Séries

[Séries] Emma Approved

tumblr_n1y2y7HoeN1qb5hljo3_250Passo muito mais tempo por dia na internet do que fazendo qualquer outra coisa. É um pouco triste admitir isso, mas é verdade – o computador é meu lar, meu maior hobby e um dos meus maiores vícios.

Livros são outro grande vício – ler, comprar, escrever. É a segunda atividade em que gasto a maior parte do meu tempo. Dentre os vários autores que amo, lá nos primeiros lugares, está Jane Austen.

E quando Jane Austen e a internet se combinam, coisas lindas podem acontecer.

Começou com a websérie The Lizzie Bennet Diaries, uma adaptação moderna de Orgulho e Preconceito feita em estilo de vlog. Com seus mais de cem episódios, a série acabou em Março do ano passado, e deixou aquele vazio existencial no coração dos fãs. E então, em Setembro, começou Emma Approved, dos mesmos criadores de TLBD. Nem preciso dizer em que livro ela é baseada, né?

Em Emma Approved, conhecemos Emma Woodhouse, uma espécie de life-coach e cupido contratável, que tem uma empresa – a tumblr_n1okpm6nq01stmu3po6_250Emma Approved – em parceria com seu grande amigo, Alex Knightley. Ela está planejando os últimos detalhes do casamento de sua melhor amiga, Annie Taylor, com o 20º cliente de sucesso de sua empresa, Ryan Weston, e é convencida por Alex a procurar uma assistente. Assim, acaba contratando a jovem e brilhante Harriet Smith, em quem vê grande potencial. Quando os Weston finalmente se casam, e chega a hora de procurar um novo cliente, Emma imediatamente procura alguém que possa arranjar para Harriet – e assim, seus caminhos se cruzam com o do Senador James Elton. Obviamente, as coisas não saem bem como ela tinha planejado.

Soou familiar?

tumblr_n1blsfNCCN1stmu3po2_250Pra quem já conhece o enredo de Emma, livro de Jane Austen publicado originalmente em 1815, Emma Approved é uma deliciosa surpresa que mistura os vários conceitos atemporais das histórias de Austen – amor, amizade, família, relações entre classes sociais diferentes, realização pessoal e os enormes mal entendidos que sempre permeiam os enredos – com algumas coisas muito mais próximas do nosso tempo, como o papel crescente de uma mulher numa sociedade machista e o avanço tecnológico; algo que inclusive está descrito na premissa básica da série. Enquanto o vlog de Lizzie Bennet em TLBD era parte presente da narrativa, os vídeos gravados por Emma Woodhouse fazer parte de um “documentário para filmar sua grandeza” – ou seja, a câmera existe narrativamente, mas é como se seu canal no Youtube não existisse no seu mundo.

E se você nunca leu o livro, nem assistiu nenhuma das várias adaptações que existem por aí, não se preocupe: você vai aproveitar a série mesmo assim. O bacana de uma adaptação modernizada é que conhecer o plot original não te dá garantia nenhuma de saber o que vai acontecer na série, e, muitas vezes, nem mesmo de conhecer os personagens que estão por vir. Enquanto alguns são reformulados, outros desaparecem completamente, e o mesmo ocorre com alguns acontecimentos do livro. Por mais que a obra de Austen seja a base, tudo que Emma Approved traz é inteiramente original e singular à sua maneira. E é muito divertido esperar pra descobrir como certos momentos ou pessoas vão se transformar na série.

Tem ainda o adicional de que, assim como aconteceu com The Lizzie Bennet Diaries, a série não se resume aos episódios postados tumblr_n15s8xYQHn1qb5hljo1_250duas vezes por semana no Youtube – Emma tem um blog e um canal paralelo (esse sim existe na narrativa!), cada personagem tem uma conta no Twitter, onde eles interagem, e por onde, se a gente acompanhar, podemos ter uma ideia do que esperar dos episódios que estão por vir. A transmídia é toda planejada para não ser essencial – ou seja, você não perde nada se não acompanha-la – mas pra acrescentar ao envolvimento dos espectadores com a história. Acompanhar tudo paralelamente torna a experiência muito mais divertida.

Emma Approved está atualmente no seu 34º episódio, e você pode conferir os episódios aqui, ou legendados aquiTodos os links e maiores informações sobre a série vocês encontram no site da Pemberley Digital.

You Might Also Like

1 Comment

  • Reply
    Jully Guedes
    7 de março de 2014 at 13:01

    Eu amo tanto essa série! Para mim é tão boa quanto TLBD. Pena que nem todo mundo goste tanto de EA quanto de TLBD.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.