“O Papel de Parede Amarelo” e o quanto estamos presas

24 de março de 2016

Recebi de cortesia da editora José Olympo um exemplar do livro “O Papel Amarelo” que conta com um material extra muito explicativo sobre a vida e a obra da escritora Charlotte Perkins Gilman, e o conto que dá nome ao livro.

“O Papel de Parede Amarelo” é considerado um clássico da literatura feminista e foi escrito de forma muito corajosa por Charlotte que em poucas palavras conseguiu retratar tão bem a repressão e o sofrimento de uma mulher, mostrando de forma tão poética, uma situação tão impactante.

“Não sei porque escrevo isto.
Não é algo que eu queira fazer.
Não me sinto capaz.
E eu sei que John acharia um absurdo. Mas tenho que expressar de alguma forma o que sinto e penso – é um alívio tão grande.” 

Em seu conto, Charlotte conta a história de uma mulher fragilizada emocionalmente que é internada por seu próprio marido médico em uma casa de campo. Nesta casa, a mulher é obrigada a permanecer em um quarto do qual não gosta. Revestido por um obscuro papel de parede amarelo, rasgado e em má condições.

Um conto sobre a realidade feminina, mas ao mesmo tempo uma história de terror que consegue perturbar até mesmo os leitores mais atentos. É uma narrativa que trabalha aos poucos a loucura. Ela nos mostra o ambiente para fazer com que leitor se coloque naquele ambiente e aos poucos perceba cada elemento que contribuiu para todos os sintomas e sentimentos daquela jovem esposa. Mãe que não consegue nem ficar com seu próprio filho por causa do seu atual “estado”.


A história quando encontra o seu ápice nos aperta o coração com aquela resolução. Aquela falta de esperança que se traduz com tanta força em um grito por liberdade. “O Papel De Parede Amarelo” é um daqueles livros que nos faz pensar. Onde você sabe onde cada elemento foi preciso, utilizado de forma correta e transformador.

Ele é um livro que discute o machismo, a falta de voz, a forma com que a mulher busca encontrar uma saída para toda a opressão e a liberdade por direito que é negada e conquistada com um custo muito alto. É um livro que vai te fazer sentir medo de papeis de parede, mas muito mais das correntes invisíveis que podem nos prender e sufocar até o colapso.

Charlotte  se transformou em mais uma autora que eu vou querer conhecer, ler tudo o que puder e indicar para que todos vocês possam ser tocados e alertados por suas palavras.

ISBN-13: 9788503012720 | ISBN-10: 8503012723 | Ano: 2016 | Páginas: 112 | Editora: José Olympio

Charlotte Perkins Gilman foi uma grande romancista Americana; também escritora de contos, poesia e não-ficção e uma palestra sobre reforma social. Ela era uma utopista feminista em uma época em que suas ações não condiziam com as atitudes das mulheres, e serviu de modelo para futuras gerações feministas por causa de seus conceitos não ortodoxos e seu estilo de vida. O seu trabalho mais famoso é seu conto semi-autobiográfico O Papel de Parede Amarelo.

{ Esse livro foi enviado pela editora José Olympo para resenha no blog. Em compromisso com o leitor, sempre informamos toda forma de publicidade realizada pelo blog

CLIQUE AQUI PARA COMPRAR 

Baci ;*

Aproveite para nos seguir nas redes sociais!
Facebook Instagram Twitter Tumblr Google +  ? Pinterest Youtube  ?Blogvin Flickr

Join the Conversation

  1. Olá, tudo bem?

    Faz tempo que vejo muitas pessoas comentando sobre este livro e dizendo o poder dele de fazer o leitor pensar. Amo livros que alertem nosso raciocínio crítico e que abordem o feminismo. Preciso comprar o mais rápido possível, e ler este livro, e saber qual será a minha opinião ao terminar de lê-lo!! Ah, e essa capa deste livro é bárbara!!!

    http://www.literaturasobria.com.br

    Beijos!!

    1. Depois me conta o que achou!

  2. Olá, Anna.

    Li esse livro, no formato ebook (comprei por 1,99 na Amazon), e fiquei com meu coração partido. É uma leitura rápida mas que precisa ser feita de maneira atenta. E não tem como não se envolver com a personagem principal.
    Não sabia que a edição tinha um material extra. Agora fiquei com vontade de ter o livro físico.
    Gostei bastante da sua resenha.

    Beijos
    http://www.jeniffergeraldine.com

    1. Tem uma introdução e um pósfácil incrível. Não tem isso no ebook?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Recipe Rating




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Like
Close
Copyright © 2021 Pausa Para um Café
Made with by Loft.Ocean. All rights reserved.
Close
Sair da versão mobile