Menu
Cinema

[Cinema] O que achamos de: Mercenários 2

“Cara, que filme!” – muitos nerds.


Vou deixar um aviso antes aqui: Eu estou me desfazendo de todo meu senso crítico avaliativo para falar deste filme. Se ele for avaliado como manda o figurino, vai levar uma nota ruim, e ele simplesmente não merece isso. Então, desfaça-se de sua descrença e embarque comigo nesse apanhado de tiros, explosões frases de efeito e um humor muito bom!

Pois bem, dia 31 estreou o segundo filme da franquia. E ontem, dia 02, juntamos mais o pessoal da Skynerd, pra ir prestigiar os grandes nomes do cinema de ação nas telonas.

Quando o Mercenários (o primeiro filme) foi lançado, já era certo a produção de uma continuação. Assim como no lançamento deste segundo filme já se especula a produção do terceiro e até de uma versão “feminina” do filme. Fica nítido o sucesso que a sequência faz quando chega as salas de exibição e até mesmo antes delas. E tudo isso levado pelo desejo de ver grandes atores como Stallone, Schwarzenegger, Norris, Lee e muitos outros descendo a porrada em todo mundo. Porque é isso que se espera do filme, e é isso que o filme te entrega. Não espere atuações belíssimas, grandes efeitos especiais, e um roteiro intrigante. Não é esse o objetivo.

Podemos dividir o filme em 3 partes. Primeiro: Porradaria de começo de filme. Stallone & Cia, saem numa missão de resgate eletrizante explodindo tudo e todos pelo caminho, derrubando paredes, casas, pessoas, caixas d’agua e o que mais vier pela frente. nessa primeira missão, os personagens são reapresentados e o resgatado é ninguém menos do que Arnold Schwarzenegger. Segundo: Temos uma situação mais leve onde sentimos um pouco da nostalgia do personagem de Stallone que lembra os dias de juventude e tempos que não mais voltarão. Temos também a problemática do jovem sniper, novo integrande do grupo, que decide que não quer mais aquela vida, mas vai terminar o restante da proxima missão com eles. E aí vem o saudoso Bruce Willys informando da missão resgate de um cofre na albânia. Durante a missão as coisas dão errado e nasce o estopim da terceira e ultima parte do filme.

REVENGE. Esse é o frisson da terceira parte, onde toda a porradaria e balaços explodindo pra todo lado traduzem o máximo da testosterona cinquentona dos personagens. E aí também que nossos amigos acabam encurralados e são salvos pelo poder supremo da pancadaria. CHUCK NORRIS. E que entrada de personagem! Foi simplesmente épico. E o cara ainda solta um Chuck Norris Facts pra animar a cena. é demais.

Além da pancadaria geral, explosões pra todo lado e testosterona exalando pela tela, o ponto alto do filme é o texto. Clichê as vezes, mas engraçadíssimo. Um humor que casou muito, mas muito bem com o filme. Temos um Schwarzenegger que só solta frases de efeito lembrando seus personagens anteriores no cinema, como o Exterminador. Stallone e Jason Statham constantemente saindo com tiradas auto-depreciativas com a idade, e Terry Crews relembrando o seu tempo como Pai do Chris.  Temos ainda o sarcasmo do roteiro, colocando o nome do vilão interpretado por Jean Cloude Van Damme como Vilain, que aliás, interpreta-o numa tempestade de clichê maléfico e empresta sua cara amassada ao personagem, o que cai como uma luva.

Por fim, este é um filme que definitivamente está longe de ser uma obra prima e sensitiva da 7ª arte, em condições normais. Rombos no roteiro, efeitos especiais toscos se comparado a tecnologia de hoje. Uma fotografia absurdamente granulada em algumas situações e em outras extremamente limpa. Mas este é um filme que devemos avaliar aquém de todas essas tecnicidades. é um filme que apela estritamente ao carinho do público pelos seus heróis sanguinários do cinema da década de 80. Quando cabeças rolando, sangue para todo lado e explosões de magnitude megatônicas era o que importava. E é isso que vemos agora. A deliciosa e orgulhosa nostalgia de rever tudo isso, e melhor: todo mundo junto descendo a bala lado a lado.

Eu não sou da década de 80, mas cresci vendo os filmes desses brucutus bombados das antigas. E fui feliz. Assim como estou devidamente feliz de rever essa galera e poder escrever sobre essa experiência que conversa com as nossas memórias e nos obriga a desligar a massa cinzenta durante o filme.

Tem muito mais pra falar, mas eu vou parar por aqui. Se não começo a entrar em Spoiler e tem gente que vai me apedrejar. Lembrando que não tem nada de senso crítico aqui. Deixei a saudade e a empolgação fluir. Por isso, também não tem nota. Considere um “hors concours”.

Até a próxima.

About Author

Criadora do @pausaparaumcafe, social media, formada em marketing, rata de biblioteca, intolerante à lactose e a pessoas de mau humor.

8 Comments

  • Carolina Ribeiro
    4 de setembro de 2012 at 21:42

    Eu assisti o primeiro “Mercenários” e cá entre nós, o filme em si não é bom, mas as vezes é legal assistir um filme cheio de explosões, pancadarias e tiozões do cinema xDD
    E mesmo tendo consciência de que esse segundo filme não passa disso, estou um pouquinho curiosa para assistir 🙂 Pq apesar de não ser O filme, tem um elenco de dar inveja em qualquer outro filme xDD

    http://autoracarolinaribeiro.blogspot.com

    Reply
  • Jamile Pino
    5 de setembro de 2012 at 13:48

    Muito bom esse filme! Dentro do que é a proposta, como vc disse…
    A cena com Chuck Norris é simplesmente genial, estou rindo até agora! Gostei mais desse do que do primeiro acho que por causa desse “quê” de comédia a mais e da galera que entrou..

    Reply
  • Carolina Moniz
    5 de setembro de 2012 at 15:47

    Só pelo fato do Liam estar no filme já me alegra 😀
    Eu gostei bastante do primeiro e não vejo a hora de assistir o 2º!
    PS: Fora que tem o Chuck Norris xD

    Reply
  • Aymée Meira
    6 de setembro de 2012 at 04:24

    Eu pretendo não ver, não é o tipo de filme q me agrada… but… parece ser bem interessante… uma pena eu não ligar pro gênero.

    beijos

    Reply
  • Luciana Cardoso
    7 de setembro de 2012 at 01:26

    Já assisti o primeiro filme e achei super, hiper mega sangrento, mas mesmo assim achei um máximo rsrs… cresci assistindo os filmes com o meu pai desses saudosos “burucutus” kk… eu achava um máximo as cenas de pura ação e ‘marmelada” de vez em quando, mas mesmo assim marcaram minha infância. Quero muito assistir o segundo e assistir o CHUCK NORRIS detonando tudo rsrs…

    Adorei o post e fiquei com mais vontade ainda de assistir o filme, parabéns.

    Reply
  • Mariana
    29 de setembro de 2012 at 02:03

    Simplesmente preciso ver! Reúne atores que eu amo, adoro o gênero e amei o primeiro filme, então, não tenho desculpa para não assistir.

    Reply
  • Fernanda Yano
    29 de setembro de 2012 at 12:45

    Assisti o primeiro e fui pelo elenco, não vou dizer que odiei mas tb não cai de amores. Morno. Mas vou assistir o segundo sim, pelo elenco de novo e curiosidade.

    Reply
  • Juliana Xavier
    9 de dezembro de 2012 at 14:22

    Não me atrai nem um pouco esse tipo de filme… pancadaria e explosões realmente não me fariam sair da minha casinha pra ir ao cinema… rs…

    Reply

Deixe uma resposta para Carolina Ribeiro Cancel Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.