Menu
Literatura

[Resenha] Infinity Ring – Um Motim no Tempo de James Dashner | @cialetras

Por Dani Voltolini

Furacões, terremotos e outros desastres naturais estão destruindo cidades, estados e países inteiros. E a organização SQ, apesar de ser responsável por controlar o planeta, parece não se esforçar para evitar a chegada do cataclismo que acabaria de vez com toda a humanidade.
Dak Smyth assiste a tudo isso de dentro de casa, fazendo aquilo de que mais gosta: estudar história e comer queijo. Até o dia em que seus pais saem para uma viagem curta e ele e sua melhor amiga Sera Froste, uma garota totalmente fascinada por física quântica, resolvem matar a curiosidade e se aventurar no laboratório de ciências dos pais dele.
Lá, encontram nada mais nada menos que um dispositivo que, assim que for finalizado, possibilitará a viagem no tempo – o Anel do Infinito. Sera, craque da matemática, consegue preencher a última lacuna nos cálculos e, quando os pais de Dak retornam, o mecanismo está pronto para ser usado. Na primeira tentativa, porém, os dois adultos desaparecem. Quando tudo parece estar perdido, Dak e Sera são recrutados pelos Guardiões da História, uma sociedade secreta criada há muitos séculos. Eles então descobrem que os agentes da SQ estavam alterando eventos históricos importantes para conseguir mais poder para a organização, gerando as Grandes Fraturas, que em breve levarão ao fim do mundo.
Assim, de posse do Anel, Dak e Sera viajarão pela história com a missão nada fácil de encontrar os pais de Dak, corrigir as fraturas e salvar o planeta. Neste primeiro volume da série, eles voltarão à Espanha de 1492, onde está a Primeira Fratura, com o objetivo de embarcar em uma das naus da expedição de Cristóvão Colombo e garantir que seja ele o responsável pela chegada dos europeus à América.

 

Sabe aquele livro que você lê numa tarde de sábado, e quando acaba, pouco tempo depois de começar, quer ler a continuação? Pois é exatamente isso que acontece quando lemos o primeiro livro da série Infinity Ring – Um Motim no Tempo, escrito por James Dashner e editado pela Seguinte.

2013-04-29 20.51.16

Linda capa!

Bom, basicamente temos duas crianças com inteligência fora da média: Dak Smyth gênio em História, delicia-se estudando os pormenores da história do mundo; e Sera Froste (fofinha!), gênio em Ciência que com quatro anos já estudava sobre física quântica (olha que sonho!). Essas crianças vivem em um mundo dominado por uma organização maligna intitulada SQ, que acendeu o poder sabe-se Deus quando, pois a história da organização está intimamente ligada à história do mundo.

Do outro lado da mesa, temos a organização secreta Guardiões da História (EEEEEE organização secreta!), que guiada por Aristóteles é responsável por catalogar as possíveis Fraturas na História causadas pela SQ para ascender ao poder.

 Pera, Dani! Tá confuso isso!

 Não é confuso não! Basicamente a história como conhecemos não aconteceu no mundo do Dak e da Sera. Isso porque a SQ interviu e mudou a seu favor esses acontecimentos. E isso é o ponto mais incrível na trama. As duas crianças tem que, utilizando o Anel do Infinito (máquina do tempo construída pelos pais cientistas do Dak), voltar no tempo e corrigir essas fraturas.

No primeiro livro da série acompanhamos esses dois aventureiros na Espanha de 1492 para impedir que ocorra um motim na Nau Santa Maria e que levaria ao assassinato do senhor Cristóvão Colombo. Já pensaram que loucura?

2013-04-29 21.42.33

Recurso utilizado pelos Guardiões da História para indicar onde e quando está a Fratura.

Sim! E é no meio disso tudo que o livro acontece. Uma narrativa super gostosa, fluida e bem desenvolvida. Personagens carismáticos, inteligentes e ao mesmo tempo completamente inocentes, utilizando como arma contra a SQ apenas a sua genialidade. Como eu já disse em outra resenha, tem Organização Secreta, e MAIS! Aqui temos viagem no tempo, que pra mim é um dos assuntos mais legais pra se desenvolver em um livro. Não tem como não gostar, não é mesmo?

Além disso, tudo é um livro bem acabado, tem uma capa muito chamativa que fica linda na estante e pra auxiliar na leitura, páginas amarelas como todos amamos.

2013-04-29 20.52.21

Livro bem acabadinho, letras boas e páginas amarelas…

E tem mais! Quando você termina o livro pode sair correndo para o site e continuar a aventura no jogo do livro! As informações vão estar todas aqui em baixo.

Bom, o volume dois (Dividir e conquistar, de Carrie Ryan) está previsto para Julho e o volume três (O alçapão, de Lisa McMann) previsto para Novembro, ambos desse ano. Então é correr na livraria e garantir o seu exemplar de Infinity Ring – Um motim no Tempo.

Poxa! Quase ia esquecendo de dar a nota! Já pensaram? Isso poderia causar uma fratura na história e alterar completamente o futuro! Bom, pra nada disso acontecer, eu dou nada mais nada menos que 4,7 xícaras de café viajante no tempo!

Já leu? Quer continuar nesse mundo? Continue Jogando AQUI!

Quer comprar? Aproveita aqui por R$19,90 com brinde!

[youtube id=”ZQ1YMRuZd1U” width=”600″ height=”350″]

 

About Author

Dani. Um ser estranho e recluso, no auge dos seus 23 anos, vivendo na Rivendell catarinense (só que mais quente). É engenheira de formação (só falta o diploma, ok?), leitora compulsiva e colecionadora de hqs. Ama fantasia, ficção científica, literatura técnica e abraços quentinhos.

1 Comment

  • […] Quem aí quer ganhar um exemplar de Um Motim no Tempo, mais um cordão exclusivo da série? O Mágica Literária, em parceria com a Editora Seguinte, vai sortear pra vocês! Confiram abaixo uma foto com o livro e o cordão (créditos da imagem: blog Pausa para um Café): […]

    Reply

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.