[Resenha] Laços Inseparáveis de Emily Giffin | @Novo_Conceito

 Marian Caldwell é uma produtora de televisão de 36 anos, vivendo seu sonho em Nova York. Com uma carreira bem-sucedida e um relacionamento satisfatório, ela convenceu todo mundo, inclusive si mesma, que sua vida está do jeito que ela deseja. Mas uma noite, Marian atende a porta… para apenas encontrar Kirby Rose, uma garota de 18 anos com a chave para o passado que Marian pensou ter deixado para trás para sempre. Desde o momento que Kirby aparece na sua porta, o mundo perfeitamente construído de Marian — e sua verdadeira identidade — será chacoalhado até o fim, fazendo ressurgir fantasmas e memórias de um caso de amor apaixonado que ameaça tudo para definir quem ela realmente é.
Para a precoce e determinada Kirby, o encontro vai provocar um processo de descobrimento que a leva ao começo da vida adulta, forçando-a a reavaliar sua família e seu futuro com uma visão sábia e doce.
Enquanto as duas mulheres embarcam em uma jornada para encontrar o que está faltando em suas vidas, cada uma irá reconhecer que o lugar ao qual pertencemos normalmente é onde menos esperamos nos encontrar — um lugar que talvez forçamos a esquecer, mas que o coração se lembra eternamente.

Não sou uma fã de Emily Giffin, sim. E talvez por causa disso muita gente queira discutir comigo. Sinceramente não consigo achar a mesma graça que vocês nos escritos da autora. Ler Presentes da Vida não foi nada fácil. Por esse fato… só em imaginar ler Laços Inseparáveis estava me deixando com medo. Já estava prevendo alguma personagem fútil e sem justificativa, mas….

Graças ao bom Deus Laços Inseparáveis conseguiu ser melhor e não se tornar um fardo durante a leitura. Pelo contrário. Foi muito bom ler Laços Inseparáveis e me surpreender com algo que não estava esperando. Um romance com personagens legais e totalmente ao contrário dos fúteis e chatos, que eu estava esperando.

O livro não entra em nenhum ponto na minha lista de favoritos e acaba da forma perfeita para ter uma deixa para mais um livro de propósito. De uma forma que não precisava.

Lemos um livro de 448 páginas para ter simplesmente a resolução de um problema e mesmo assim algo meio superficial. Não consigo parar de achar que fui enganada enquanto a história prometia muito muito mais e só me mostrou um encontro entre mãe e filha.

Eu tenho um caso de adoção na família e Laços Inseparáveis não trouxe muito da realidade. Não conseguiu transmitir os dois lados da moeda que eu conheço da vida real. Ele é muito mais bonito e romantizado, talvez um pouco mais de verdade seria mas construtivo para qualquer leitor.

O livro é fácil e tem uma leitura rápida e fácil apensar das suas 448 páginas. Leva 2,5 xícaras de café e a cada dia que passa eu vejo que eu começo a ficar mais chata com as minhas leituras. Infelizmente… ou felizmente, tudo é um ponto de vista.

 

Share:
1 comments so far.

Uma resposta para “[Resenha] Laços Inseparáveis de Emily Giffin | @Novo_Conceito”

  1. Kelry Caroline disse:

    Sou muito fã da Emily, conhecia o livro. Adoro o estilo da escrita dela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Anna Schermak

Anna Schermak

26 anos, Curitibana, Formada em Marketing. Criadora do Pausa Para um Café e Social Media na maior parte do tempo. Apaixonada por cachorros, cafés e bons livros.

PESQUISE

PUBLICIDADE

DICA DE CURSO

COLUNAS

Submarino

Últimos Vídeos