Menu
HQ

[Resenha] Astronauta Magnetar de Danilo Beyruth | Panini

O Astronauta, personagem que singra o espaço sideral sozinho em sua nave há anos, visita uma galáxia distante para estudar um magnetar, uma estrela de nêutrons que possui um campo magnético estimado em 1 bilhão de teslas. Mas ele comete um erro que pode custar sua vida. Agora, com a nave danificada e sem comunicação, ele está “náufrago no espaço” e precisa encontrar uma forma de escapar antes de ser derrotado pela insanidade que insiste em tomar sua mente. E a saída pode estar em aliar a tecnologia aos ensinamentos de seu velho avô, há tanto tempo falecido… (SINOPSE)”.

 

Oii! Hoje eu vou falar de uma Graphic Novel brasileira, escrita pelo genial Danilo Beyruth: “Astronauta Magnetar”.

Lançada em outubro do ano passado pela Editora Panini (Panini!) vem com o selo MSP (Maurício de Souza Produções), que promete o lançamento de mais quadrinhos do gênero ainda no primeiro semestre de 2013 (a promessa é que o próximo lançamento será a Graphic Novel do Chico Bento).

A proposta desse quadrinho, de reviver um personagem principal da Turma da Mônica, porém agora adulto, é completamente empolgante. Se você é um leitor que como eu, aprendeu a ler com os gibis da turma, o carinho por esses personagens é muito grande e natural, e rever um dos personagens que eu mais gostava é muito, muito, muito nostálgico.

Vemos agora um Astronauta adulto, absolutamente egocêntrico e confiante, enviado para uma missão de pesquisa e estudo em um magnetar (não vou me reter na explicação do que é esse corpo celeste, pois ele é feito de maneira breve, mas muito explicativa já logo no início da história). Porém, como não poderia ser diferente, uma grande e inesperada merda, um acidente inesperado ocorre deixando o Astronauta ilhado em um corpo celeste a milhares de anos luz da Terra.

Nesse ínterim, vemos as lutas e conflitos internos do personagem, bem como o seu encaminhamento à loucura. Perceba, durante a leitura, alguns “Easter eggs” nos desenhos, que são muito interessantes, e não são muito difíceis de identificar.

O roteiro é fantástico, muito bem estruturado, e bastante adulto. O que notamos é que o quadrinho foi feito para os antigos fãs da Turma da Mônica que não querem acompanhar a Turma da Mônica Jovem por achar bobo, ou juvenil demais, mas que estão cansados com a Turma Original. Quanto à arte, ela te pega, pois o Beyruth conseguiu manter o mesmo estilo de nave e traje, mas de maneira “factível”. Aqui vale resaltar o trabalho de colorização realizado de maneira impecável pela Cris Peter, que se utilizou com muita frequência dos tons de azul e amarelo para compor o cenário e o personagem, o que foi brilhante (lembra-se da cor do traje original do Astronauta?).

Vou parar de me estender e ir logo pra a avaliação. Vou passar a adotar um padrão de análise que englobará 4 aspectos, dando notas de 1 a 5, e por fim teremos uma média da obra. Avaliarei qualidade e inovação do roteiro; qualidade, estilo e cuidado com a arte; qualidade escolha da paleta de cores e por fim a edição em si, sua apresentação (capa dura, orelha, capa, etc.).

Título: Astronauta Magnetar
Número de páginas:
82
Roteiro: 5 (Danilo Beyruth)
Arte: 4 (Danilo Beyruth)
Cores: 5 (Cris Peter)
Edição: 4 (Eu comprei a versão econômica, pois ainda não haviam lançado a edição capa dura, apenas por isso que eu dou 4).
Média: 4,75

 

 

 

About Author

Dani. Um ser estranho e recluso, no auge dos seus 23 anos, vivendo na Rivendell catarinense (só que mais quente). É engenheira de formação (só falta o diploma, ok?), leitora compulsiva e colecionadora de hqs. Ama fantasia, ficção científica, literatura técnica e abraços quentinhos.

9 Comments

  • Kelry Caroline
    4 de fevereiro de 2013 at 19:02

    Eu não conheçia o livro, mas historia em quadrinhos tipo assim, eu sou apaixonada.

    Reply
  • Jean
    5 de fevereiro de 2013 at 00:23

    Enredo muito bom e tudo mais, na real acho que a última página foi um balde de agua gelada. A espectativa criada no decorrer do drama foi muito grande por um final mais profundo, psicológicamente falando.

    Reply
  • Monica Silva
    5 de fevereiro de 2013 at 03:57

    Estou me aventurando nessa leitura de quadrinhos aos poucos… quem sabe esse possa ser uma opção. Não me sinto muito atraída pelo gênero ainda.

    Reply
  • Talita Silva
    5 de fevereiro de 2013 at 13:51

    Opa, selo MSP ~assovia~; também aprendi a ler com os gibis da turma da Mônica, uma vez fiz minha mãe prometer que ia assinar para receber os gibis em casa, mas naquela época eu morava no sitio, ai ficava complicado. Procurei algumas imagens no Sr. Google sobre o trabalho do Danilo Beyruth e uau, que incrível ~chora por não ter um talento assim~ Simplesmente preciso do livro, quando eu puder ele vem pra casa. Quero ter a sensação nostálgica.

    Reply
  • Aymée Meira
    6 de fevereiro de 2013 at 23:55

    fiquei curiosa, adorei a resenha flor.
    eu ja sou fã de graphic novel… imagina uma dessas… ai ai =x
    beijo

    Reply
  • […] nos quadrinhos do Brasil é começar com o pé direito e investir em satisfação certa. Leia a resenha de Astronauta Magnetar aqui! Compre Online por: R$25,40 Tweet (function() { var s = […]

    Reply
  • Ester Ribeiro
    12 de fevereiro de 2013 at 13:41

    Muito legal. Não conhecia o livro ainda e achei interessante. O que teria sido da minha infância sem a Turma da Mônica? rs.

    Reply
  • […] [Resenha] Astronauta Magnetar de Danilo Beyruth | Panini […]

    Reply
  • […] [Resenha] Astronauta Magnetar de Danilo Beyruth | Graphic MSP […]

    Reply

Deixe uma resposta para Monica Silva Cancel Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.