Menu
Literatura Nacional

[Curiosidade] Já imaginou um livro que se apaga em 2 meses?

Você costuma demorar muito para ler um livro? Qual é sua média de leitura?
Já imaginou levar mais de 60 dias para ler um livro e ele simplesmente começar a se apagar? Como ficaria o resto da história? Simplesmente apagada para sempre?

O “El livro que no puede esperar” ou O livro que não pode esperar em uma tradução livro é impresso com tinta especial que vai desaparecendo aos poucos, conforme entra em contato com a luz.
O objetivo do livro é incentivar que as pessoas leiam os livros logo após a sua compra. O livro foi criado pela editora independente Eterna Cadencia e a agência DraftFCB.
A Editora também pretende ajudar os jovens autores latino-americanos a terem seus primeiros livros lançados.

A primeira edição do livro se chama “El Futuro No Es Nuestro: Nueva Narrativa Latinoamericada” (O futuro não é nosso: nova narrativa latino-americana) e esgotou no primeiro dia de lançamento, milhares de encomendas foram realizadas.
O livro também foi premiado no Festival Internacional de Publicidade de Cannes na categoria lançamento ou relançamento.

“Selecionamos alguns autores latinoamericanos e imprimimos com essa tinta. Empacotamos nossos livros como qualquer produto com data de validade: vedado em uma sacola, o que impede que o processo de desaparecimento comece antes do livro ser aberto”, afirmam os criadores na página do festival.

Segundo dados levantados pelos criadores do livro, nos últimos 20 anos, as vendas de novos escritores da região diminuíram 37%. “Esses novos autores, ao contrário dos que já são famosos, sofrem com cada livro esquecido nas prateleiras. Eles não precisam apenas ser vendidos. Eles precisam também ser lidos. O boca a boca é fundamental para a carreira de um escritor.”

Fonte: Porvir.Org
– Aproveite para participar do #TOPComentarista de Agosto comentando nesse post!

 

 

About Author

Criadora do @pausaparaumcafe, social media, formada em marketing, rata de biblioteca, intolerante à lactose e a pessoas de mau humor.

7 Comments

  • Eduardo
    11 de agosto de 2012 at 19:06

    Deve ser o mesmo processo da caneta marca-texto, que vai se apagando, só que bem mais rápido.

    Demoro bastante para ler, o tempo que precisar. Em alguns livros já demorei três, quatro meses. Comigo isso não funciona!

    Uma das maiores qualidades do livro é sua permanência, através de gerações. É sinal de que está se transformando em um produto descartável.

    E bom escritor é aquele que tenta fazer algo que marque, algo que fique. Publicar dessa forma por alguns trocados é se jogar na lata do lixo, é se condenar ao esquecimento.

    Por tudo isso eu não entendo, como há gente que compra livro assim?

    Reply
  • Jamile Pino
    12 de agosto de 2012 at 02:10

    Acho interessante como novidade…
    Eu geralmente leio os livros assim que compro, e em muito menos que 60 dias mesmo com falta de tempo mas não gostei da ideia não..
    Quando gosto do livro e me emociono com ele costumo reler algumas vezes e até descubro coisas que eu não tinha prestado atenção na primeira leitura.

    Reply
  • Aymée Meira
    12 de agosto de 2012 at 16:43

    Que diferente e triste… provavelmente ficaria maluca com isso =x uhauhahuauha

    beijos

    Reply
  • Fabricio Hersoguenrath
    13 de agosto de 2012 at 00:56

    A ideia até que é legal, mas não pode dar certo. Sempre que lemos um bom livro, guardamos ele com estima, pra vez ou outra ler de novo. Imagine seu livro favorito se apagando? Não, não dá.

    Reply
  • Kimy Gabrielli
    18 de agosto de 2012 at 13:31

    Ual!! Acho que se eu comprasse um livro desses eu iria morrer já que eu adoro ficar com o livro na minha prateleira e ler futuramente rsrsrs Seria como causar a minha morte. No caso do primeiro livro do Percy Jackson. A tinta das letras de apagou e eu quase morri.

    Mas foi uma ótima novidade!

    Beijinhos,
    Kimy Gabrielli.
    http://blogkimygabrielli.blogspot.com

    Reply
  • Jessica Moura
    20 de agosto de 2012 at 00:15

    Não compraria. E se eu quisesse ler o livro novamente? Teria que compra-lo?
    Acho que ideia inicial deles foi boa, pensar num jeito de impulsionar a leitura, mais o modo como foi abordado nem tanto. Pode ser frustante para uma pessoa que não tem tempo, ou simplesmente não consegue terminar de ler um livro em menos de alguns mês. Há livros que já demorei meses e meses para ler, porque além de você estar no clima para aquele tipo de livro, ele tem que estar sintonizado… Enfim. Espero que essa ideia não vá pra frente, e essa mania não pegue no Brasil.

    Reply
  • Carolina Moniz
    5 de setembro de 2012 at 18:10

    VISh! não gostei da ideia não >.<
    Magina só meus lindos e eternos queridos livros se apagando? é a mesma coisa que a morte de um filho!
    No me gusta!

    Reply

Deixe uma resposta para Fabricio Hersoguenrath Cancel Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.