Menu
Literatura / Literatura Nacional

O excelente trabalho de Ilana Casoy impressiona em “Arquivos Serial Killers: Made in Brazil”

 Todo mundo sabe que muitos dos meus personagens preferidos da ficção são psicopatas. Já comentei sobre isso em um Literáriocast e comento incansavelmente nas minhas resenhas. Então, é claro que eu fiquei super feliz quando a DarkSide me enviou o livro da Ilana.

Eu já havia resenhado o “Arquivos Serial Killers” da Darkside aqui no blog, já comentei o quanto é interessante ler sobre isso e conhecer ainda mais tudo por essa outra visão, este outro olhar. Mais especialista, de quem estudou e sabe realmente sobre o assunto. Só que ler isso sobre psicopatas lá longe é uma coisa. Ler sobre seres que vivem no mesmo país, e podem até mesmo ter morado na mesma cidade que você, deixa tudo mais real e palpável. É impossível não sentir um pouco de medo.

Após o sucesso do seu primeiro livro, Ilana Casoy dedicou-se a uma pesquisa rigorosa para investigar os serial killers brasileiros, no que viria a ser o primeiro livro do gênero dedicado aos assassinos em série do Brasil. Foram cinco anos de pesquisas, visitas a arquivos públicos, manicômios e penitenciárias, além de entrevistas cara a cara com personificações do mal em terras tupiniquins, para compor um inquietante roteiro com rigor investigativo de como, por quê e com que métodos os serial killers brasileiros atuam. Em Made in Brazil, Casoy relata sete casos de serial killers brasileiros, três dos quais ela entrevistou pessoalmente: Marcelo Costa de Andrade, o vampiro de Niterói, um dos casos e depoimentos mais chocantes do currículo da autora; Francisco Costa Rocha, o Chico Picadinho; e Pedro Rodrigues Filho, o Pedrinho Matador. Um relato cruel feito pelos próprios assassinos, conduzido com maestria por quem entende do assunto, que procura guiar o leitor pela sinuosa mente de pessoas frias e com movimentos mais que premeditados para o mal. Além deles, a autora se debruça sobre a vida e os crimes de José Augusto do Amaral (Preto Amaral), Febronio Índio do Brasil, Benedito Moreira de Carvalho (Monstro de Guaianases) e José Paz Bezerra (Monstro do Morumbi).

O que os leva a cometer atos tão cruéis?

IMG_1350

 Ilana Casoy é habilidosa na hora de escrever, trabalha bem seu conhecimento e consegue trazer para o leitor um conteúdo realmente relevante e interessante. Se você gosta do assunto, assistiu todas as temporadas de Criminal Minds e sua estante está cheio de livros policiais, você vai se impressionar com o que a vida real pode te trazer.

“Arquivos Serial Killers: Made in Brazil”  é o tipo de livro que você não apenas lê, mas estuda durante o tempo que você dedicou a leitura.  Mas não se assuste. É uma leitura muito pesada. Ler ele sem sentir o coração pesar ou quase perder a fé na humanidade é impossível. É difícil acreditar que existem pessoas como as descritas no livro. Mas Ilana explica como isso acontece, como o meio pode interferir no todo, como algumas pessoas passam por isso.

IMG_1351

 

Aqui você vai encontrar um conteúdo incrível sobre o assunto. E acredito que seja uma leitura que vai ser boa para qualquer pessoa. É algo incrível, mesmo com o clima pesado e triste durante a leitura. Sem falar na edição maravilhosa que a Darkside fez. É mais do que um simples livro, ele é  lindo. O trabalho gráfico mais uma vez nos surpreende e mostra que um livro realmente não é feito só do seu conteúdo. É um todo.

Aproveite a leitura, tenho certeza que você não vai se arrepender!

IMG_1349

ISBN: 9788566636291 | Ano: 2014 | Páginas: 360 | Editora: DarkSide® Books

Ilana Casoy se dedica há onze anos ao estudo de crimes violentos e assassinatos em série. Formada em Administração pela FGV e pós-graduanda em Criminologia pelo IBCCRIM, participa como membro consultivo da comissão de Política Criminal e Penitenciária da OAB SP. Solicitada pela Polícia Civil e pelo Ministério Público de São Paulo e de outros estados para ajudar na elaboração do perfil criminal de casos em andamento. Em suas palestras, trata de assuntos relacionados à criminalidade e violência, com recurso de documentários de suas entrevistas com os assassinos. 

editoras

CLIQUE AQUI PARA COMPRAR 

Baci ;*

Aproveite para nos seguir nas redes sociais!
Facebook Instagram Twitter Tumblr Google + ? Pinterest Youtube ?Blogvin Flickr

About Author

Criadora do @pausaparaumcafe, social media, formada em marketing, rata de biblioteca, intolerante à lactose e a pessoas de mau humor.

4 Comments

  • Nicolas Ueda
    8 de dezembro de 2014 at 03:13

    Engraçado, sobre o que você disse sobre o sentimento da leitura desse livro, me lembrei daquele bendito conto do Neil Gaiman, o Lembranças e Tesouros. Senti exatamente a mesma coisa, uma embrulhada de estômago, que me deixou bem bitolado por vários dias. À respeito dessa imagem de um “submundo” sombrio, que parece tão distante da nossa realidade, porém pode acontecer em qualquer lugar.

    Se bem que, na realidade sádica que a gente vive hoje, o estardalhaço que se faz com um acontecimento desses, é de certa forma um próprio ato desumano. 😐

    Reply
  • Isabela
    8 de dezembro de 2014 at 09:08

    Anna, também amei Serial Killers. Recebi esse box da Ilana e estou louca para começar a ler… Agora que li sua resenha, fiquei mais curiosa ainda! Acho que vou adorar mergulhar nessas páginas.

    Beijos, Isabela.

    Reply
  • Eduardo
    8 de dezembro de 2014 at 18:03

    Olá, Anna, boa tarde!
    Sou Eduardo e trabalho com a Ilana Casoy. Escrevo para dizer que adoramos sua resenha do livro! No entanto, gostaria que fizesse uma correção no nome da autora: É CASOY com um S e não dois como está no cabeçalho.
    Obrigado;

    Eduardo.

    Reply
    • Anna Schermak
      8 de dezembro de 2014 at 20:00

      Obrigada Eduardo.
      Erro meu, já arrumei 😉

      Reply

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.