Menu
Literatura Nacional

5. Motivos para ler Helena (Machado de Assis)

Helena é um clássico da literatura brasileira escrito por Machado de Assis. A história da protagonista é contada com a qualidade de escrita e enredo que se espera de um livro do autor. 

Uma colega de curso me indicou esse livro quando a disse que não sou acostumado a ler clássicos. Ela disse-me que Helena é um clássico fora da curva, que me conquistaria desde o primeiro capítulo.

Por um acaso do destino, encontrei o e-book da obra por meros 90 centavos na Amazon e decidi comprar para dar uma chance à leitura de um clássico. Li, encantei-me pela história e decidi escrever um texto com os motivos que julgo suficientes para te instigar a levar essa leitura em consideração.

  • É um clássico curto, de linguagem simples e gostoso de ler

Um dos motivos que me deixavam incomodado com a leitura dos clássicos é a lentidão dos acontecimentos nos livros e a escrita muito rebuscada dos autores aos quais dei chances.

Com Helena isso não acontece. O processo de leitura é muito tranquilo, a escrita de Assis é leve e com a qualidade esperada, os capítulos são ligeiramente curtos e com cliffhangers que te instigam a continuar a leitura. 

  • Brasil no século XIX

O brasileiro médio é acostumado a reservar o estudo e conhecimento sobre a história de seu país quase que exclusivamente ao período escolar. Lemos pouco e, quando escolhemos uma leitura, raramente é de um autor brasileiro e/ou um clássico de nossa literatura. Clássicos são ótimos para ampliar nossa visão sobre determinadas épocas. É mais divertido ler uma história cativante a um apanhado de textos escritos por historiadores.

Em Helena, descobrimos aspectos peculiares do Brasil do século XIX. Conhecemos práticas dos antigos fiéis católicos, diferentes costumes e crenças de jovens e idosos, aspectos da escravidão dos diferentes pontos de vistas dos dono de terras e de uma mulher que começa a experienciar determinados privilégios.

  • Romance sem clichê e liberdade da mulher

O romance não é, definitivamente, o ponto principal da obra. Desde o início, somos levados a refletir sobre a liberdade da mulher. Machado pôs, com maestria, experiências corriqueiras vividas por mulheres da época, desde as jovens às de mais idade. 

É interessante notar que o autor foi sagaz e incluiu diversas críticas ao machismo e ao patriarcado no texto, o que mostra que nem todas as pessoas devem ser julgadas pelo momento histórico em que vivem. Exceções sempre existem. 

O romance toma forma a partir do meio do livro de forma suave e gentil. Não é apressado e muito menos comum. É um tipo de amor que vale a pena ser contado e que poucos autores conseguem contar com a qualidade de escrita do rei da Literatura Nacional.

Para aqueles que desejam adquirir a obra, o ebook pode ser encontrado por meros centavos. Recomendo a versão da Ciranda Cultural, a de melhor custo-benefício e formatação que encontrei. 

About Author

Estudante de Relações Públicas, baiano, gay, fascinado por tudo que envolve criatividade, relações interpessoais e cultura pop. Aficionado por Taylor Swift e toda a aura que envolve suas obras, leitor voraz e criador de conteúdo por natureza.

No Comments

    Leave a Reply

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.