“Caçando Carneiros” é uma viagem em busca de respostas

“Caçando Carneiros” é uma viagem em busca de respostas

Depois de tanto ouvir sobre Murakami era inadmissível ainda não ter lido uma obra sequer do autor. Então como primeiro livro de parceria com a Alfaguara eu pedi o lançamento “Caçando Carneiros” que inclusive me foi muito bem recomendado pela Carolina que trabalha na editora (outra grande fã do Murakami).

Então foi assim que cheguei até o Sr. Murakami e comecei a caçar alguns carneiros pelo japão enquanto tinha uns sonhos muito loucos e viajei durante praticamente 4 semanas em uma leitura totalmente fora do comum para mim.

IMG_2105

 Estaria mentindo se falasse que não estranhei e que adorei tudo. Murakami tem um estilo único e é um autor completamente diferente do que eu estou acostumada. Mesmo lendo Chuck Palahniuk que tem um estilo completamente maluco e  consegue viajar em praticamente todos os livros. Foi difícil embarcar na ideia do livro e mesmo assim enquanto eu demorava para ler ou empacava durante algumas longas explicações e viagens oníricas, Murakami me conquistava de alguma forma para terminar e descobrir o longo caso do carneiro.

É importante dizer que “Caçando Carneiros” é um dos primeiros livros do autor, lançado em 1982. Este livro foi um dos romances que deixou Murakami mundialmente conhecido.

Mas calma, eu realmente gostei da história, acredito que eu gostei mais do que eu realmente saiba depois de terminar a leitura eu realmente fiquei um pouco decepcionada com algumas situações e com alguns pontos da narrativa do autor, que sim… achei um pouco lenta. “Caçando Carneiros” seria um livro que Palahniuk resumiria a 120 páginas. E isso não é um ponto negativo, só foi algo que me levou a demorar quase um mês inteiro para ler um único livro.

IMG_2102

Com um personagem sem nome (Chuck aprovou isso), temos uma história de caça, investigação, mistério e alguns momentos suspense sobrenatural (?).  “Caçando Carneiros” envolve os mais diferentes temas para discutir algumas coisas essenciais na vida moderna e na essência de viver no mundo em que vivemos. 

A busca por repostas foi o que moveu o livro para mim. É uma busca incessante por respostas enquanto se encontra incansavelmente com mudanças em todos os momentos e em todas as coisas. E é nesse exato momento que acontece a nossa ligação com esse personagem sem nome, cheio de estranhezas e fora do comum sendo completamente tradicional.

Nós também estamos trancados  por dentro,  recebendo ordens que não sabemos onde vão nos levar e em busca de algo que nos acompanhe por belezas fora do padrão e montanhas difíceis de encontrar.

“Caçando Carneiros” é um livro para quem gosta de história, romances cheios de investigação e momentos que consigam te tirar completamente na zona de conforto quando falamos de literatura. É um livro que com toda a certeza eu indico e fico feliz por ter lido até o fim e não desistido quando parecia difícil ou cansativo.

E agora, qual será minha próxima leitura?

IMG_2104

ISBN-10: 8579623081 | Ano: 2014 | Páginas: 336 | Idioma: português | Editora: Alfaguara

Haruki Murakami (???? Murakami Haruki, nascido em 12 de Janeiro de 1949), em Quioto, Japão, é um popular escritor e tradutor. Frequentou a Universidade de Waseda, em Tóquio, dedicando-se sobretudo aos estudos teatrais. Antes de terminar o curso, abriu um bar de jazz chamado Peter Cat, à frente do qual se manteve entre 1974 e 1982. Em 1986, partiu para a Europa e depois para os EUA, onde acabaria por se fixar. Escreveu o seu primeiro romance – Hear the Wind Swing – em 1979, livro ainda não traduzido para português, mas seria em 1987, com Norwegian Wood, que o seu nome se tornaria famoso no Japão. Escritor particularmente influenciado pela cultura ocidental, Murakami traduziu para o japonês obras de F. Scott Fitzgerald, Truman Capote, John Irving e Raymond Carver.

editoras

CLIQUE AQUI PARA COMPRAR 

Baci ;*

Aproveite para nos seguir nas redes sociais!
Facebook Instagram Twitter Tumblr Google + ? Pinterest Youtube ?Blogvin Flickr

Anna Schermak
Anna Schermak

Criadora do @pausaparaumcafe, social media, formada em marketing, rata de biblioteca, intolerante à lactose e a pessoas de mau humor.

1 comment

Leave a comment

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.