Menu
Literatura

[Resenha] Um Porto Seguro de Nicholas Sparks |@Novo_Conceito

Um Porto Seguro – Nicholas Sparks
Edição: 1
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581630045
Ano: 2012
Páginas: 414
Tradutor: Ivar Panazzolo Júnior

[button color=”black” size=”small” link=”http://links.lomadee.com/ls/NUlCaztjbXJGc1czXzsyNjk1MjE4MjswOzE3NjszMzU0MTgyOTswO0JSOzM7OzA-.html” target=”blank” ]Saraiva – R$ 16,90[/button] [button color=”blue” size=”small” link=”http://www.submarino.com.br/produto/111822373/livro-um-porto-seguro?opn=AFLNOVOSUB&WT.mc_id=afiliados_giro1afl&WT.mc_ev=Click&franq=AFL-03-45600″ target=”blank” ]Submarino – R$ 29,90[/button]

“Nos momentos mais difíceis, o amor é o único refúgio.

Quando uma mulher misteriosa chamada Katie aparece repentinamente na pequena cidade de Southport, na Carolina do Norte, questionamentos são levantados sobre seu passado. Linda, mas discreta, Katie parece evitar laços pessoais formais até uma série de eventos levá-la a duas amizades relutantes: uma com Alex, o viúvo, com um coração maravilhoso e dois filhos pequenos, a outra com sua vizinha muito franca, Jo. Apesar de ser reservada, Katie começa a baixar a guarda lentamente, criando raízes nessa comunidade solícita e tornando-se próxima demais de Alex e de sua família.”

Bom, pois é, aqui estou eu resenhando um livro do Nicholas Sparks. Um livro de romance, algo que nunca imaginei que iria ler em minha vida. Mas sabe como é, ordens são ordens, ainda mais vindo de uma pessoa que fala italiano e se veste de mafiosa de vez em quando. Ok, não foi bem uma ordem, eu quis ler mesmo.

Nos últimos meses eu estava ouvindo muito falar sobre os livros do Sparks, amigas minhas que não gostam de livro romântico dizendo que adoram Nicholas Sparks, definitivamente havia algo ali que merecia ter a devida atenção. Mesmo assim fui resistente à ler o livro. Então tive a brilhante ideia de fazer minha mãe ler o livro, enquanto eu lia outros livros, e ver o que ela que ela achava. Dependendo da nota que ela daria ao livro eu já iria me preparando emocionalmente. Resultado: Mãe do Jean com olhos brilhantes dizendo “Nooossa Jean, esse livro é muito bom, não dá vontade de parar de ler *-* É uma surpresa atrás da outra…” e a frase que me deixou mais impressionado “Acho que vou começar a ler livros antes de assistir os filmes”. Ok, pra minha mãe dizer isso, é porque o livro deve ser bom mesmo, minha mãe não era muito fã de livros, até o momento em que leu Um Porto Seguro. Então foi nesse momento em que eu decidi que tinha que enfrentar aquele livro, por bem ou por mal.

Primeiramente quero que entendam minha situação quando eu estava lendo Um Porto Seguro. Eu estava com “O Oceano no Fim do Caminho” de Neil Gaiman, me esperando na estante, com aqueles olhos do Gato de Botas do Shrek, me olhando e sussurrando “me leia, larga esse livro de romance e venha me ler, eu sou muito mais legal que ele, me leia!!!!”, então isso influenciou minha análise crítica sobre Um Porto Seguro, então se eu ofender os personagens de alguma maneira, não me culpem, por favor (culpem o Neil Gaiman). Ok, então chega de blábláblá e vamos à resenha.

filme-3

Como grande parte dos romances (eu acho), em Um Porto Seguro temos o casal principal (a, sério?), onde a um dos dois é um personagem misterioso, o que chama a atenção do seu par. Neste caso a personagem misteriosa é Katie, que se muda para Southport, na Carolina do Norte, fugindo de algo ou alguém que lhe atormentou no passado. Chegando em Southport ela resolve começar uma vida do zero em uma casa simples. É em Southport que ela conhece Alex, viúvo, com idade de uns trinta e poucos anos, mas já com cabelo grisalho. Alex tem que dividir seu tempo cuidando de uma loja de conveniências e cuidando de seus dois filhos, Kristen e Josh. Temos também Jo, vizinha de Kattie em Southport, e também sua amiga mais brother, bebem vinho juntas, tomam café, etc. Nicolas Sparks deixa o passado de Jo em meio à um nevoeiro também, o que me deixou irritado a maior parte de livro.

Conforme a história se desenrola, vemos Kattie vivendo sua nova vida, se aproximando cada vez mais, inconscientemente, de Alex e das crianças. Vemos também Alex em meio a pequenos conflitos internos em relação à o que ele sente por Kattie, lembrando de sua falecida mulher e tentando ser um bom pai para seus filhos. Não vou além disso quanto à história senão irá pular um ou outro spoiler.

portoseguro_3

Agora vamos à o que achei do livro. Bem melhor do que eu esperava. Sim, eu achei bem bacana o livro, a trama principal é bem escrita e tal, os personagens principais são bem construídos, são mais “reais” por assim dizer, é mais fácil você achar uma Katie ai pela rua do que uma Bella. A partir da metade do livro ela fica mais interessante ainda, mas antes disso tem umas partes que, me desculpem fãs de Sparks, parecia encheção de linguiça. Detalhes que enriqueciam a em nada a história, alguns personagens secundários que são bem descritos mas que só aparecem uma vez no livro, etc. Tirando estes pormenores, o livro é sim bacana, e tem um final bem legal, com ação e surpresas bem loucas. Se eu leria um livro do Sparks novamente? Pouco provável (a não ser que seja p/ manter meu cargo de estagiário aqui xD), não é minha praia. Mas eu indico a todos que tem certo preconceito quanto a livro de romance lerem, é um livro que você vai ter menos vergonha de dizer que já leu.

Roteiro – 4.5 Narrativa – 4 Diagramação – 5 Capa – 2 Personagens – 3.5

About Author

Sou foragido de um manicômio. Também sou amante de livros, hq’s, cinema, seriados e jogos em geral . Viciado assumido nas obras de Tolkien e Neil Gaiman, nas horas vagas incarno na pele de um goblin caçador de pandas nas terras de Azeroth

3 Comments

  • Ize Chi (@IzeChi)
    6 de agosto de 2013 at 01:23

    Não teve nota explícita? rsrs

    Ah, esse é um dos livros do tio Nick que eu mais gosto. Fiz questão de ver o filme quando saiu no cinema =)
    Tudo bem, o filme não foi grande coisa… Tirou MUITO da profundidade dos personagens. Mas isso é coisa de adaptação cinematográfica mesmo -.-‘

    Reply
    • Anna Schermak
      6 de agosto de 2013 at 11:17

      Jean tinha esquecido de me passar, agora vai sair atualizado com a nota 😉

      Reply
    • Jean
      7 de agosto de 2013 at 02:17

      Oi Ize, após ler o livro eu fiquei bem curioso quanto ao filme também. O Sparks da quase tudo de mão beijada p/ o roteirista basicamente… Mas dei uma passada por cima assim e percebi que falta muito o aprofundamento dos personagens mesmo, coisa q faz o livro ficar mais interessante.

      Reply

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.