sempre gostei de desenhar, mesmo não tendo talento ~derrama lágrimas~ então o livro é presente certo pra mim, que provavelmente vou dar pra mim mesma assim que eu puder.

  6. Queen Bitch

    11 de fevereiro de 2013 at 21:42

    Adorei a capa, mas, estranhamente, por alguns segundos a ilustração me lembrou avós, pois é. hahaha Gosto de contos assim rapidinhos que, mesmo curtos, te fazem pensar, sabe? E isso me chamou mais atenção do que a arte gráfica, pra ser sincera.

  7. Ester Ribeiro

    12 de fevereiro de 2013 at 14:53

    Eu vi você falando deste livro nas suas leituras de janeiro, e foi o que mais me chamou a atenção. É um livro pra presente mesmo! Já coloquei na minha lista.

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.