Vídeos Segunda, Quarta e Sexta.   SE INSCREVA

Search

[Resenha] Como Dizer Adeus em Robô de Natalie Standiford | @GaleraRecord

Com um toque melancólico, o livro conta a singular ligação entre Bea e Jonah. Eles ajudam um ao outro. E magoam um ao outro. Se rejeitam e se aproximam. Não é romance, exatamente mas é definitivamente amor. E significa mais para eles do que qualquer um dos dois consegue compreender… Uma amizade que vem de conversas comprometidas com a verdade, segredos partilhados, jogadas ousadas e telefonemas furtivos para o mesmo programa noturno de rádio, fértil em teorias de conspiração. Para todos que algum dia entraram no maravilhoso, traiçoeiro, ardente e significativo mundo de uma amizade verdadeira, do amor visceral, Como dizer adeus em robô vai ressoar profunda e duradouramente.

Um livro com uma nota 4.3 no skoob, um livro com “robô” no título e um livro que me chamou atenção dês da primeira vez que fiquei sabendo da sua publicação. Em resumo: Eu precisava ler, só não acreditava que seria um daqueles livros em que eu perderia o chão no final da leitura.

Como dizer Adeus em Robô além de ter uma personagem que é completamente a Anna se eu fosse descrita em uma personagem. Uma garota robô cheia de sentimentos, momentos de tristeza absoluta e uma coragem só dela. Uma menina acostumada com mudanças, mas que não sabe nem um pouco lidar com as mudanças de sentimentos que acontecem dentro dela. Bea se encontra em uma escola nova e em um mundo totalmente novo, onde apenas um Garoto Fantasma e uma Garota Robô poderiam se encontrar.

O livro é cheio de boas lições sobre o que as pessoas são e o que nós conseguimos ver sobre elas. O quanto alguém pode se esconder e o quanto ficar longe de alguém as vezes é a melhor coisa que você pode fazer por alguém. As vezes, ir embora é o maior ato de amor do mundo.

É um livro adolescente que você só vai entender a profundidade quando já tiver passado por muita coisa. Como Dizer Adeus em Robô é um livro sobre deixar ir, algo que poucas pessoas aprendem durante suas vidas e muitas nunca fazem.

É um romance sem um beijo, é um romance com segredos confidenciados em uma rádio depois da meia noite com desconhecidos diferentes e únicos, é o primeiro amor, é uma viagem de tapete voador. É a alegria de rever alguém.

Eu acabei de ler esse livro com um aperto tão grande no coração que quase joguei fora todas as minhas fotos e corri me esconder em um buraquinho para ficar lá pra sempre com a minha insignificância. O livro tocou em uma cicatriz, mas ao mesmo tempo me fez muito bem, eu me encontrei ali. E acho que muitos de vocês podem se encontrar também.

O livro tem uma diagramação bela e é todo trabalhado. Uma leitura obrigatório para todos os robôs que me leem por aqui.

Clique Aqui Para Comprar

10 livros para ler antes do vestibular Halloween: 5 livros de terror na literatura 5 livros para começar a ler clássicos Personagens LITERÁRIOS para inspirar seus personagens de RPG! Ideias para suas mesas de D&D sairem da mesmisse!