Menu
HQ

[Resenha] A Carta de Carlos Felipe Figueiras e Rodrigo Soldado | Editora Devaneio

A Carta de Carlos Felipe Figueiras e Rodrigo Soldado
Edição: 1
Editora: Devaneio
Ano: 2013

Dimas, um soldado negro do Exército brasileiro na campanha da Guerra do Paraguai, recebe, no acampamento de Tuiuti, uma carta da namorada que deixou no Rio. Nesse momento, o Exército paraguaio ataca de surpresa, e Dimas, na condição de analfabeto, tenta, desesperadamente, encontrar alguém que possa ler a carta para ele. Em meio a muita ação, as circunstâncias que levaram Dimas a se alistar revelam-se atuais se comparadas à da população pobre dos dias de hoje. A busca do protagonista serve como pano de fundo para mostrar o desenvolvimento da guerra do ponto de vista de um dos milhares de soldados que nela lutaram e ainda a atuação de grandes figuras, como o então Presidente paraguaio Solano Lopez e o soldado Chico Diabo, que ficou famoso por capturar o ditador paraguaio no momento derradeiro da guerra.

[divider]

Só digo que estudar a Guerra do Paraguai com esse quadrinho teria deixado as aulas de história muito mais interessante. A Carta trás algo que aumenta o valor da obra. Mistura o real, ensina e ainda nos promove entretenimento.

DSCF3284

Antes de falar sobre A Carta, acho interessante ambientar vocês um pouco. O lançamento da editora Devaneio se passa durante a Guerra do Paraguai. E ai você pergunta: “- Mas Anna, eu dormi nessa aula, que diácho é essa tal guerra do Paraguai”. Bem, meu pequeno padawan, a Guerra do Paraguai ou Guerra da Triplice Aliança é considerado um dos maiores conflitos da America do Sul. Ele envolveu o Paraguai e a Tríplice Aliança (por favor me fale que pelo menos disso você se lembra), formada pelo Brasil, Uruguai e a Argentina.  A Guerra perdurou de 1864 até 1870. O Paraguai sofreu muito com a perda da Guerra. Muitas pessoas morreram e calcula-se que mais de 300 mil paraguaios tenham falecido durante o conflito. E tudo porque?

A Guerra do Paraguai foi fruto das contradições platinas, tendo como razão última a consolidação dos Estados nacionais na região. – Historiador Francisco Doratioto

DSCF3277

DSCF3287

Durante a Guerra da Triplice Aliança muitos uruguaios, argentinos e brasileiro lutar no conflito armado, e é justamente nesse momento que as histórias da Carta e da vida real se unem. Com Dimas, um soldado negro que acreditou nas promessas do mundo sobre uma vida melhor depois da guerra e partiu deixando o pouco que tinha.

A história em si, contada em A Carta não te ensina sobre a Guerra. Ela é uma HQ bem visual e te mostra muito mais sobre um dina na guerra do que um contexto amplo e histórico. A ideia aqui não é contar e ensinar o que você deveria ter aprendido na escola ou fuçando no wikipédia. O trabalho de Carlos e Rodrigo e nos mostrar como é a vida naquele momento, quem são as pessoas que encontramos ali e o que elas são, como elas foram importantes e como a guerra foi importante para elas.

A Carta é um trabalho de muito bom gosto, desde a escolha de cores ao trabalho de ilustração até o próprio roteiro e escolha de atitudes. Tudo é feito com muito esmero.

O quadrinho é sobre um assunto violento, estamos falando de uma Guerra gente. Então se você não gosta de sangue, luta e pessoas morrendo, saiba que apesar de toda a história bonita e realmente sentimental, A Carta tem muito sangue sim! Mas assim como nem tudo são flores, nem tudo é sangue. Felipe e Rodrigo conseguem escrever algo que pode te emocionar em meio as onomatopeias com barulhos de tiros.

DSCF3272

DSCF3274

DSCF3275

O quadrinho é um dos lançamentos da Editora Devaneio e vai ter lançamento no dia 25 de setembro, a partir das 19h no no espaço cultural da Editora 8 e Meio, na Travessa dos Tamoios, n. 32, loja C, no Flamengo. Confira aqui como chegar.

Eu gostei muito da história, mas achei que ela é muito rápida. Eu queria um pouquinho mais. Talvez as explicações, contextos e curiosidades que existem em formas de texto no início e no final da obra poderiam ser colocadas de uma forma mais indireta na história. Teria deixado mais consistente. Acho que muita gente não vai se preocupar tanto em ler os textos grandes que complementam e servem de base histórico para o leitor.

DSCF3278

DSCF3279

DSCF3280

DSCF3281

Extras da HQ com Rascunhos e Indicações.

DSCF3282

Artes de Artistas Convidados, sobre o tema.

DSCF3283

Artes de Artistas Convidados, sobre o tema.

 

About Author

Criadora do @pausaparaumcafe, social media, formada em marketing, rata de biblioteca, intolerante à lactose e a pessoas de mau humor.

8 Comments

  • […] [Resenha] A Carta de Carlos Felipe Figueiras e Rodrigo Soldado | Editora Devaneio […]

    Reply
  • Ilmara Santos Fonseca
    22 de setembro de 2013 at 19:35

    Achei lindo este quadrinho,principalmente pela temática abordada, que e a História do nosso país e que muitas vezes nem nós mesmos conhecemos. Adorei o traçado e a sua resenha deixou-nos com uma vontade ainda maior de ler. Estou participando do sorteio. Um abração,

    Ilmara

    Reply
  • Nicolas Ueda
    22 de setembro de 2013 at 22:12

    Interessante. Achei a arte com estilo bem cartunesco, acho que seria interessante ver isso em uma animação. Um bom longa animado brasileiro, chamado Uma História de Amor e Fúria, também mostra vários eventos da história brasileira de forma romantizada, e acrescentando uma dose de fantasia e ficção científica. É bom ver que a identidade nacional está ganhando mais espaço em temas de obras mais populares.

    Nicolas Ueda

    Reply
  • Mylene Leme
    23 de setembro de 2013 at 14:24

    Achei a edição uma graça. E realmente faria as aulas ficarem bem mais interessantes!!

    Reply
  • Luis Garavello
    5 de outubro de 2013 at 19:43

    Toda e qualquer iniciativa de HQs no Brasil merecem minha aprovação… E a resenha me ajudou a decidir ir correr atrás desta obra.

    Reply
  • […] [Resenha] A Carta de Carlos Felipe Figueiras e Rodrigo Soldado | Editora Devaneio […]

    Reply
  • Tainara H.
    8 de outubro de 2013 at 13:22

    Como fã de História que eu sou, claro que eu me lembro muito bem da Guerra do Paraguai e da Tríplice Aliança e pra mim ler sobre História nunca é demais, aliás, é uma das coisas sobre a qual eu mais gosto de ler, então claro que me interesso muito por essa HQ. Adorei a capa, as ilustrações e principalmente o tema. Ótima indicação! ;D

    Reply
  • Shadai
    10 de outubro de 2013 at 18:20

    Linda essa HQ, gostei dos traços simples e do ótimo trabalho de colorização.
    Não fui muito bem em História nos meus tempos de escola – mesmo eu tendo mãe professora dessa matéria hahahaha – por isso nem sei muito a respeito dessa guerra.
    Não me incomodaria nem um pouco com a violência, sangue e mortes.

    Reply

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.