Menu
Literatura

[Resenha] Encontre-me de Romily Bernard | @GloboLivros

Sinopse: Um clima de suspense crescente, narrado sob o ponto de vista de uma heroína com a cara do século 21: a descolada adolescente Wick Tate. Órfã de mãe, e filha de um violento criminoso, a garota só confia em seu aguçado instinto de sobrevivência quando se trata de cuidar de si mesma e da irmãzinha, Lilly. Não confia em ninguém – nem mesmo nos pais adotivos com quem ela e Lilly temporariamente vivem num confortável lar de classe média alta próximo à cidade de Atlanta. Por isso mesmo, tenta se garantir mantendo uma secreta e rentável “atividade extracurricular”. Faz investigações on-line sob encomenda para mulheres que suspeitam da fidelidade dos parceiros. Wick é uma hacker de mão cheia.
O peculiar estilo de vida de Wick sofre uma reviravolta quando Tessa Waye, uma antiga amiga de escola, é encontrada morta e o diário dela acaba nas mãos de Wick. Em meio às páginas, uma enigmática mensagem: “Encontre-me”. Aos poucos, Wick involuntariamente é enredada numa rede de mistério que se transforma num desafio pessoal, quando se descobre que Tessa foi assassinada – e que Lilly pode ser a próxima vítima. Para chegar à identidade do assassino, Wick terá de contar com todo seu talento em programação de computadores, além da ajuda constante do vizinho, com quem tem uma certa tensão sexual, Griff.

“Tudo que ele toca e tudo que ele tocou se acende. Sinto como se tivesse engolido o sol. A ponta dos seus dedos deixa um rastro de luz e calor na minha pele.”

 Eu demorei muito para ler esse livro, demorei até demais. Nunca imaginei que essa capa com cara de livro de suspense que passa no canal Space se tornaria um livro tão fantástico pelo menos para mim. Um romance policial do estilo que eu precisava, na hora que eu precisava e do jeito que eu precisava. Eu simplesmente AMEI Encontre-me!

Eu comecei a ler Encontre-me com nenhuma esperança. Eu não esperava que o livro seria assim tão bom.  Comecei lendo aos poucos durante as viagens de ônibus na ida para o trabalho e durante um dia que acabou a luz na agência e eu não tinha como trabalhar acabei terminando de ler todo o livro e surtando com todos os meus colegas de trabalho. Queria que alguém lesse o livro comigo para conseguir discutir aquela história que começou despretensiosa e terminou com uma intriga digna de um filme de suspense de te fazer roer todas as unhas.

Encontre-me trabalha uma personagem forte, mas que tem fraquezas bem definidas e que são bem trabalhadas durante a narrativa para tirar o máximo dela. Seus medos são constantes mas eles não a paralisam. Eles a fazem agir, conduzindo a história ao próximo capítulo.

Eu estava com muita saudade de uma história assim. Que me fizesse realmente acompanhar a personagem durante uma jornada alucinante e que não me tratasse como um idiota me mostrando respostas que eu já sei. Em Encontre-me eu realmente errei todas as minhas suspeitas e Sherlock Holmes teria vergonha de mim com as deduções erradas que tive.

Eu recomendo muito a leitura do livro. Ele trabalha assuntos polêmicos como suicídio, abuso e atividades ilegais na internet, mas além disso tem um romance interessante e uma jornada que te dá gosto acompanhar.

Edição: 1 | Editora: Globo Livros | ISBN: 9788525054531 | Ano: 2014 | Páginas: 304

Nota: 4,6/5

Comprar: Submarino | Americanas

post

About Author

Criadora do @pausaparaumcafe, social media, formada em marketing, rata de biblioteca, intolerante à lactose e a pessoas de mau humor.

4 Comments

  • Isabela
    23 de Maio de 2014 at 09:42

    Anna, me senti como você… O livro foi uma grande surpresa!

    Adorei tudo e principalmente o desenvolvimento da personagem…

    Ansiosaaaa pela continuação!

    Resenha linda e fotos também!

    Bjs, Isabela.

    Reply
    • Anna Schermak
      23 de Maio de 2014 at 09:59

      Oi Isa! É incrível como esse livro é apaixonante, não?

      Beijocas, linda!

      Reply
  • Raquel Moritz
    23 de Maio de 2014 at 17:59

    EU TO TIPO ASSIM QUERENDO MUITO LER ESSE LIVRO

    Jamais imaginava que teria um assunto assim abordado num livro com essa capa, rsrsrss. O Sherlock Holmes será que não ia se enganar tbm? HEIN? HEIN? aeuheauheaue, só espero que não seja Deus Ex-Machina né, ahaha.

    Ta na lista, migz. Quero ler, de verdade.

    BEIJO!

    Reply
    • Anna Schermak
      27 de Maio de 2014 at 08:36

      Será que ele se enganaria? Se sim… tamo junto brother!

      Reply

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.