Menu
Literatura

[Resenha] O Dia da Caça de James Patterson | @EditoraArqueiro

Não consigo definir como esse livro foi decepcionante.

Okay, posso até estar de #mimimi porque o livro não foi tudo aquilo que eu imaginava. Pessoas podem amar James Patterson por ai e tudo mais. Mas não. Eu esperava muito mais de um autor tão reconhecido e que arrecadou tanto dinheiro com seus livros nesse último ano.

O livro conta a história do detetive Cross, e pelo que pude perceber Cross é o Sherlock, Poirot ou enfim, o que vocês quiserem chamar do Sr. James Patterson.

1° Ponto. Imaginei que o cara seria um super detetive,  e acho que por esse ponto que por muitas vezes só consegui imaginar que ele não passava de um “detetivezinho qualquer”. Não, ele não me passou a impressão de um detetive inteligente. Apenas um “Apressadinho”.

2° Ponto. Imaginei que o livro teria um desenrolar emocionante, que conseguisse me prender afinal tinha algo muito emocionante por traz, todo o mistério criado com a viagem para a África para encontrar o tal assassino e desenvolver um puta livro foi por água abaixo.

Sério amigos. Eu me decepcionei. O livro não te chama atenção, não te faz querer terminar a história correndo para ler mais e no final simplesmente te dá um desfecho mágico como se não tivesse te enrolado dês do começo para pelo menos dar um final descente.

Praticamente uma falta de respeito comigo que torci por um final digno.

Resumindo, livro leva 2 xícaras de café amargo, como diz o Ph.

Observação extra: Livro traz além de assassinos sem qualquer pingo de humanidade e policiais corruptos.
Sobre a Capa: Retrata totalmente o clima do livro.
Primeira impressão: “Cara, vai ser demais!!!”
Sobre o autor: Não vou ler um livro dele tão cedo.

Título do Livro: O Dia da Caça
Editora: Arqueiro
Autor: James Patterson
Preços na Internet: De: R$ 16,37 até: R$ 24,90
SinopseAlex Cross está diante do criminoso mais cruel que já enfrentou.
Quando o detetive Alex Cross é chamado para investigar um caso de assassinato, depara-se com a cena de crime mais terrível que já viu em toda a sua carreira: uma família inteira foi morta dentro de casa. Tudo fica ainda mais chocante quando ele descobre que uma das vítimas é Ellie Cox, sua ex-namorada dos tempos de faculdade.
Furioso, Cross decide pegar o assassino a qualquer custo.
Logo depois outro crime acontece, novamente envolvendo uma família inteira, só que dessa vez alguns membros dela estavam nos Estados Unidos e outros, na África. A investigação leva a crer que o assassino, conhecido apenas como Tiger, viajou para a Nigéria. Sem hesitar, Cross vai atrás dele.
O detetive entra numa caçada implacável, numa terra sem lei.
Ao chegar lá, Cross se vê diante de um terrível cenário de miséria, violência e guerra civil iminente. Sem nenhuma ajuda, ele se envolve numa luta contra a corrupção e contra uma conspiração que parece não ter fronteiras, que pode pôr em risco sua vida e a de todas as pessoas que ele ama.

About Author

Criadora do @pausaparaumcafe, social media, formada em marketing, rata de biblioteca, intolerante à lactose e a pessoas de mau humor.

8 Comments

  • Elisandra
    19 de setembro de 2012 at 13:49

    Bem não consegui achar o nome da pessoa que resenhou…sahushaus…mas a você…queria dizer que gostei muito da sua opinião, por mais que eu tenha virado fã do autor com o livro 1º a morrer, pode ser que nesse título com esse personagem ele não agrade mesmo. Eu ainda não li nada desse tal Cross, mas ando curiosa. Quem sabe consiga saciar minha curiosidade em breve.
    Parabéns pela opinião.
    Beijokas elis
    A Magia Real

    Reply
    • Anna Schermak
      19 de setembro de 2012 at 17:02

      Oi Elisandra. Pois é, estamos sem nome do autor por umas mudanças ainda. Mas fui eu que resenhei.

      Não consegui gostar do livro em nada. Depois me diga sua opinião sobre o livro!

      Reply
  • Fernanda Yano
    20 de setembro de 2012 at 14:39

    Ruim demais qdo o livro não agrada, esse da resenha ainda não li e acho que não vou rs. Mas já comprei empolgada O vendedor de armas de Hugh Laurie e não consegui nem passar do 2º capítulo 🙁
    bjs

    Reply
  • Jamile Pino
    20 de setembro de 2012 at 20:54

    Poxa, fiquei triste com a notícia =/ Ainda não li esse autor mas os livros dele, inclusive esse, estão nos primeiros lugares da minha lista de livros para 2012 ainda ;/
    O preço está até barato, então vou dar uma chance pra matar minha curiosidade…

    Reply
  • Carolina Ribeiro
    21 de setembro de 2012 at 20:36

    Vc não é o primeiro que vejo que não gostou desse livro e o achou uma verdadeira decepção.
    Eu li “Private” do James Patterson e sinceramente gostei, estou louca para ler o segundo livro, e é uma pena que não tenha gostado do autor.

    http://autoracarolinaribeiro.blogspot.com.br

    Reply
  • Mariana
    21 de setembro de 2012 at 22:46

    Nunca li e nem tinha ouvido falar, mas ao ler a sinopse, realmente parece que há um MEGA detetive.. Super esperto e tal, realmente, o 1º fato que você citou como decepcionante deve ser muito mesmo.

    Reply
  • Eduardo
    22 de setembro de 2012 at 23:45

    Não sei se por eu ter lido Conan Doyle (Sherlock) e Agatha Christie (Poirot) fiquei muito exigente, mas comigo acontece a mesma coisa: sempre que leio uma nova história de detetives fico esperando um superdetetive, arguto e perspicaz, e ele não aparece.

    Eu comecei a ler “O Dia da Caça” e interrompi a leitura (não, não achei o livro ruim, interrompi por outros motivos), então não tenho ainda tanta base para julgá-lo. Até achei interessante Alex Cross ser um cara normal, com problemas familiares, é até um personagem bem construído.

    Mas algo que não me agrada (assim como acontece com Isaac Bell em “O Espião”) é que não acompanhamos a história a partir das descobertas do detetive, muitas informações já são reveladas antes. Então não encontraremos um superdetetive com deduções brilhantes, mas um tira e suas perseguições. É mais um livro de gato-e-rato, e não de investigação policial.

    Reply
  • Amanda Costa
    28 de setembro de 2012 at 14:32

    Poxa, que triste! É tão ruim quando um livro nos decepciona deste jeito, não é? O autor eu até conhecia por nome… Mas, não tinha ouvido falar deste livro, e agora mesmo (depois de sua resenha), é que não o compraria. Uma pena. Beijos!

    Reply

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.