Menu
Literatura

[Resenha] Fale! de Laurie Halse Anderson | @EdValentina

Fale! de Laurie Halse Anderson
Edição: 1
Editora: Valentina
ISBN: 9788565859073
Ano: 2013
Páginas: 248
Tradutor: Flávia Carneiro Anderson

Saraiva Por R$29,90

Sinopse: “Fale sobre você… Queremos saber o que tem a dizer.” Desde o primeiro momento, quando começou a estudar no colégio Merryweather, Melinda sabia que isso não passava de uma mentira deslavada, uma típica farsa encenada para os calouros. Os poucos amigos que tinha, ela perdeu ou vai perder, acabou isolada e jogada para escanteio. O que não é de admirar, afinal, a garota ligou para a polícia, destruiu a tradicional festinha que os veteranos promovem para comemorar a chegada das férias e, de quebra, mandou vários colegas para a cadeia. 
E agora ninguém mais quer saber dela, nem ao menos lhe dirigem a palavra – insultos e deboches, sim – ou lhe dedicam alguns minutos de atenção, com duvidosas exceções. Com o passar dos dias, Melinda vai murchando como uma planta sem água e emudece. Está tão só e tão fragilizada que não tem mais forças para reagir.
Finalmente encontra abrigo nas aulas de arte, e será por meio de seu projeto artístico que tentará retomar a vida e enfrentar seus demônios: o que, de fato, ocorreu naquela maldita festa?

——————

O ditado: “Não julgar um livro pela capa” é uma maneira perfeita de começar essa resenha. A capa de Fale! pode ser colorida e com um aspecto “bonitinho”, o conteúdo é bem diferente. Apesar do bullying estar um tanto quanto banalizado ultimamente, esse é o tema principal do livro. É o que Melinda enfrenta todo dia.

Desprezada pelos colegas, por ter acabado com a festa no ano anterior, chamando a polícia. Desprezada pelos pais e professores, por pensarem que é só mais uma adolescente rebelde tentando chamar a atenção. Ninguém entende o que acontece dentro da cabeça dela.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O livro narra o ano letivo da personagem. Desde o primeiro dia de aula, indo para a escola, sentada sozinha no banco do ônibus escolar, pois ninguém gostaria de ficar perto dela. Narra também o drama de não ter onde se sentar na hora do almoço, pois todos a desprezam.

Uma das coisas que mais me angustiou no livro, foi a maneira que os pais dela a tratavam. Não é normal uma adolescente ficar todos os dias sozinha em casa nas férias. Não é normal que alguém não tenha amigos. Que volte para casa todo dia, com uma expressão indiferente no rosto. Qualquer pessoa notaria que aquilo está errado, e eu pensava comigo mesma: “Que tipo de pais são vocês, que não abrem o olho, e não percebem que sua única filha está infeliz?”.

Apesar da lembrança da festa ter ficado no passado, e raramente vir a tona, as férias fizeram uma lavagem cerebral em seus amigos, que esqueceram da existência de Melinda.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Se não deu pra perceber pela resenha acima, preciso deixar claro que a autora não se preocupa em “pegar leve” com a narrativa. E sim, em mostrar a triste realidade da personagem, o que choca e nos emociona. Ou seja, só leia se estiver com a cabeça aberta para uma história impactante.

Para quem ficou interessado, mas não tem tempo ou condições de ter o livro para ler, há um filme, baseado no livro, chamado “O Silêncio de Melinda”, que foi protagonizado por Kristen Stewart. (Tendo em vista que Fale! foi lançado a 10 anos)

1 Comment

  • Paulo
    16 de outubro de 2013 at 16:19

    Quero Ler *_*

    Reply

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.