Menu
Literatura

[Resenha] Uma questão de confiança de Louise Millar |@Novo_Conceito

Em um subúrbio tranquilo de Londres (Inglaterra), algumas mães se ajudam através de amizade, favores e fofocas. No entanto, algumas delas não parecem confiáveis e outras têm segredos obscuros. 

Quando Callie se mudou para seu novo bairro, pensou que seria fácil adaptar-se. Contudo, os outros pais e mães têm sido estranhamente hostis com ela e com sua filha, Rae, que também descobriu como é difícil fazer novas amizades. Suzy, seu marido rico e seus três filhos parecem ser a única família disposta a fazer amigos, mas, recentemente, a amizade com Suzy anda tensa.

Ainda mais com a atmosfera pesada que pairou sobre o bairro após a chegada da polícia e o relato de um possível suspeito morando no bairro.
-O que Callie e sua pequena Rae podem esperar?
-Em quem confiar?
-E, sobretudo, como imaginar que certas atitudes rotineiras podem colocar em risco a vida de sua pequena filha?
Verdades e mentiras parecem se esconder nestas pequenas casas.

Surpresa. Sabe aquele livro que você pega na mão e, nhé… Posterga o máximo que pode a leitura, mas que ao acabar fica se lamentando por não ter lido assim que ele chegou em suas mãos? Exatamente isso que aconteceu comigo ao ler Uma questão de confiança, de Louise Millar.

Que livro tenso! Um excelente suspense psicológico que coloca mães superprotetoras e filhos superprotegidos numa trama onde no fim você não sabe mais quem é bonzinho e quem é louco. Tá que de louco todo mundo tem um pouco.

Vamos falar um pouquinho mais sobre as três mulheres da história: Callie é uma mulher separada, sustentada pelo seu ex-marido, impedida de trabalhar por ter que cuidar da sua filha Rae, doente cardíaca. Callie é vizinha de Suzy, mãe de três filhos pequenos, e casada com Jez, um empresário rico que não deixa nada material faltar em casa. Por fim, se junta à trama a nova vizinha, Debs, que inicialmente apresenta-se de uma maneira que é praticamente inevitável o leitor achar que ela é uma louca de pedra.

Porém, como sempre existe um, as coisas começam a mudar a partir do momento que Callie decide voltar a trabalhar. Sua segurança retorna, mas em contrapartida Suzy fica mais insegura em relação ao afastamento da melhor amiga e passa a desenvolver comportamentos questionáveis. Enquanto isso, as sombras do passado de Debs a atormentam.

As coisas vão acontecendo normalmente, até que após um “incidente”, muitaaaaas revelações começam a ser feitas, e o leitor vai ficar O______________O “COMO ASSIMMM LOUISE?”.

Em pouquíssimas páginas, Louise consegue desconstruir completamente a imagem que você vinha construindo ao longo dos capítulos anteriores, invertendo papéis e colocando uns contra os outros. Aquela célebre frase encaixa muito bem aqui: as máscaras caem, e os caráteres são revelados.

O interior do livro é bem limpo, com a página inicial de cada capítulo apresentado um leve degrade de cor, deixando um aspecto bem bonito. Um ponto negativo deve ser atribuído à capa do livro, que não passa o verdadeiro ritmo do livro (confesso que não compraria pela capa =/).

Sendo assim, já justificando em parte a nota, e acrescendo o fato de que o fim, por mais que eu tenha gostado poderia ter sido melhor construído, dou 4,3 xícaras de café forte para Uma questão de confiança, de Louise Millar.

  Compre aqui por R$21,90

[youtube id=”pptEzXxAXmY” width=”600″ height=”350″]

 

About Author

Dani. Um ser estranho e recluso, no auge dos seus 23 anos, vivendo na Rivendell catarinense (só que mais quente). É engenheira de formação (só falta o diploma, ok?), leitora compulsiva e colecionadora de hqs. Ama fantasia, ficção científica, literatura técnica e abraços quentinhos.

No Comments

    Leave a Reply

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.