[Resenha] Os últimos dias de Krypton de Kevin J. Anderson | @fantasycdp

[Resenha] Os últimos dias de Krypton de Kevin J. Anderson | @fantasycdp

Antes do Apocalipse – que fez o bebê conhecido mais tarde como Clark Kent ser enviado à Terra – Krypton prosperava. Na cidade de Kandor, o cientista Jor-El e a historiadora Lara casaram-se e tiveram Kal-El, o único que sobreviveria ao fim do mundo. Tudo era harmonia e perfeição numa civilização com baixíssimo índice criminal, quando um alienígena invade o planeta e provoca uma tragédia irremediável para os kryptonianos. É a grande chance do diabólico General Zod tomar o poder e implantar uma ditadura que usará da invenção tecnológica de Jor-El para subjugar a todos. E em meio a tudo isso, uma tragédia fatal se aproximava – um destino catastrófico profetizado por Jor-El que mudaria a história kryptoniana para sempre…

AVISO: Caro fã do Homem de Aço (ou Homem de Ferro com carbono e elementos de liga), não conheço a trajetória do cuecudo, tampouco todas as releituras da sua vida. Então o meu julgamento sobre Os últimos dias de Krypton é leigo e baseado no que eu considero uma boa ou má história de ficção. Okay?

Acho que vocês sabem da minha falta de interesse nos herois da DC Comics, certo? *team Marvel o/* Mas quando se trata de livros eu aceito ler absolutamente qualquer coisa, e se a história é ambientada em outro planeta, que tenha tecnologia avançadíssima e intrigas políticas, melhor ainda.

Os últimos dias de Krypton é isso. Escrito por Kevin J. Anderson e publicado aqui no Brasil pela Fantasy – Casa da Palavra, é uma deliciosa ficção científica salpicada com uma dose generosa de política, conspiração e fim do mundo.

Alguns autores gostam de matar ser personagens (né senhor G.R.R. Martin?), não é mesmo? Pois bem, o senhor Anderson me deu a impressão de ADORAR matar planetas. Sim. Exatamente isso. Ele conseguiu bolar incontáveis maneiras de destruir um planeta em 464 páginas. Todas diferentes umas das outras, e a maioria envolvendo catástrofes ambientais/planetárias. Claro, é super normal que ao mesmo tempo o sol daquele sistema sola esteja em vias de fato de virar uma supernova, que o núcleo do planeta esteja instável (sabe Rao por quê) e que um asteróide esteja em rota de colisão com o já citado planeta. Confesso que mesmo parecendo galhofa achei MUITO genial.

O livro é focado na história dos pais de Kal-El, Jor-El e Lara, e na ascensão do Comissário/General Zod. Não, não aparece o senhor da cueca…

Zod é super hiper mega ultra power bem desenvolvido nessa história. Sério, é tão bem carasterizado e seus motivos são tão claros que fica evidente o porque de até o Superman ter se ajoelhado perante Zod. Seu comportamento e suas relações pessoais com Aethyr e Nam-Ek só abrilhantam ainda mais o personagem.

Kneel before Zod!

A sociedade Kryptoniana é um personagem a parte: conservador, retrógrado e acomodado. Mesmo perante as incontáveis ameaças de extermínio preditas pelo cientista Jor-El, o Conselho só faz debater. GAHHH Que raiva que dá!

Jor-El pra mim foi “Cadê meu potinho? Preciso colocá-lo dentro de um… okay, estou parecendo com o Brainiac”.  Ele é brilhanste, justo, verdadeiro, bom… e tão fofo com a Lara *-* Amem homens da ciência.

O texto é bem rico e detalhado na medida certa. Possui o ritmo que eu estou acostumada em ver em quadrinhos, sempre acontecendo uma reviravolta na trama. Pelo que eu pude perceber os elementos principais de Krypton estão todos ali: Conselho, Rao, Zod, Brainiac, fim do mundo iminente, a barreira em Argo City, etc.

Brainiac esteve aqui.

Adorei a edição da Fantasy! A capa é simples mas contém todos os elementos que compõe o livro, e principalmente o símbolo da família El. AH! E a palavra “capítulo” é escrita em kryptoniano!

LEMBRE-SE.

Compre aqui!

 

 

Dani Voltolini
Dani Voltolini

Dani. Um ser estranho e recluso, no auge dos seus 23 anos, vivendo na Rivendell catarinense (só que mais quente). É engenheira de formação (só falta o diploma, ok?), leitora compulsiva e colecionadora de hqs. Ama fantasia, ficção científica, literatura técnica e abraços quentinhos.

32 comments

Leave a comment
  1. Larissa Lins

    18 de julho de 2013 at 01:01

    EU NECESSITO LER ESSE LIVRO *-* a capa ta linda demais e já ouvi falar muito bem dele o/

  2. Evlyn Hutzler

    18 de julho de 2013 at 01:05

    Depois da resenha, deu mais vontade de tê-lo em mãos 🙂

  3. Willian

    18 de julho de 2013 at 01:08

    Excelente, para um fã como eu, um prato cheio

  4. Natália Ivonica

    18 de julho de 2013 at 01:21

    Quero dar esse livro pro meu pai, ele é fã do Superman desde criança 😀

  5. Thais

    18 de julho de 2013 at 01:42

    Precisooo muito desse livroo!!!

  6. Thais Bruno dos Santos

    18 de julho de 2013 at 01:42

    Queroo muitooo!!!

  7. Vans

    18 de julho de 2013 at 01:45

    Quero muito ler C:

  8. Nicolas Ueda

    18 de julho de 2013 at 01:47

    Perfeito pra ler depois de ver o filme.

    Confesso que não sou muito fã do escoteiro, mas tenho muita curiosidade em saber mais sobre sua mitologia.

  9. Andressa Nunes

    18 de julho de 2013 at 13:50

    Não sou assim tão fã do homem de aço, mas é um bom passatempo.

  10. adilson

    18 de julho de 2013 at 15:30

    Quero muito ler esse livro! sempre fui um fã do super-homem, apesar dele não ser citado na história, mas estar implícito de qualquer forma, por se tratar da terra dele e dos seus pais, suas origens, em fim, sua terra natal! demais esse livro!

  11. Junior Andrade

    18 de julho de 2013 at 16:11

    Não gosto muito de ‘heróis’, mas o livro chamou a atenção.

  12. Karen Mendes

    18 de julho de 2013 at 16:44

    Ah preciso deste livro, dar de presente pra minha irmã ela é uma super fã!

  13. Gabriel Henrique

    18 de julho de 2013 at 18:30

    Preciso!! Que livro lindo aposto que a história é sensacional!!

  14. ELIZABETH MACHADO SALLES

    18 de julho de 2013 at 19:24

    Ótimo livro. Pelo que li na resenha,já me deixou entusiasmada e ansiosa pra ler. Adorei o livro e vou ler com certeza. Beijos.

  15. Ítalo Ferreira

    21 de julho de 2013 at 20:07

    Preciso muito desse livro, já estava animado antes e com essa resenha fiquei mais ainda! =D

  16. guilherme teixeira

    26 de julho de 2013 at 23:57

    eu quero muito esse livro,a resenha está ótima e o livro me parece um ótimo complemento do filme

  17. Fátima Vicente

    27 de julho de 2013 at 00:01

    Adoro livros de heróis e esse parece ser bem legal. Participando!

  18. Merelayne Fabiani

    28 de julho de 2013 at 16:00

    “não conheço a trajetória do cuecudo”: EU RI!!! kkkkk
    Participando! Um dos livros que estão na minha listinha básica de desejados! 😉

  19. Daniel Velasco

    29 de julho de 2013 at 02:43

    Espero ganhar ,sou super fã do SuperMan nos quadrinhos e vários amigos me disseram que esse livro é bom então espero ganhar para ler

  20. Thais

    29 de julho de 2013 at 19:25

    Espero ganhar a promoção. Já ouvi alguns comentários sobre o livro e fiquei bem curiosa sobre o conteúdo todo. =)

  21. Felipe Ponce

    2 de agosto de 2013 at 18:43

    Muito boa a resenha,espero ganhar a promoção, sou fã do superman desde criança 🙂

  22. Jessica Lisboa

    4 de agosto de 2013 at 20:59

    Bem nao conheço nenhum pouco a historia do Homem de Aço, mas vi que o livro é muito bom e tem um conteudo otimo, vou colocar na lista.

  23. Eduardo Galvão Zolin

    5 de agosto de 2013 at 03:27

    A Fantasy CDP chegou com uma leva de material muito bom, estou muito curioso a respeito deste livro… 😉

    Obrigado pela resenha!

  24. Shadai Vieira

    7 de agosto de 2013 at 18:08

    Eu também sou “team Marvel”, mas em se tratando de livro eu leio qualquer coisa; mas nunca tive oportunidade de ler um livro sobre super-herói, apenas muitos gibis mesmo. Após ver o ótimo filme O Homem de Aço fiquei interessado nessa obra, parece ser do mesmo nível do filme, um grande complemento. E o General Zod é um dos melhores vilões de super-herói que já vi nas telonas!

  25. Annabel Laurino

    9 de agosto de 2013 at 17:31

    Mais um livro de Ficção Cientifica que vou morrer para ler ! Amei a resenha, deu para ter uma ideia ótima do conteúdo do livro. Parabéns!

  26. Mariana (TriploBooks)

    9 de agosto de 2013 at 18:01

    Eu já estava de olho no livro por ser da Fantasy Casa da Palavra.
    Fora que eu achei a edição linda. E quando o Raphael Draccon veio ao ES, ele usava a camisa do livro. Mensagem Subliminar total.

  27. Milena Soares

    9 de agosto de 2013 at 18:36

    Nossa, essa resenha me deu ainda mais vontade de ler esse livro!

  28. Monica Silva

    9 de agosto de 2013 at 18:52

    Além de lindo, o livro se tornou necessário na minha estante.
    Adorei a resenha.

  29. Wiliany Maciel

    9 de agosto de 2013 at 20:46

    Quando vi a capa, pensei: “Quero esse livro pra mim.’

  30. Nathália Baltar

    9 de agosto de 2013 at 23:23

    Talvez julgar o livro pela capa seja a coisa errada a fazer, mas é impossível olhá-la e não pensar “eu quero muito esse livro”. Esse é meu desejo, quero muuito!

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.