Menu
Crônicas

10 de Pausa Para um Café

Em comemoração aos dez anos deste distinto site, produto de todo repertório comportamental e histórico de interações de sua autora, me proponho a convidar você que está me lendo para uma reflexão. Não é sobre jogos, mas é sobre a vida.

Já perdi no tempo quando conheci a Anna. Seis anos, talvez sete? Temos uma amiga em comum, ela nos apresentou e eu sou um colunista no Pausa desde então. Esporádico, sim, quase um Batman pra Liga da Justiça (não vou fazer cosplay de Batman). Desde então, acompanho esta senhorita nas redes sociais, não tenho contatos privilegiados, acompanho da mesma forma que você, pessoa maravilhosa que me lê, acompanha. Mas cada um de nós interpreta eventos de forma diferente, deixe-me aproveitar esse momento para dar a minha interpretação desses anos que estive em contato com Anna, café, Dante e tudo mais que ela se dispõe a falar sobre.

Dez anos persistindo em um sonho não é uma tarefa fácil. Nós, como sociedade, temos a tendência de olhar para o trabalho como um processo físico, de se deslocar até um ambiente e exercer pressão em determinada musculatura. O trabalho sempre foi, é e sempre será muito mais que isso. A criação de conteúdo para internet é uma forma de trabalho e que demanda muito da psiquê de uma pessoa. Imagine noites de pouco sono ou sem dormir, estar aberta aos mais diversos comentários da internet, crises de ansiedade ou criativas que trazem dificuldade pra elaborar conteúdo a tempo, corrida contra os algoritmos e por aí vai. Alguém pode ter a audácia de falar que tudo isso é fácil, mas esse mesmo alguém pode estar mais que submerso no efeito dunning-kruger.

O quanto vale seu sonho? Eu pergunto a você, pessoa incrível que está me lendo. O quanto você está disposta ou disposto a sacrificar por ele. O que me admira em dez anos de Pausa para um Café é a dedicação profunda e pura. Anna não criou seu espaço para ofender ninguém, para fofocar ou ter visualizações fáceis. Anna criou seu espaço para falar daquilo que gosta, de suas experiências, daquilo que a influencia e que é influenciado por ela. A internet é resistente a isso. Conquistar um espaço através do carinho e genuíno amor pelo que faz é difícil em meio a tanta bagunça, dedo no copo e gritaria. Anna perseguiu e insistiu no seu sonho por dez anos, contra todas as adversidades. Eu não vou ser o cara da auto ajuda aqui, tenho ranço disso, eu imagino que você pode ter outras dificuldades para buscar aquilo que sonha e eu espero genuinamente que consiga, mas você e eu podemos nos inspirar no Pausa.

Acredite ou não, Anna me deve uma pausa para um café, pois não nos conhecemos pessoalmente até hoje. Estamos um estado de distância e a vida acontece de maneiras imprevisíveis, sim, mas o encontro ainda acontecerá. Esse encontro ainda acontecerá pois eu gosto de conhecer pessoas que admiro, me traz um senso de realidade. Essa pandemia está me mostrando que não sou uma pessoa adepta de reuniões de amigos por Skype.

O Pausa viveu tudo que a Anna passou e Anna viveu tudo que o Pausa passou. Por mais que o Pausa para um Café seja uma marca, ele é a extensão de um ser humano, acredito que não há como olhar o Pausa sem a Anna e a Anna sem o Pausa. Ver ela exausta, combatendo brigas judiciais, as vezes desmotivada e tentando se encontrar no mundo é ao mesmo tempo preocupante e eufórico. Preocupante porque isso tudo suga muita saúde mental e pode abalar permanentemente a vida de alguém. Eufórico porque você fica meio que um torcedor “você consegue, você vai sair dessa, eu acredito em você, você vai superar isso”. A marca Pausa para um Café se tornou forte no mercado competitivo da internet, assim como Anna se tornou uma pessoa mais forte nesse processo. Não é lindo ver a evolução acontecendo?

Tenho um carinho e admiração especiais pela Anna, mesmo não sendo um amigo próximo. Estivemos presentes indiretamente na vida um do outro sem ter completa noção disso e assim é com você, pessoa resiliente que me lê. Nossa personalidade, nossos comportamentos, aquilo que nos dá forma psicológica é um produto, em partes, das influências do ambiente. Você influência pessoas e ações em seu ambiente e pessoas e ações do seu ambiente influenciam você, é uma troca necessária. Anna e seus dez anos de pausa influenciaram todos nós de alguma forma e todos nós, de alguma forma, influenciamos Anna e o Pausa nesses dez anos. De todos os colunistas que vieram e se foram, de todos os que ainda estão aqui, de todos os leitores que vieram e se foram e de todos que ainda vão chegar, Anna e o Pausa fazem parte de todos, assim como todos fazem parte de Anna e o Pausa.

Anna tem um pouco de todos nós durante esses dez anos. Todas as interações a moldaram em certa quantidade, assim como todos nós que interagimos com ela nesses dez anos a levamos no coração, permitindo que ela more lá e nos influencie do jeito que ela e apenas ela, sabe.

Feliz aniversário, Pausa para um Café

Parabéns pela conquista, Anna.

About Author

Olá, meu nome é Jhonatan Ferreira Gomes. Sou formado em Psicologia pela Universidade do Sagrado Coração. Meu interesse está na aera comportamental, neurociências e aprendizagem. Sou um amante da arte visual e interativa dos videogames, além de todas as outras páreas da cultura nerd e me proponho a dialogar com você os motivos desse amor. Tenha um excelente dia e continue sendo incrível! Email para contato: jhowfg@gmail.com

1 Comment

  • Emerson
    1 de outubro de 2020 at 11:19

    Meus parabéns ao blog! Estou chegando por agora e planejo ficar. Esteja à vontade para visitar o meu espaço também.

    Bom fim de semana!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    Reply

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.