[Resenha] Habibi de Craig Thompson | @cialetras

[Resenha] Habibi de Craig Thompson | @cialetras

Por Jean Karax

“Uma história de amor pode tomar muitas formas. Em Retalhos, premiada graphic novel que colocou Craig Thompson entre os grandes nomes do quadrinho mundial, foi a história de um jovem que se viu preso entre valores religiosos e a força da primeira paixão. Em Habibi, é a saga de dois escravos fugitivos, unidos e separados pelo destino, vivendo no limite que separa a tradição da descoberta. Dodola, uma garota perspicaz e independente, foge de seus captores levando consigo um bebê. Eles crescem juntos no deserto, sozinhos em um navio naufragado na areia. Em meio a sentimentos cada vez mais conflitantes, os dois passam o tempo contando histórias. Assim, somos apresentados também à origem do islamismo e de suas tradições, conforme as narrativas se combinam numa trama de aventura, romance, filosofia e tragédia.”

Na real, estou me sentindo um Graphic Novel’s fag. Toda vez que vou escrever uma resenha sobre um Graphic Novel, eu acabo falando muito bem delas. Não tenho culpa se todas que li até agora são realmente muito boas xD. Então vamos a resenha:

Untitled2

Habibi, mais uma obra prima de Craig Thompson (autor de “Retalhos”), é uma obra onde temos um trabalho em que levou à Thompson nada menos do que sete anos para ser completado, um trabalho que envolveu pesquisa profunda sobre o assunto em questão e que é justificado no seu enredo e na arte.

habibi_craig_thompsonor

Em Habibi, acompanhamos, de maneira não linear, as aventuras e desventuras de Dodola e Zam, dois escravos unidos em circunstâncias não muito aprazíveis. Esta jornada é ambientada em um país fictício do oriente médio em uma época desconhecida, onde se misturam elementos distópicos com elementos fantásticos que lembram (e explicitamente tiveram inspiração em) as Mil e uma Noites.

habibi0009-732x1024-625x874Na minha humilde opinião, mais que uma simples Graphic Novel, é uma obra de arte, e digo mais, cada página é uma obra de arte singular e juntando tudo temos uma orgia de arte em si. Como dito antes, Craig Thompson levou sete anos para terminar Habibi, e foram sete anos de um puta trabalho. Ele estudou detalhe por detalhe a culturaIslâmica, todo o alcorão, as origens da caligrafia utilizada, o significado de cada letra, os costumes daquele povo etc, etc, e etc. E o que temoscomo resultado? Uma brincadeira misturando desenho e caligrafia, uma peça de Mozart em imagens, veludo para os olhos, a verdadeira arte visual de forma elegante. E é justamente isso que vemos nas páginas de Habibi. De verdade, eu queria saber ler árabe para desfrutar 100% daquilo, pois Thompson descreve, no decorrer da trama, parte da história simbólica das letras e palavras árabes entrelaçando-as de maneira bela com a própria trama. Há também certa abstração poética na arte, nos fazendo viajar muitas vezes em apenas uma página (típico do titio Craig). Thompsontambém tenta de certa maneira humanizar a imagem que temos sobre a cultura Islâmica, que convenhamos, é bem conturbada na sociedade ocidental.

tumblr_mbrobhbRlT1qe324ro1_1280

Além de toda essa firula artística, há alguns dos elementos característicos das principais obras de Craig Thompson: culpa, vergonha relativa aos próprios instintos e fantasias, tudo isso com uma pitada de religião ao fundo. Logo, não espere uma leitura leve. A leitura é pesada, justamente por se tratar de assuntos pesados, pois Thompson da ênfase em assuntos como dor, mutilação, envelhecimento, como o sexo e a gravidez afeta não apenas como as pessoas se sentem, mas quem elas são.

Preciso falar quantas xícaras de café esta obra merece? Acho que não né.

Leia aqui um trecho de Habibi
Aproveite para Comprar Por RS 57,00

Anna Schermak
Anna Schermak

Criadora do @pausaparaumcafe, social media, formada em marketing, rata de biblioteca, intolerante à lactose e a pessoas de mau humor.

1 comment

Leave a comment
  1. Kelry Caroline

    14 de abril de 2013 at 03:25

    Pelo que li na resenha o livro me pareceu bem polêmico, agora não sei ao certo se leria o livro, mas pelas imagens achei bem interessante.

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.