[Games] VIDA BIPOLAR E que Deus nos ajude kkkk

23 de setembro de 2013

As vezes, acontecem coisas na vida que são, no mínimo, interessantes. Esse mês de setembro foi “O” (maiúsculo mesmo) mês que meu queixo caiu e minha cabeça ferveu. Como a vida sofre de distúrbio bipolar,  eu resolvi compartilhar aqui uma surpresa desagradável e uma dica bem interessante. (?)

1-Diablo 3 – Blizzard, What a F*&% are you thinking??

Como bom gamer, fiz a pré-venda do Diablo 3 (um abraço para a galera da Fastgames – www.fastgames.com.br – que foram sensacionais na entrega) e recebi com muita ansiedade o jogo “100% em português” no mesmo dia do lançamento. Pois bem, depois de colocar o disco no PS3 e baixar as atualizações (coisa comum nesses dias), esperando com o controle na mão para começar a destruir monstros, vejo algo impensável.  O menu estava em espanhol. Alguma coisa entalou na minha garganta nessa hora – vocês já sabem como sou em relação a jogos dublados. Mexendo um pouco mais, descobri que não tem como mudar o idioma. Pense no ódio agora. A raiva aumenta e penso seriamente em comprar uma bomba atômica.  Por causa do meu PS3 estar configurado para inglês, o console automaticamente mudou o idioma do jogo para espanhol. Mas por que? Porque a versão nacional NÃO TEM (eu vou repetir) NÃO TEM o idioma ORIGINAL do jogo, ou seja, a Blizzard não colocou a opção de linguagem ORIGINAL nos discos vendidos aqui. Não é de dar um tiro? Não dá para entender isso.  O que eles estavam pensando, PelAmordeDeus? O jogo foi feito em INGLÊS, não há custo nenhum em MANTER o idioma original no disco. Entrei na battle.net e fiz uma reclamação no forum. Pensei que somente eu faria algo assim, mas percebi que muitos jogadores também queriam jogar com o áudio original, – até agora, nenhuma manifestação por parte da Blizzard. Enquanto isso, fico lá, matando monstros com o som bem baixinho… ¿hola que tal?

2 – Perdidos na Tradução

perdidos na traduçãoComprei o livro Perdidos na Tradução (Editora Belas Letras), de Iuri Abreu com a ideia que ele me daria alguma explicação sobre a tradução (algumas, medonhas) dos nomes de filmes para português.  Sempre me incomodei com isso e achei que existia algum tipo de regra ou norma a ser seguida, mas pelo que já li do livro, não tem NADA nesse sentido. Iuri separa o livro em  maldição do subtítulo; Poesia pura (essa é a mais legal de todas – mostra a piração dos tradutores);  Liberdade total (outra sessão que mostra que traduzir é arte e vice-versa); Fiéis ao original e Entregando o jogo. Eu gostei do livro. É bem humorado e faz comentários bem interessantes sobre o porque de usar subtítulos desnecessários ou até porque eles (as vezes) são obrigatoriamente necessários para que o filme tenha apelo comercial. O único nome que eu sempre lembro que os tradutores foram muito felizes foi Sobre Meninos e Lobos. No original, o filme se chama Mystic River, literalmente, “Rio Místico”, rio que permeia a trama, (spoiler alert) e foi onde a personagem de Sean Penn joga o corpo do Dave Boyle (Tim Robbins) no final. Mas quem viu o filme lembra de uma passagem muito marcante que é quando Dave Boyle falou sobre lobos, ao contar os abusos que sofreu quando menino. Show de bola.

Bonus – Neimis

Agora, fala sério: Já imaginou se alguém decide e obriga traduzir os nomes dos games por aqui? E o modelo segue a “linha” do cinema? Saca só:

Nome Original

Nome do jogo

Battlefield 4

Campo de Batalha 4 – A Nova Era

Call of Duty: Ghosts

O Chamado do Dever: Fantasmas

Dark Souls

Almas Negras

DIABLO 3

DIABO 3*  *Se o tradutor for de Curitiba, fica: DJANHO 3

GRID 2

Grade 2 – Queimando borracha

Rage

Raiva – Um futuro apocalíptico

Uncharted 3

As loucas aventuras de Nathan Drake 3

Versão brasileira: PelaCopa2014 ?

Depois disso, você vai conseguir falar com aquele seu amigo que ainda lê Xis-Mein e convidar ele para uma partida de “Super Lutador de Rua IV” sem medo, afinal, ele vai saber direitinho qual jogo do “PEESSETREIS” deve treinar. (E que Deus nos ajude).

Join the Conversation

  1. Oi Anna,

    Só de pensar nesses nomes fica tenso! Dá aquele frio na barriga.
    É impressionante como o Brasil tem jeito pra estragar as coisas… Acho que só não fica pior que Portugal! hahahaha

    Bjs,
    Excelente blog =)

    1. Nem me fale!
      As traduções geralmente ficam ridículas. Os nomes de filmes também ficam horríveis, kkkkkk

  2. Nos temos o DOM pra fazer gambiarra em tudo hahaa mesmo assim esses jogos são clássicos. ótimo artigo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Like
Close
Copyright © 2021 Pausa Para um Café
Made with by Loft.Ocean. All rights reserved.
Close
Podcasts sobre literatura para ouvir hoje! Os Melhores Livros que eu li em 2021 O espaço de trabalho de escritores famosos Livros para quem gostou de “A Filha Perdida”. QUAL MELHOR RPG DE MESA PARA INICIANTES?