Menu
Literatura

“O dia em que eu te esqueci” é o livro que eu gostaria de ter escrito.

 Uma conversa com nós mesmos que entrou para a minha lista de livros preferidos para toda a vida. Quando vi a capa desse livro Foi amor a primeira vista e claro que eu precisava reescrever a resenha (agora com fatos legais) para que vocês conhecessem a obra!

IMG_2432

“Tu vives em mim por tudo o que representaste de bom e que foste de mau. E, no entanto, não tenho por ti nenhum sentimento de raiva, de revolta, de tristeza ou de desejo de esquecimento por todas as desilusões e dissabores que me causaste; fui eu que deixei que me fizesses mal e sei melhor do que ninguém que nunca me quiseste magoar.” 

Eu não tenho muito o que dizer sobre “O dia em que eu te esqueci”.O livro simplesmente se transformou em um livro que vou levar para o resto da vida como queridinho. É um romance doce, sincero, verdadeiro e real

“Vou pensando em ti e em nós cada vez menos, embora te mentisse se não dissesse que não me lembro várias vezes. As coisas mais insignificantes ainda me trazem a tua imagem. Lugares onde estivemos, frases, ideias, músicas, cheiros, pequenos nadas que me levam até à memória do que fomos, memórias nas quais me deixo ir como se num barco que me perdeu os remos.”

Em O Dia em que te esqueci… conhecemos a história de uma mulher de carne e osso, com erros e enganos durante a vida. Durante toda a narrativa, com uma leitura fácil e doce, ela nos conta através de uma carta destinada ao seu amor o que se passa em sua vida enquanto tenta esquecê-lo. Essa ideia passa

IMG_2434

“Eu quis tanto que tu me amasses… não se pode querer isso dos outros, é uma viol~encia para eles e para nós próprios. Uma violência e um disparate.”

É o livro que toda mulher que em algum dia tentou esquecer um grande amor deveria ler. Com certeza as palavras de Margarida Ribeiro Pinto irá se transformar na descrição de partes da sua vida durante o período de aprendizado após algum termino. Enquanto lia, senti que alguém estava me contanto uma história que eu já conhecia, poderia ter vivido ou conhecia alguém que já viveu, por encontrar tantas coincidências que encontrei durante a narrativa. Simplesmente encantador.

“Uma das melhores coisas da vida é que ela muda” 

Mulheres e homens, indicado a todos. Especialmente para aqueles que carregam no peito o peso de tentar esquecer um amor que aparentemente nunca será esquecido.

“Não merece o meu amor. Aqueles que merecem as tuas lágrimas são os que nunca te fariam chorar. E foi assim que te fechei o meu coração hospedeiro, para sempre, acredito.”

IMG_2433

“O dia em que te esqueci funciona como um salvo-conduto do amor.”  – (Fabrício Carpinejar)

ISBN-10: 8528616231 | Ano: 2012 | Páginas: 173 | Idioma: português | Editora: Bertrand Brasil

Sinopse: O dia em que te esqueci, segundo livro de Margarida Rebelo Pinto lançado pela Bertrand Brasil, apresenta uma carta de despedida dirigida a um grande amor. Uma das escritoras mais importantes de Portugal na atualidade, vendeu milhões de exemplares em toda Europa e conseguiu um enorme número de fãs por vários países.
Uma história sobre os caminhos que as pessoas precisam percorrer para alcançar o verdadeiro amor, traduzida numa narrativa envolvente e sensível, que leva mais uma vez o leitor a uma viagem interior à descoberta dos seus próprios sonhos e medos.

editoras

CLIQUE AQUI PARA COMPRAR 

Baci ;*

Aproveite para nos seguir nas redes sociais!
Facebook Instagram Twitter Tumblr Google +  ? Pinterest Youtube  ?Blogvin Flickr

About Author

Criadora do @pausaparaumcafe, social media, formada em marketing, rata de biblioteca, intolerante à lactose e a pessoas de mau humor.

1 Comment

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.