[Resenha] Tsumitsuki – Espírito da Culpa de Hiro Kiyohara | @EditoraJBC

[Resenha] Tsumitsuki – Espírito da Culpa de Hiro Kiyohara | @EditoraJBC

Sinopse: Takada Chinatsu se mudou para uma cidade onde tem uma lenda sobre demônios chamados tsumitsuki, que possuem os sentimentos de culpa que uma pessoa tem em seus pecados. Aqueles que foram possuídos tem os seus corpos e mentes devorados na medida que os demônios se manifestam. Uma das amigas de Takada começa a agir de forma estranha e um colega de classe, Kuroe, aparece para ajudar? mas os seus verdadeiros motivos estão escondidos atrás de uma mascara.

A minha consciência tem milhares de vozes, / E cada voz traz-me milhares de histórias, / E de cada história sou o vilão condenado. -William Shakespeare

JBC e suas surpresas inesperadas! Semana passada eu cheguei em casa do trabalho e encontrei um volume de Tsumitsuki me esperando, um mangá que eu já tinha visto a Henshin e o Cassius divulgando no twitter e tinha me deixado curiosa.  Então aproveitei uma noite sem notebook para ler e conhecer a história que Hiro Kiyohara.

IMG_8751

Tsumitsuki é um quadrinho único, então a história começa e termina aqui e isso tem seus pontos positivos e negativos, mas vamos falar sobre isso no decorrer da resenha.

O mangá trabalha um ponto muito interessante e desenvolve a realidade com um misticismo cativante. Ele faz questionamentos importantes e cheios de significado logo nas primeiras páginas deixando o leitor interessado no tema e pronto para entender melhor daquela história.

IMG_8755

A Culpa é praticamente a protagonista dessa história, e ela é muito bem desenvolvida, quando você entende todo o cerne da questão tudo faz tanto, mas tanto sentido que é impossível não entender toda a metáfora e compreender aquilo na vida real, e como acontece de verdade.

 Nos veremos de novo… quando a sua culpa aumentar.

 O mangá é muito bem trabalhado, ele conduz o leitor por caminhos obscuros até chegar onde realmente quer. O único problema é que quando acaba, parece não acabar. Parece que fica faltando um complemento. Não uma explicação, isso tem. Mas eu queria realmente um final mais com cara de final. Tsumitsuki acaba de um jeito perfeito para ter novos casos, novas histórias e novas aventuras, e isso não combinou com a proposta de ser um volume único.

IMG_8753

Em resumo, ele é um quadrinho muito bom e mais uma vez fez meu irmão roubar o mangá e ler antes que eu chegasse em casa por já ter identificado o padrão dos pacotes da JBC. Se você gosta do estilo mais puxado para o suspense, sobrenatural e todo mundo pagando pelos seus “pecados”. Vai adorar Tsumitsuki!

IMG_8758
IMG_8757
IMG_8750
IMG_8760

IMG_8749

Edição: 1 | Editora: JBC | ISBN: 0 | Ano: 2014 | Páginas: 200

Nota: 3,7/5

Comprar: Livraria Saraiva 

Aproveite para nos seguir nas redes sociais!
Facebook Instagram Twitter Tumblr Google +

post

Anna Schermak
Anna Schermak

Criadora do @pausaparaumcafe, social media, formada em marketing, rata de biblioteca, intolerante à lactose e a pessoas de mau humor.

1 comment

Leave a comment
  1. Nicolas Ueda

    3 de agosto de 2014 at 05:31

    Eu acho que essa questão do final aberto, talvez seja pela questão de como os mangás são publicados lá no japão.

    Pelo que eu acho (e também pelo que li em Bakugan, um ótimo mangá), muitos autores fazem os chamados “one-shots”, histórias de volume único, como uma forma de avaliação de público, algo assim.

    Se o pessoal gosta, ai sim eles podem dar continuidade na história, ou então começar um projeto melhor para serializar. E também, pelo que acho, as editoras possuem um selo único pra cada tipo de publicação, semanal, quinzenal, mensal e por ai vai. Me corrijam se eu estiver errado.

    Mas enfim. Eu acho muito massa ver obras japonesas de suspense e mistério. Pois se tem um gênero que os nipônicos sabem trabalhar bem é o suspense, e também o terror. Tanto pro lado psicológico, quanto pro lado gore. :p

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.