Menu
Literatura

[Resenha] Doce Vampira de Ju Lund | Editora Ornitorrinco

Eduarda é uma jovem calada e discreta quando conhece a sensual Ester. A amizade das duas cresce com o tempo e um novo sentimento inesperado desperta. Agora Duda tem que enfrentar dois novos problemas: estar apaixonada por Ester e encarar a sua família, e, também, enfrentar a sociedade para poder continuar com sua Doce Vampira. Será que esse amor será forte o suficiente?

 

Os vampiros de Doce Vampira conseguiram me convencer e com isso merecem minha consideração, são diferentes mas verdadeiros. Ju trabalha com os vampiros de uma forma para deixá-los mais reais e mais longe da ficção. Isso se mostra até mesmo através de uma conversa de Ester e Eduarda.

Uma coisa que pode incomodar muitos leitores, mas que pra mim não fez diferença nenhuma é o namoro entre Ester e Eduarda.  SIM! Doce Vampira é um romance entre duas mulheres e confesso que fiquei impressionada com a forma sutil e até mesmo delicada que Ju tratou as duas personagens nesse ponto.

A autora

Doce Vampira tem seu tema principal não no romance entre a doce vampira e a humana, mas sim no preconceito. Preconceito de toda parte e de todo tipo, preconceito entre o amor de duas mulheres e o preconceito entre humanos e vampiros.

O livro em alguns momentos me lembrou muito true blood, mas no bom sentido e em um pequeno item que não vou falar aqui se não vocês me matariam pelo spoiler.

É difícil falar de vampiros hoje em dia sem cair na máxima Amor Eterno ou Ódio. Ou você brilha, ou você… faz como a HBO e coloca cenas de sexo em tudo.
E o que aconteceu aqui foi extremamente ao contrário, a Ju não obriga você a gostar dos seus personagens e por um certo ponto isso até é um pouco ruim, acabei não tendo nenhuma feição por Duda e assim os acontecimentos finais não surtiram tanto efeito emocional em mim.

A autora também brinca com nossa carência de finais cheios de respostas e explicações e nos permite criar um final onde vamos imaginar o que queremos. Isso vai depender muito mais de como a história foi construída para você durante a leitura do que realmente a autora queria transportar.

Um final cheio de dúvidas para a protagonista mas onde o leitor pode fazer suas próprias conclusões sem temer estar errado.

Siga no Instagram: @annaschermak

Doce Vampira de Ju Lundo é um bom livro nacional de vampiros e ganha 3,7 xícaras de bolsas de sangue bem vermelhinho.  Aproveitem a leitura e ignorem seus preconceitos.

 

About Author

Criadora do @pausaparaumcafe, social media, formada em marketing, rata de biblioteca, intolerante à lactose e a pessoas de mau humor.

2 Comments

  • Carol Sophie
    14 de março de 2013 at 16:01

    Quando a gente achava que o assunto “amor entre humanos e vampiros” estava esgotado, chega alguem com uma ideia brilhante dessa. O livro vai entrar na minha “pequena” lista de desejados.
    E, cara, a HBO exagera nas cenas de sexo, é quase o episódio todo nisso.

    Beijos
    fromafallenangelsheart.blogspot.com

    Reply
  • Kelry Caroline
    14 de março de 2013 at 21:55

    Adoro a Ju, ganhei alguns marcadores da autora e já admiro faz algum tempo!

    Reply

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.