Menu
HQ

[Resenha Mangá] A Tempestade – W. Shakespeare | @GaleraRecord

A tempestade é uma história de vingança, é uma história de amor, é uma história de conspirações oportunistas, e é uma história que contrapõe a figura disforme, selvagem, pesada dos instintos animais que habitam o homem à figura etérea, incorpórea, espiritualizada de altas aspirações humanas, como o desejo de liberdade e a lealdade grata e servil. Uma Ilha é habitada por Próspero, Duque de Milão, mago de amplos poderes, e sua filha Miranda, que para lá foram levados à força, num ato de traição política. Próspero tem a seu serviço Caliban, um escravo em terra, homem adulto e disforme, e Ariel, o espírito servil e assexuado que pode se metamorfosear em ar, água ou fogo. Os poderes eruditos e mágicos de Próspero e Ariel combinam-se e, depois de criar um naufrágio, Próspero coloca na Ilha seus desafetos (no intuito de levá-los à insanidade mental) e um príncipe, noivo em potencial para a filha. Se o amor acontece entre os dois jovens, se a vingança de Próspero é bem-sucedida, se Caliban modifica-se quando conhece os poderes inebriantes do vinho numa cena cômica com outros dois bêbados, tudo isso Shakespeare nos revela no enredo desta que por muitos é considerada sua obra-prima – uma história de dor e reconciliação.

Primeiro ponto, antes de mais nada preciso dizer que não sou uma leitora de mangá. Só li Nana, Shaman King e algumas edições de Fairy Tale, mas quando recebi o email da Galera e vi essa linda edição… como fã de Shakespeare não pude evitar. Li em uma viagem de ônibus para o trabalho. Uma leitura agradável, poética e nunca li uma hq, mangá ou graphic novel com tanta sensibilidade.

A Tempestade consegue ganhar xícaras de café em vários quesitos. Mas o principal é o cuidado com a tradução. Os versos são mantidos e a história é mantida a mais fiel possível a obra original de W. S. Começamos a ler embalados pela apresentação de cada personagem de forma colorida depois para depois, ao começar a história passar para o Preto e Branco.

A ilustração é bela, completa a história com rimas e versos durante todos os diálogos e histórias. Eu ficava encantada a cada novo detalhe a história que nos faziam ficar cada vez mais próximos da história. Fosse com uma lágrima ou com o vento.

Sei que os fãs tradicionais podem ter uma pequena ressalva em ver uma obra tão importante em um formato tão “jovem” e para um publico bem diferente do que está acostumado a ler as peças. Mas achei simplesmente fantástica a adaptação e vou fazer de tudo para que meu irmão leia. É uma forma sensacional de trazer aos outros públicos uma história com tantas lições. Como a luta para poder perdoar e o quanto a vingança não é plena, mata a alma e envenena** 

Esse foi com certeza uma ótima leitura, não consegui notar quando acabou e queria muito mais depois de ler a última página. Além de todo cuidado com a tradução a edição trás uma mini biografia do autor e possui também um “roteio” da história na última página explicando em formato de texto toda a história caso você tenha achado confuso ler em seus quadrinhos.

Não consigo imaginar em que eu poderia tirar pontos, talvez por ser pequena demais. Mas isso não tira de jeito nenhum todo o mérito da obra por conseguir transpor Shakespeare para uma forma totalmente nova e mesmo assim tão bem.
A Tempestade leva 5 xícaras de café quentinho e com sabor de perdão!

Ah… ps: não precisa começar do final do livro. O mangá é apenas o formato da ilustração usado no livro 🙂 

Compre Por: 23,62

About Author

Criadora do @pausaparaumcafe, social media, formada em marketing, rata de biblioteca, intolerante à lactose e a pessoas de mau humor.

3 Comments

  • Veronica
    11 de Maio de 2013 at 23:17

    Que máximo, ótima dica, eu sou tiete de Shakespeare, amo, e tô adorando que estão saindo graphic novels (vi uma de Sonho de uma Noite de Verão numa Saraiva outro dia) entre outras versões diferentes e modernas para as obras. 🙂

    Abraços

    Reply
    • Anna Schermak
      11 de Maio de 2013 at 23:22

      Veronica, então você vai amar, pq o texto é todo mantido com seu lado poético, não é uma linguagem normal, entende? é lindo!

      Reply
  • Veronica
    16 de Maio de 2013 at 18:10

    Entendi, então deve ser lindo mesmo, devo comprar! 😀 😉

    Abraços!

    Reply

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.