11

Organizadora: Ana Lúcia Merege
ISBN: 978-85-62942-95-2
Gênero: Fantasia, ficção científica
Formato: 14 cm x 21 cm
Páginas: 248
Preço de capa: R$ 44,90 (papel)
R$ 19,90 (e-book)

Nota: 3/5

Comprar: com a Editora
Participe da promoção no site da Leitora Incomum

Sinopse: Todos já ouvimos falar do Rei Artur. Desde as crônicas medievais até a literatura contemporânea, passando por meios como o cinema, teatro, quadrinhos e games, muito foi contado sobre ele, seus cavaleiros e o mago Merlin, reinventando o universo mágico cujo centro é a corte do reino de Camelot. A coletânea Excalibur – histórias de reis, magos e távolas redondas abraça esse imaginário, reunindo histórias inspiradas por versões das novelas de cavalaria e releituras contemporâneas, mas sem ignorar a sua origem na mitologia celta. O resultado é a diversidade de estilos, cenários e gêneros que vão da fantasia heroica ao dieselpunk, sempre unidos à atmosfera de magia e aventura que imortalizaram o Rei Artur. Na liderança dessa missão pelo Santo Graal está Ana Lúcia Merege, que divide a Távola Redonda com um conto ao lado dos destemidos Roberto de Sousa Causo, Liège Báccaro Toledo, Luiz Felipe Vasques e Daniel Bezerra, André S. Silva, Pedro Viana, A. Z. Cordenonsi, Ana Cristina Rodrigues, Marcelo Abreu, Melissa de Sá, Octavio Aragão e Cirilo S. Lemos. Batalhas, encantamentos, amores, intrigas e traições – tudo isso e muito mais se revela a cada página de Excalibur, uma homenagem à fantasia medieval e aos heróis que nunca morrem.

10

Ainda em 2013 eu recebi da autora e organizadora da antologia Excalibur um exemplar para resenhar.  Ana Lúcia Merege  me mandou um email bem interessante e eu aceitei apresentar o projeto aqui no blog pois eu mesma comecei a escrever um conto na época, mas acabei abandonado pois minha ideia para o Rei Arthur e os cavaleiros da távola redonda era realmente um pouco ousada demais.

A Grã Bretanha além de ser o lar e a criadora de vários grandes atores e autores, também é o berço de uma das maiores lendas conhecidas pelo mundo.  É isso mesmo. Arthur e seus cavaleiros são conhecidos pelas histórias medievais e segundo esses romances, ele teria comandado a defesa contra os exércitos saxões na Grã Bretanha logo no início do século VI.

Durante os anos, Arthur e seus cavaleiros se concretizaram em nosso imaginário a partir de todas as adaptações dessa lenda antiga, seja nos livros, nos cinemas, e até em músicas inspiradas em suas conquistas e batalhas. E em 2013 nós tivemos uma “homenagem” a essa história feita pela Editora Draco, com a antologia Excáliobur – Histórias de Reis, Magos e Távolas Redondas.

Composta por vários contos o livro impressiona muito por sua beleza gráfica. E não é mérito da fotógrafa aqui. O livro é realmente maravilhoso em seu aspecto físico. Ganhou disparadamente da antologia Dragões que eu já achava bonita.

9

8

3

2

4

1

Eu não vou comentar todos os contos, afinal vocês sabem minha opinião, gosto de falar da obra como um todo quando ela é feita de contos, pois nunca se sabe quando uma pequena palavra é um grande spoiler em uma história tão curta.

Excalibur é composta pelos contos:

A Memória da espada – Roberto de Sousa Causo
O espelho – Liège Báccaro Toledo
Momento decisivo – Luiz Felipe Vasques e Daniel Bezerra
Cavaleiro anônimo – André S. Silva
Mau conselho – Pedro Viana
A solução final – A. Z. Cordenonsi
O herdeiro de Shalott – Ana Cristina Rodrigues
A fada – Marcelo Abreu
O fio da espada – Melissa de Sá
As mãos vermelhas de Isolda – Octavio Aragão
A dama da floresta – Ana Lúcia Merege
O rei às margens do rio – Cirilo S. Lemos

E aqueles que mereceu minha maior atenção e minha menção aqui na resenha é O Rei às Margens do Rio de Cirilo S. Lemos. Eu já sou uma fã dos contos de Cirilo em todas as antologias da Draco que ele participa e eu já li. E aqui mais uma vez ele faz o seu trabalho muito, muito bem! Como se o melhor estivesse guardado para o final. O fim épico para a antologia em homenagem a lenda épica de Arthur.
Com um toque brasileiro a história nos preenche com um ponto de vista alternativo com muita criatividade e inspiração. Ele é o meu favorito com toda certeza!

Agora aproveitem para conferir um pouto da parte gráfica e diagramação do livro que é completamente inspiradora e perfeita para o tema da história.

6

5

7

Captura de Tela 2017-06-29 às 10.53.35