Menu
Literatura

[Resenha] Os cães nunca deixam de amar de Teresa J. Rhyne |@univdoslivros

Edição: 1
Editora: Universo dos Livros
ISBN: 9788579305368
Ano: 2013
Páginas: 312
Tradutor: Mayara Fortin

Nota4,5/ 5

Comprar: Submarino

Sinopse: A emocionante história de uma advogada, seu cão adorável e um diagnóstico devastador. Namorado novo, casa nova. Teresa Rhyne está tentando reestruturar a sua vida depois de dois casamentos fracassados. Porém, pouco tempo depois de ter adotado Seamus, um beagle totalmente incorrigível, os veterinários atestam que o cãozinho tem um tumor maligno e menos de um ano de vida. O diagnóstico deixa Teresa devastada, mas ela decide lutar e aprender tudo que está ao seu alcance sobre o melhor tratamento para Seamus. A bem-sucedida advogada não tinha como saber, naquele momento, que estava se preparando para o próximo grande obstáculo de sua vida: um diagnóstico de câncer de mama.

2014-01-23 20.58.25

Céus! Que livro inesperadamente esperável (?)!! E não pense você, caríssimo leitor, que isso é algo ruim! Não é! Os cães nunca deixam de amar é uma história real, contada pela própria protagonista, Theresa Rhyne, que narra como passou pelo câncer do seu cachorrinho de estimação e, pouquíssimo tempo depois, por um câncer de mama.

Mas Dani, por que inesperadamente esperável? Ora, você sabe que o Seamus (o cachorrinho) ficará bem, apesar de um câncer tão severo. Além disso, você sabe que a Theresa também ficou bem, afinal de contas, ela que escreveu o livro! Ou seja, o fim você sabe antes mesmo de começar a ler o livro, só por espiar a sinopse. O que conta em um livro desses é o recheio, não é mesmo? É a forma como a história é conduzida, como as experiências são compartilhadas, a emoção que a escritora passa ao descrever o seu sofrimento.

2014-01-20 18.36.11

2014-01-23 20.57.56

E é ai que Os cães nunca deixam de amar me pegou de jeito. Quantas vezes eu não me sentia sentada junto de Seamus, Chris e Theresa, no sofá do canto da loba, ouvindo ela me contando a história, vivendo junto dela tudo que ela passou. A veracidade não só da história, mas do discurso e dos sentimentos é notável. E é comovente.

Se você ama cães, sofrerá com Theresa durante a doença de Seamus. Theresa sofre, emocionalmente falando, mais durante o câncer do amiguinho, do que no seu próprio. Porém, devo confessar, fiquei muito abalada com a narrativa do diagnóstico e tratamento ao qual a escritora foi submetida. Todas as mulheres conseguem entender o quão sofrido deve ser passar por um câncer de mama, mas ler sobre, saber exatamente como se sofre durante o tratamento, é simplesmente terrível.

2014-01-23 20.57.23

E o namorado da Theresa, o Chris? Sério! Se você é mulher, certamente vai querer um Chris ao seu lado para a vida toda, isso se já não tem (Rá rá, eu tenho!!!). Ele é um fofo, super parceiro, fica ao lado dela em absolutamente TODOS os momentos, mesmo a sua família não aprovando.

2014-01-23 20.56.34

Além das provações, da tristeza, e de tudo mais, é legal ver como Theresa é uma mulher forte. Não deixou a sua carreira ser abalada pelas doenças (obviamente que ela não passou incólume, maaaasss… administrou tudo muito bem). É uma mulher para servir de exemplo…

2014-01-23 20.49.02

Enfim, espero não ter que passar por uma situação dessas nunca, mas mesmo que passe tenho certeza que não conseguiria expressar com tanta veracidade e emoção essa história. Parabéns à escritora!

Uma coisinha só que me impede de dar 5 para o livro… o título do livro em português… Poxa, em inglês é o nome do blog The dog lived (and so I will) e em português e é um chato e bobo “Os cães nunca deixam de amar?” Nhé, né? AH! Aproveitando… não deixem de visitar o blog da Theresa e ver as fotos dela, do Chris, do Semaus (FOFOOOOO)…

2014-01-23 20.57.17

About Author

Dani. Um ser estranho e recluso, no auge dos seus 23 anos, vivendo na Rivendell catarinense (só que mais quente). É engenheira de formação (só falta o diploma, ok?), leitora compulsiva e colecionadora de hqs. Ama fantasia, ficção científica, literatura técnica e abraços quentinhos.

No Comments

    Leave a Reply

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.