Nossa história começa na terceira idade. Nosso protagonista Teo com 78 anos acaba de se mudar para um prédio onde você encontrará apenas velhinhos, aqueles a beira da morte, que as vezes não incomodam ninguém, já em outras, querem viver a vida como se não houvesse amanhã.

Teo por outro lado, é um personagem bem intrigante, enquanto quer pegar a síndica do prédio e dorme desejando a senhorinha que comanda a tertúlia literária, bebe mais cervejas que sua pequena pensão pode pagar.

Se nossa história fosse só isso, poderíamos nos fazer várias perguntas: “Que hora é vendido o cachorro?”, “Essa sinopse dá mesmo uma história?”, “Onde vamos chegar com isso tudo?”.

IMG_4726

Eu me surpreendi bastante com a leitura e a forma com que Juan Pablo Villalobos construiu a história e  no fim do caminho eu percebi que nenhuma das minhas respostas seriam respondidas.  O autor de Festa no Covil coloca elementos diferentes e construiu uma história diferente de tudo que eu já li. Contou para mim várias coisas que só observo de longe. Como a vida no México, a velhice, uma adolescência artística e uma mãe louca por cachorros.

IMG_4718

IMG_4721

Os pequenos elementos vão construindo uma história que se fecha e nos mostra um pequeno panorama do cotidiano, do dia a dia, das fofocas, do disse e me disse, dos amigos que fazemos e perdemos e de como chegamos no fim da vida. Os cachorros quase não importam no fim das contas, mas eles tornam a história mais pesada e nos deixa em jogo com o protagonista.

IMG_4727

“Te vendo um cachorro”, foi uma história que gostei do começo e do fim, o meio foi sinceramente, um tanto quanto cansativo, demorei para ler e queria muito que acabasse logo, mas tudo precisa ser lido, para o fim ser impactante como é.

IMG_4720

ISBN-13: 9788535926316 | ISBN-10: 8535926313 | Ano: 2015 | Páginas: 248 | Editora: Companhia das Letras

Juan Pablo Vilallobos, nasceu em 1973, em Guadalajara, México, e atualmente mora no Brasil. É autor de contos, crônicas de viagem e crítica literária e de cinema. Festa no covil é seu primeiro romance. Editado originalmente na Espanha, já foi traduzido na Alemanha, Reino Unido, Holanda e França, e tem lançamento previsto em mais sete países, incluindo Itália, EUA, Israel e Turquia. A edição britânica foi selecionada pelo jornal The Guardian entre os cinco finalistas do First Book Award.

Untitled-1

CLIQUE AQUI PARA COMPRAR 

Baci ;*

Aproveite para nos seguir nas redes sociais!
Facebook Instagram Twitter Tumblr Google +  ? Pinterest Youtube  ?Blogvin Flickr