Menu
Literatura

[Resenha] Uma Carta de Amor de Nicholas Sparks | @editoraarqueiro

Sinopse: Há três anos, a colunista Theresa Osborne se divorciou do marido após ter sido traída por ele. Desde então, não acredita no amor e não se envolveu seriamente com ninguém. Convencida pela chefe de que precisa de um tempo para si, resolve passar férias em Cape Cod. Durante a semana de folga, depois de terminar sua corrida matinal na praia, Theresa encontra uma garrafa arrolhada com uma folha de papel enrolada dentro. 
Ao abri-la, descobre uma mensagem que começa assim: “Minha adorada Catherine, sinto a sua falta, querida, como sempre, mas hoje está sendo especialmente difícil porque o oceano tem cantado para mim, e a canção é a da nossa vida juntos.” 
Comovida pelo texto apaixonado, Theresa decide encontrar seu misterioso autor, que assina apenas “Garrett”. Após uma incansável busca, durante a qual descobre novas cartas que mexem cada vez mais com seus sentimentos, Theresa vai procurá-lo em uma cidade litorânea da Carolina do Norte. Quando o conhece, ela descobre que há três anos Garrett chora por seu amor perdido, mas também percebe que ele pode estar pronto para se entregar a uma nova história. E, para sua própria surpresa, ela também. 
Unidos pelo acaso, Theresa e Garrett estão prestes a viver uma história comovente que reflete nossa profunda esperança de encontrar alguém e sermos felizes para sempre.

 “Acho que essa carta seria importante para muita gente. Hoje em dia as pessoas são tão atarefadas que parece que o romantismo está morrendo aos poucos”

 É Nicholas Sparks, entãov ocê espera o que? A mesma coisa de sempre e com toques que vão te fazer chorar, afinal… É o tio Nicholas, o que esperar desse cara? O problema é: EU VOU TER QUE LER! Tenho um apego por ele, sei depois do primeiro capítulo, tudo o que vai acontecer na história (e realmente acontece), só que quando acontece… ele sempre, sempre e sempre… me destrói em pedacinhos.

IMG_8881

 Em “Uma Carta de Amor” não poderia ser diferente. Um livro até bem previsível, mas com um toque especial de doçura e calma. O livro retrata isso de várias maneiras, talvez por se passar em um local mais perto do mar, envolver cartas… um namoro a distância, tudo tem uma calma e que envolve também o ritmo de leitura do leitor. Foi o livro do Sparks que eu mais demorei para ler, mas não de uma forma ruim. Foi bom ter calma.

IMG_8885

A história é muito bonita, triste, profunda e novamente temos o que o Sparks sabe fazer de melhor: destruir o nosso coração e sabe o motivo que me faz amar isso: me tira da zona de conforto. Eu não gosto de nenhum final dos livros do Sparks, mas acho eles tão tocantes de alguma forma, que me faz acreditar na verdade de que aquilo poderia ser real, pelo simples fato de acabar de uma forma não tão perfeita assim.

”Você, minha querida, é o vento que eu não previ, o vendaval que soprou com mais força do que jamais imaginei ser possível.”

IMG_8884

Ainda não li todos os livros do Sparks, tenho muitos na lista, mas pretendo ler sim, é tudo igual? É! Eu sei que é. Mas eu gosto, gosto do jeito com que ele me fez ver o amor, independente da idade dos personagens e da vida que eles tiveram. As histórias do Nicholas tem sentimento, trazem personagens interessantes e homens que nós mulheres, gostaríamos de ter do nosso lado. Mesmo que eles não existam na vida real.

Acho que gostei de ler Uma Carta de Amor pois ele me fez encontrar um lado melhor em mim e como gosto de falar: Eu gosto de livros que me ensinem algo, nem que seja um novo sentimento, e apesar de igual, ter mais do mesmo, Sparks ainda consegue tocar no meu coração e é esse o motivo pelo qual eu o odeio e o amo em segredo.

IMG_8883

A edição como vocês podem ver nas fotos é o padrão Editora Arqueiro que está publicando os livros novamente com capas bonitinhas ou que estão fora do estoque (como era o caso de Uma Carta de Amor que tinha sido publicado pela Objetiva em 2002). Boa leitura!

IMG_8882

Edição: 1 | Editora: Arqueiro | ISBN: 9788580412475 | Ano: 2014 | Páginas: 288

Nota: 3,9/5

Comprar: Saraiva | Travessa | Livraria Folha 

Aproveite para nos seguir nas redes sociais!
Facebook Instagram Twitter Tumblr Google +

nicholas-sparksNicholas Sparks nasceu em 1965 em Omaha, Nebraska. Cresceu em Fair Oaks na Califórnia e vive actualmente na Carolina do Norte com a família. Foi durante algum tempo delegado de informação médica até que Theresa Park, agente literária, decidiu começar a representá-lo, vendendo os direitos do seu primeiro romance O Diário de uma Paixão (The Notebook) à Warner Books. O sucesso foi imediato e a obra permaneceu durante 56 semanas consecutivas nos tops americanos. Seguiram-se livros como As Palavras que Nunca te Direi (Message in a Bottle) e Um amor para recordar (A Walk to Remember), Corações em Silêncio (The Rescue) também eles sucessos editoriais de grandes proporções, tendo o primeiro sido adaptado para versão cinematográfica pelo próprio autor.

 

post
About Author

Criadora do @pausaparaumcafe, social media, formada em marketing, rata de biblioteca, intolerante à lactose e a pessoas de mau humor.

1 Comment

  • Karen
    15 de agosto de 2014 at 16:54

    Oi Anna!
    Os livros do Nicholas Sparks são mesmo sempre parecidos, mas concordo com você que todo esse sentimento que ele coloca é uma delícia de ler e tem faltado nos romances ultimamente.! Gosto das histórias dele porque são sempre leves de ler, mesmo sendo previsível.
    Bjos!
    Karen
    http://www.bookadvisor.com.br/

    Reply

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.