Menu
Literatura

[Resenha] Minha Metade Silenciosa de Andrew Smith | @guttenberg_ed

Sinopse: Stark McClellan tem 14 anos. Por ser muito alto e magro, tem o apelido de Palito, mas sofre bullying mesmo porque é “deformado”, já que nasceu apenas com uma orelha. Seu irmão mais velho, Bosten, o defende em qualquer situação, porém ambos não conseguem se proteger de seus pais abusivos, que os castigam violentamente quase todos os dias. Ao enfrentar as dificuldades da adolescência estando em um lar hostil e sem afeto – com o agravante de se achar uma aberração –, o garoto tem na amizade e no apoio do irmão sua referência de amor, e é com ela que ambos sobrevivem. Um dia, porém, um episódio faz azedar terrivelmente a relação entre Bosten e o pai. Para fugir de sua ira, o rapaz se vê obrigado a ir embora de casa, e desaparece no mundo. Palito precisa encontrá-lo, ou nunca se sentirá completo novamente. A busca se transforma em um ritual de passagem rumo ao amadurecimento, no qual ele conhece gente má, mas também pessoas boas. Com um texto emocionante, personagens tocantes e situações realistas, não há como não se identificar e se envolver com este poético livro.

“E nada do que aconteceu conosco fazia sentido se eu não deixasse os verdadeiros monstros que nadavam em minha cabeça aflorarem e mostrarem seus dentes. E não há amor na minha casa, somente regras.”

Eu li a prova do livro, mas não conseguia resenhá-lo. Não sabia por onde começar ou por onde terminar. Não sabia o que falar. Então me deixei ouvir, me silenciei por um tempo e aos poucos encontrei não na minha metade, mas dentro de mim o que poderia dizer sobre o livro de Andrew Smith.

IMG_3457

 Não é fácil ter alguma deficiência. Eu sou “perfeita” e não tenho nenhum parente próximo que tenha alguma deficiência, então nunca encarei de perto a dificuldade que alguém  assim como “Palito” por exemplo, que não tenha uma orelha. Então, ler “Minha Metade Silenciosa” me mostrou um lado diferente da minha zona de conforto.

O livro tem uma linguagem poética. Trabalho o fato do personagem principal não ouvir “de um lado” para dar um estilo diferente a escrita e a parte gráfica do livro, deixando a experiência de escrita diferente e totalmente impressionante.  Isso faz com que a imersão do leitor na história seja maior, faz com que nos identifiquemos ainda mais com Palito.

IMG_3458

IMG_3460

“Minha Metade Silenciosa” não é um livro fácil, simples ou feliz. Ele é completamente ao contrário, é um livro que vai te incomodar, te emocionar  e te mostrar um lado triste da realidade. Mas sem esquecer de te dar um resquício de esperança, te alimentar com sentimentos bons. O livro de Andrew Smith é como a vida. É boa, nos deixa triste mas nós continuamos vivendo. Somos insistentes e em alguns momentos temos a certeza que foi a melhor coisa que já fizemos.

Eu gostei muito do livro, de verdade. Ele me tocou de uma forma que não esperava, não imaginava e ainda assim, depois de algum tempo depois de ler ainda acho que muitas coisas que foi falada durante o livro foram escritas exatamente para mim. Será que isso é possível?

Eu virei amiga de Palito e de todos os personagens da história, compartilhei momentos incríveis durante a leitura e com toda a certeza indico para todos esse livro lindo. Não tem como se arrepender da leitura. Pois tenho certeza que alguma coisinha, mesmo que seja mínima, você vai aprender com o Stark. Aproveite muito!

Andrew Smith escreve muito bem! Sua forma de nos aproximar dos personagens é louvável, suas frases extremamente citáveis completam o livro com chave de ouro com uma descrição perfeita da adolescência. Não tenho como não acreditar na veracidade com que a história é contata.

A edição do livro está de parabéns, desde o trabalho gráfico a essa capa maravilhosa. Obrigada Editora Guttenberg por essa produção que merece nota 10 em tudo!

IMG_3459

IMG_3462

 Edição: 1 | Editora: Gutenberg |ISBN: 9788582351246 | Ano: 2014 | Páginas: 304 | Tradutor: Rodrigo Seabra

Nota: 4.5/5

Comprar:  Saraiva | Submarino | Americanas

literariocastAndrew Smith é o autor de Ghost Medicine, um 2009 ALA/YALSA “Melhores Livros para Jovens Adultos”, e In the Path of Falling Objects , um 2010 ALA/YALSA “Melhores Livros para Jovens Adultos”. Hoje vive em um local muito remoto na Califórnia com sua família e cavalo.

post

About Author

Criadora do @pausaparaumcafe, social media, formada em marketing, rata de biblioteca, intolerante à lactose e a pessoas de mau humor.

6 Comments

  • Bruna
    12 de março de 2014 at 12:09

    Oi, Anna!
    É o primeiro livro do Andrew publicado no Brasil ne? Se eu não me engano tem mais alguns dele previstos para esse ano :)) Eu tô muuuito ansiosa pra ler esse livro e ADOREI a tua resenha. Deu pra perceber o quanto o livro é profundo e emocionalmente pesado. É uma história complexa e que muitas pessoas não poderão verdadeiramente se identificar, mas acho que é aí que entra a genialidade e talento do autor 🙂

    Mal posso esperar!

    Beijos! <3

    Bruna
    http://umpoucodissoeaquilo.com.br

    Reply
    • Anna Schermak
      12 de março de 2014 at 13:56

      Que eu saiba é o primeiro sim Bru!
      Eu gostei muito do autor, vou querer ler os próximos com certeza! Obrigada pelo comentário lindona!

      :*

      Reply
  • Gui Souza
    13 de março de 2014 at 12:25

    Confesso que, quando li a sinopse do livro, fiquei com receio de que fosse uma história comovente de forma “forçada” (protagonistas rejeitados, família abusiva etc.)… sua resenha me fez mudar de ideia! ;D É muito bom quando a gente se conecta com os personagens, como se vivesse a narrativa ao lado deles, como se eles fossem nossos… amigos!

    Entrou para a minha lista de futuras leituras, querida Anna!

    :*

    Reply
  • Poliana Veloso
    6 de janeiro de 2016 at 12:36

    Oi, como vai?
    Eu amei a história desse livro, acredito que ele pode nos fazer entender muitas coisas que passam despercebidas na nossa vida. A gente não olha para os lados, só olhamos em frente e deixamos de nos importar com as pessoas.Algumas delas como é o caso do Palito e do seu irmão precisam de atenção e de amor (já que eles não tem isso em casa)
    Vou com certeza ler esse livro, já é a segunda resenha dele que leio hoje.
    As duas foram só elogios pra história e escrita do autor.
    Beijo
    http://www.livricios.com

    Reply
    • Anna Schermak
      7 de janeiro de 2016 at 10:23

      Oi Oi Oi! Que bom que curtiu. Guttenberg está pra lançar outro livro do autor 😀

      Reply

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.