Menu
Literatura Nacional

[Games] VIDA BIPOLAR E que Deus nos ajude kkkk

As vezes, acontecem coisas na vida que são, no mínimo, interessantes. Esse mês de setembro foi “O” (maiúsculo mesmo) mês que meu queixo caiu e minha cabeça ferveu. Como a vida sofre de distúrbio bipolar,  eu resolvi compartilhar aqui uma surpresa desagradável e uma dica bem interessante. (?)

1-Diablo 3 – Blizzard, What a F*&% are you thinking??

Como bom gamer, fiz a pré-venda do Diablo 3 (um abraço para a galera da Fastgames – www.fastgames.com.br – que foram sensacionais na entrega) e recebi com muita ansiedade o jogo “100% em português” no mesmo dia do lançamento. Pois bem, depois de colocar o disco no PS3 e baixar as atualizações (coisa comum nesses dias), esperando com o controle na mão para começar a destruir monstros, vejo algo impensável.  O menu estava em espanhol. Alguma coisa entalou na minha garganta nessa hora – vocês já sabem como sou em relação a jogos dublados. Mexendo um pouco mais, descobri que não tem como mudar o idioma. Pense no ódio agora. A raiva aumenta e penso seriamente em comprar uma bomba atômica.  Por causa do meu PS3 estar configurado para inglês, o console automaticamente mudou o idioma do jogo para espanhol. Mas por que? Porque a versão nacional NÃO TEM (eu vou repetir) NÃO TEM o idioma ORIGINAL do jogo, ou seja, a Blizzard não colocou a opção de linguagem ORIGINAL nos discos vendidos aqui. Não é de dar um tiro? Não dá para entender isso.  O que eles estavam pensando, PelAmordeDeus? O jogo foi feito em INGLÊS, não há custo nenhum em MANTER o idioma original no disco. Entrei na battle.net e fiz uma reclamação no forum. Pensei que somente eu faria algo assim, mas percebi que muitos jogadores também queriam jogar com o áudio original, – até agora, nenhuma manifestação por parte da Blizzard. Enquanto isso, fico lá, matando monstros com o som bem baixinho… ¿hola que tal?

2 – Perdidos na Tradução

perdidos na traduçãoComprei o livro Perdidos na Tradução (Editora Belas Letras), de Iuri Abreu com a ideia que ele me daria alguma explicação sobre a tradução (algumas, medonhas) dos nomes de filmes para português.  Sempre me incomodei com isso e achei que existia algum tipo de regra ou norma a ser seguida, mas pelo que já li do livro, não tem NADA nesse sentido. Iuri separa o livro em  maldição do subtítulo; Poesia pura (essa é a mais legal de todas – mostra a piração dos tradutores);  Liberdade total (outra sessão que mostra que traduzir é arte e vice-versa); Fiéis ao original e Entregando o jogo. Eu gostei do livro. É bem humorado e faz comentários bem interessantes sobre o porque de usar subtítulos desnecessários ou até porque eles (as vezes) são obrigatoriamente necessários para que o filme tenha apelo comercial. O único nome que eu sempre lembro que os tradutores foram muito felizes foi Sobre Meninos e Lobos. No original, o filme se chama Mystic River, literalmente, “Rio Místico”, rio que permeia a trama, (spoiler alert) e foi onde a personagem de Sean Penn joga o corpo do Dave Boyle (Tim Robbins) no final. Mas quem viu o filme lembra de uma passagem muito marcante que é quando Dave Boyle falou sobre lobos, ao contar os abusos que sofreu quando menino. Show de bola.

Bonus – Neimis

Agora, fala sério: Já imaginou se alguém decide e obriga traduzir os nomes dos games por aqui? E o modelo segue a “linha” do cinema? Saca só:

Nome Original

Nome do jogo

Battlefield 4

Campo de Batalha 4 – A Nova Era

Call of Duty: Ghosts

O Chamado do Dever: Fantasmas

Dark Souls

Almas Negras

DIABLO 3

DIABO 3*  *Se o tradutor for de Curitiba, fica: DJANHO 3

GRID 2

Grade 2 – Queimando borracha

Rage

Raiva – Um futuro apocalíptico

Uncharted 3

As loucas aventuras de Nathan Drake 3

Versão brasileira: PelaCopa2014 ?

Depois disso, você vai conseguir falar com aquele seu amigo que ainda lê Xis-Mein e convidar ele para uma partida de “Super Lutador de Rua IV” sem medo, afinal, ele vai saber direitinho qual jogo do “PEESSETREIS” deve treinar. (E que Deus nos ajude).

3 Comments

  • Rafa
    10 de novembro de 2016 at 14:33

    Oi Anna,

    Só de pensar nesses nomes fica tenso! Dá aquele frio na barriga.
    É impressionante como o Brasil tem jeito pra estragar as coisas… Acho que só não fica pior que Portugal! hahahaha

    Bjs,
    Excelente blog =)

    Reply
    • Dé Craftmania
      14 de dezembro de 2016 at 14:51

      Nem me fale!
      As traduções geralmente ficam ridículas. Os nomes de filmes também ficam horríveis, kkkkkk

      Reply
  • Alexandre Bernadon
    23 de junho de 2017 at 11:14

    Nos temos o DOM pra fazer gambiarra em tudo hahaa mesmo assim esses jogos são clássicos. ótimo artigo!

    Reply

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.