Menu
Literatura

[Resenha] Mago Aprendiz – Livro 01 – de Raymond E. Feist | @SaidaEmergencia

Edição: 1
Editora: Saída de Emergência Brasil
ISBN: 9788567296005
Ano: 2013
Páginas: 432
Tradutor: Cristina Correia

Nota4,5/ 5

Comprar: Ponto Frio | Submarino 

Sinopse: Na fronteira do Reino das Ilhas existe uma vila tranquila chamada Crydee. É lá que vive Pug, um órfão franzino que sonha ser um guerreiro destemido ao serviço do rei. Mas a vida dá voltas e Pug acaba se tornando aprendiz do misterioso mago Kulgan. Nesse dia, o destino de dois mundos altera-se para sempre. Com sua coragem, Pug conquista um lugar na corte e no coração de uma princesa, mas subitamente a paz do reino é desfeita por misteriosos inimigos que devastam cidade após cidade. Ele, então, é arrastado para o conflito e, sem saber, inicia uma odisseia pelo desconhecido: terá de dominar os poderes inimagináveis de uma nova e estranha forma de magia… ou morrer. Mago é uma aventura sem igual, uma viagem por reinos distantes e ilhas misteriosas, onde conhecemos culturas exóticas, aprendemos a amar e descobrimos o verdadeiro valor da amizade. E, no fim, tudo será decidido na derradeira batalha entre as forças da Ordem e do Caos

16

Sabe aquele livro que você se pergunta durante um bom tempo o motivo da demora para começar a ler? Esses livro foi um deles! Faz muito tempo que eu não leio fantasia. Eu ando em uma onde romance/ficção científica em tudo! De filmes a livros, envolvendo séries e escrita.  Depois de sair do meu longo período de estudo para roteirizar Almas de Dragão, eu resolvi que era um momento para fugir da fantasia. Mas acabei me encontrando novamente na escrita de Raymond Feist nesse lançamento da editora Saída de Emergência.

A história de Pug, personagem principal em “Aprendiz” é algo desenvolvido aos poucos, a construção de todo o ambiente, narrativa e personagens de Feist é algo a se admirar. Não temos aquela impressão de que as coisas acontecem rápido demais. Temos, ao contrário, a impressão de que é conteúdo de mais. O livro pode ser “pequeno”, mas consegue trazer consigo uma história rica em todos os sentidos, e um autor que você com certeza vai querer acompanhar para toda a vida.

Ao ler Mago Aprendiz eu emparquei em uma aventura digna de mesas de RPG com mestres habilidosos, inteligentes e cheio de imaginação. A Jornada de Pug, ao decorrer do livro, era a minha jornada. Eu entrei de uma forma na mente do personagem e em toda a história que eu quero jogar uma aventura aqui. E quero ser esses personagens, quero poder ir onde ele não foi, matar o homem que ele não matou, estudar a magia que ele não desenvolveu.

Minha única ressalva em relação ao livro é que ele realmente tem muito personagem e história, eu estou um pouco desacostumada com isso, e personagens demais não me agradam nenhum pouco. Mas isso é mais um gosto pessoal do que desmérito do livro. Então leiam e tirem suas próprias conclusões.

Uma história com um começo apaixonante que tem tudo para deixar os fãs de fantasia com mais um gasto. A narrativa épica e interessante de Raymond precisa ser descoberta por todos os leitores de Fantasia!

A Edição da editora Saída de Emergência está muito bonita. Cheia de detalhes *e com um mapa* para deixar os fãs com um sorriso alegre no rosto. Confira abaixo nas fotos:

15

14

13

12

11

10

1

About Author

Criadora do @pausaparaumcafe, social media, formada em marketing, rata de biblioteca, intolerante à lactose e a pessoas de mau humor.

3 Comments

  • […] Clique aqui e leia a resenha do livro 1 […]

    Reply
  • Anderson Mattozinhos
    30 de janeiro de 2014 at 15:48

    Fiquei curioso para ler. Eu estou numa vige diferente de você Anna. Estou lendo fantasia demais rsrsrsrs. Começo a ter saudades das leituras mais “técnicas”relacionadas a minha profissão. Isso não quer dizer que vou parar de ler fantasia, é claro! Mas que vou reduzir um pouco o ritmo.

    Achei pela Sinopse, que o livro tem um argumento que vem sendo muito utilizado em livros de fantasia nos últimos anos. Isso me fez relembrar várias semelhanças com livros como: Nome do Vento e Aprendiz de Assassino por exemplo.

    Mas claro que semelhante não quer dizer igual, então pode ser sim uma boa opção de leitura, vamos conferir!

    Até mais!

    Reply
    • Anna Schermak
      30 de janeiro de 2014 at 16:59

      Olha, como eu não li os anteriores não pude realmente comentar esse ponto. Mas o livro é muito interessante. E bem escrito, o que é melhor ainda.

      Reply

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.