Menu
Séries

O bom, o mau e o triste final de seriado

Este que vos escreve é uma triste pessoa que acabou de ver de assistir o último episódio de um de seus seriados favoritos (How I met Your Mother, me julguem) que acompanhou durante 5 anos. É incrível pensar em 5 anos de sua vida, observar tudo queaconteceu neste meio tempo, as coisas boas, as coisas ruins e as coisas muito ruins que você passou neste meio tempo. E apesar de tudo, apesar de toda aquela enrolação, episódios semsentido, você vai lá e da suas tímidas (ou não tão tímidas) risadas das piadas as vezes até sem graça, apesar dos pesares. 5 anos companhando um seriado é tanto tempo que faz você pensar que tem o direito de mudar o rumo do seriado para deixa-lo da maneira que você quer.

Mas a verdade nua e crua é: O seriado vai ter que acabar uma hora, e pode ser que o último episódio não acabe da maneira que você queira, aliás, você deseja que o seriado não acabe, que seja eterno enquanto dure… Mas ele acaba. E agora? O que assistir? Pelo que esperar ansiosamente semanalmente e anualmente. Algum seriado vai ter tal impacto novamente como o último teve? Uma vez aconteceu algo comigo parecido com isso, mas invés de seriado era anime (Evangelion no caso). Foi algo tão intenso, tão foda que depois nenhum anime, mangá ou alguma coisa japonesa teve graça mais. Será que isso poderá acontecer também com sitcons?

Ted

Creio que este efeito series finale possa ter cura, mas novamente tem que ser algo que que aconteça no momento certo, na hora certa, na vibe certa. A vida é cheia disso, mas como as pessoas geralmente dizem quando dão de ombros a alguma coisa “É a vida”. Não irei discutir o final do seriado aqui, só queria mesmo compartilhar essa “ressaca” pós 5 anos de acompanhamento de um seriado que acabou de acabar. Para acompanhar a melancolia, deixo uma música que esteve quase o seriado inteiro por lá, mas que ganhou notoriedade apenas nos últimos episódios.

Ps. Espero de verdade que dr who nunca acabe, senão prevejo fãs órfãos tão desolados quanto eu agora (e eu ficarei mais desolado ainda se isso acontecer).

About Author

Criadora do @pausaparaumcafe, social media, formada em marketing, rata de biblioteca, intolerante à lactose e a pessoas de mau humor.

8 Comments

  • Ednardo Honório de Lima
    1 de abril de 2014 at 11:38

    Muito bom o texto, agora pensa quem depende da tv aberta, ainda assisti com a série tendo encerrado na tv fechada, sim sou fã da dublagem.
    Valeu!!!

    Reply
    • Jean
      1 de abril de 2014 at 18:22

      Oi Ednardo, muito obrigado pelo elogio 😀
      Assisti alguns episodio dublados da primeira temporada, e cara, achei muito boa a dublagem. As piadas continuam engraçadas e tudo mais. MAs imagino que deve ser dificil acompanhar pela tv aberta tendo o seriado acabado na tv fechada já.

      Reply
  • Roberta de Felippe
    1 de abril de 2014 at 21:09

    Eu não resisto e acabo revendo a série toda novamente! 🙂

    Reply
    • Jean
      2 de abril de 2014 at 19:49

      Oi Roberta, to pensando em justamente fazer isso, não com todos eps, mas com alguns alheatoriamente, ahahahahah

      Reply
  • Raquel Moritz
    2 de abril de 2014 at 17:48

    Amo HIMYM então te entendo perfeitamente, cara :~

    Eu ainda não sei o que pensar do último episódio. Fiquei com raiva, mas também não fiquei tão surpresa assim. No fim das contas estou feliz por ter conhecido A FOFA DA MÃE que é a coisa mais querida e divertida do mundo. Ela é um ser humano maravilhoso ? E todo episódio com ela me deixava feliz da vida. Daí veio a choradeira: “que tipo de mãe não vai ao casamento da própria filha?” e eu fiquei “epa… que que tá pegando?”. É muito cabreiro 🙁

    Enfim, compartilho da sua dor, hehehe.

    Beijo!!!

    Reply
    • Jean
      2 de abril de 2014 at 19:53

      Nossa Raquel, nem me fale. Eu estava com um amor platonico pela mãe já =x
      Minha reação no final do ep foi soltar aquele “não…” do fundo mesmo, ahahhahaha. Era uma coisa que nunca esperava, não tinha me tocado no “que tipo de mãe não vai ao casamento da própria filha?”. Fui pego muito de surpresa mesmo.

      Reply
  • Dina
    2 de abril de 2014 at 19:11

    Ai meu deus. Parece que leu meus pensamentos. Depois que vi o último episódio não caiu a ficha que acabou, parece que falta algo de mim agora (haha, dramática).
    Beijos.

    Reply
    • Jean
      2 de abril de 2014 at 19:54

      Compartilho do seu drama, Dina. ahahahahahahhaha

      Reply

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.