2

Results

Date

julho 21, 2014

Flores também sabem ser tristes em fotografias.
Flores também sabem ser tristes em fotografias.

Domingo foi dia de brincar de fotografia no quintal de casa. Minha mãe é apaixonada por flores, eu por fotografá-las. No final acabamos sendo uma boa dupla.

Nesse último domingo eu fui fotografar alguns livros para resenha e notei que as flores estão um pouco tímidas por causa do inverno. O frio assustou e elas resolveram se manter escondidas e protegidas para não sofrer com as temperaturas curitibanas. Mas duas flores estavam solitárias no jardim. Duas rosas estavam solitárias e meio tristes até. Logo elas me chamaram mais a atenção que o normal e não resisti. Acabei clicando e acho que as fotos ficaram um pouco tristes.

Estou ficando maluca, pode... realmente é uma possibilidade, mas acredito que depois dessas fotos eu comecei a ficar mais sentimental quanto ao que as flores representam e o quanto de sentimento podem carregar em suas pétalas. Mas calma, parei aqui. Antes que eu comece a ficar sentimental demais, vou mostrar as fotos para vocês!

...

[Resenha] Flash Forward de Robert J. Sawyer | @galerarecord
[Resenha] Flash Forward de Robert J. Sawyer | @galerarecord

Sinopse: O que faria se tivesse um vislumbre trágico do seu próprio futuro? Tentaria mudar as coisas, ou aceitaria que o futuro é imutável? Em Flashforward - Presságio do Futuro, é iniciada uma experiência científica que conduz ao inesperado: o mundo inteiro cai inconsciente por instantes e todas as mentes são projectadas vinte anos no futuro. Quando a humanidade desperta, o caos impera por todo o lado: carros arruinados, cirurgias falhadas, quedas, destruição em massa e um elevado número de mortes. Mas esse é apenas o início. Passado o choque das visões, cada indivíduo tenta desesperadamente evitar ou assegurar o seu próprio futuro vislumbrado… Expondo as perspectivas de várias personagens, Robert J. Sawyer realiza uma brilhante reflexão filosófica sobre viagens no tempo, consciência, destino e o que significa ser humano. “Uma reflexão criativa e profunda sobre o destino, o livre arbítrio e a natureza do universo.” Publishers Weekly "Sawyer apresenta uma abordagem original ao tema das viagens no tempo numa história que explora as consequências de se conhecer o futuro. Uma boa escolha para apreciadores de ficção cientifica." Library Journal 

"- Vi você na CNN quando eu estava em Tóquio. Você realmente acredita que nós não temos livre-arbítrio?Lloyd ficou surpreso.- (...) Sim, realmente acho que o futuro é tão fixo quanto o passado. E, com certeza, o Flashforward sustenta isso: se o futuro não fosse fixo, como poderíamos todos ter visões de um futuro coerente? (...) Na verdade, não seria impossível que todos tivessem visões?"

Outro livro que eu simplesmente esqueci que tinha que fazer a resenha. Afinal, ando com um problema sério. Eu leio os livros, tiro as fotos para as resenhas, mas simplesmente esqueço que tenho que escrever sobre o livro aqui no blog. Talvez isso seja culpa da mudança, os livros que li durante esse processo acabaram voltando pra estante e ficando no esquecimento da minha mente. MAAAAS... TO AQUI! E vamos falar sobre Flash Foward. O livro da série que morrou no meu coração durante o tempo de sua existência e que agora, em forma escrita me decepcionou um pouco.

...