[Lançamento] Fale! – Premiado, Controverso, Pioneiro e Transformador!

19 de julho de 2013

“Um olhar cortante, sem filtros, um grito de alerta sobre a crueldade e a violência que permeiam o cotidiano escolar. Emocionante e inesquecível.” Kirkus

“Fale sobre você… Queremos saber o que tem a dizer.” Desde o primeiro momento, quando começou a estudar no colégio Merryweather, Melinda sabia que isso não passava de uma mentira deslavada, uma típica farsa encenada para os calouros. Os poucos amigos que tinha, ela perdeu ou vai perder, acabou isolada e jogada para escanteio. O que não é de admirar, afinal, a garota ligou para a polícia, destruiu a tradicional festinha que os veteranos promovem para comemorar a chegada das férias e, de quebra, mandou vários colegas para a cadeia. E agora ninguém mais quer saber dela, nem ao menos lhe dirigem a palavra (insultos e deboches, sim) ou lhe dedicam alguns minutos de atenção, com duvidosas exceções.

Com o passar dos dias, Melinda vai murchando como uma planta sem água e emudece. Está tão só e tão fragilizada que não tem mais forças para reagir. Finalmente encontra abrigo nas aulas de arte, e será por meio de seu projeto artístico que tentará retomar a vida e enfrentar seus demônios: o que, de fato, ocorreu naquela maldita festa?

Um romance de estreia extraordinário; uma obra-prima vencedora (e finalista) de inúmeros prêmios sobre uma jovem que opta por calar em vez de dizer a verdade. Fale! encantou tanto leitores quanto educadores, alunos e professores. Um romance transformador, corajoso, capaz de fazer refletir sobre temas fundamentais — porém espinhosos como o bullying — do cotidiano dos adolescentes.

Fale! recebeu o “Altamente Recomendável” norte-americano para leitura escolar. Foi transformado em filme (O Silêncio de Melinda) em 2004, com Kristen Stewart, da saga Crepúsculo, no papel da protagonista.

Join the Conversation

  1. Para confirmar o diagnóstico, existem alguns tipos de exame, como o teste de tolerância à lactose, inalação de hidrogênio, deposição de ácidos e exame genético. O primeiro é o mais comum e consiste na ingestão de doses concentradas de lactose por determinado período, analisando amostras sanguíneas do paciente, retiradas com certa periodicidade. Caso as concentrações de glicose não aumentem significativamente ao longo do tempo, tal fato é indicativo de que a lactose não foi quebrada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Like
Close
Copyright © 2021 Pausa Para um Café
Made with by Loft.Ocean. All rights reserved.
Close
O espaço de trabalho de escritores famosos Livros para quem gostou de “A Filha Perdida”. QUAL MELHOR RPG DE MESA PARA INICIANTES? Autores Curitibanos para conhecer hoje Esposas de escritores que também escrevem